quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Quem vem acender faróis na costa do mar bravo?!


Às vezes me pergunto isso, quem vai me telefonar nesta madrugada quente, onde meus pensamentos desintegram-se como a comida congelada que mal comi (na verdade comi e comi-a mal), afinal que “mau” comi? O telefone não toca, mas isso não é tão assustador quanto ao fato de eu não ter para quem tocar isso sim é amedrontador: não ter para quem ligar de madrugada é o mesmo que estar perdido no roteiro como em Lost. Nessas horas que é bom ter-se um amigo como o house, pois podemos ligar e não ligar de ferrar com o sono dele.
Você já se perguntou? Por que não toco pessoas? Por que elas não me tocam? Por que tocamos em frente, sem nos tocar que, sentar num toco e refletir, por uma música pra tocar, possa tocar nossa alma que, precisamos tocar em frente.
Tocar pessoas, tocar o ser amado, ou se tocar que, se não temos um ser amado, é por que não estamos tocando a música certa, não estamos no ritmo.
Podemos ir de férias a Disneylândia e dar boas risadas, trazer boas recordações, mas o legal pra mim é ter uma companhia que me faça rir, chorar, cantar, amar, “sexuar”, e me toque com dedos de borboleta, todos os dias do ano. A diney que se dane! Quero é ouvir sininhos, sem pegar fila, quero é patetear e plutear, sem avarentismos Patinhescos.
Cadê o lampadinha, acende o farol!!! Puxa não leio um quadrinho desses há décadas! Bem, leio os meus, afinal, minha vida é quadradinha. Preciso me purificar... Quero ir pro mar, sentar na quente areia da praia e contar historinhas de fazer sorrir, chorar, e gargalhar. Mas não quero ir sozinho! Topas?
Carlos kurare

 Poema na voz de Carlos Kurare

Noite

Milhões de barcos perdidos no mar!
Perdidos na noite!
As velas rasgadas de todos os ventos
os lemes sem tino
vogando ao acaso
roçando no fundo
subindo na vaga
tocando nas rochas!
E quantos e quantos naufragando...
Quem vem acender faróis na costa do mar bravo?!
Quem?!
Manuel da Fonseca, Rosa-dos-Ventos

11 comentários:

Dolce Vita disse...

Olá Carlos!


Parabéns pelo blog! Gostei muito do que li!

Respondendo a tua questão: meu site é uma assinatura anual feita no Recanto das Letras. Chama-se "Site do Escritor".

Você pode optar por mais duas formas de página no Recanto. Basta acessar: www.recantodasletras.uol.com.br


Espero ter ajudado!

E muito sucesso a você!


Dolce :)

Anônimo disse...

Topo.

Carlos Kurare disse...

Por que sempre as que topam? Ou são anônimas ou cobram caro?

Editoriais - disse...

Pq encantas com o que escreve?? como consegue ser tão verdade???

ANÔNIMA FASCINADA disse...

Uma belíssima interpretação do poema de Manuel da Fonseca,que toca profundamente ao meu coração.Parabéns!!!

claudia disse...

HÁ ANOS NÃO SOU TOCADA DE FORMA TÃO PROFUNDA E DELICADA. BEBI DEMORADAMENTE DE SUA VOZ, POEMAS, FRASES, E ME PERDI NO TEMPO QUE GASTEI VIVENDO NA LEITURA TÃO GOSTOSA QUE ENCONTREI EM SEU ESPAÇO. SIMPLESMENTE ME PERDI E ME ACHEI DIANTE DE TANTA BELEZA. OBRIGADA POR ME CONVIDAR A ENTRAR E TE CONHECER. O PROBLEMA É CONSEGUIR SAIR... BJO EM SEU CORAÇÃO.

Sandra Regina disse...

Carlos, seu blog é realmente lindo. Realmente o primeiro contato não naufragou e a partir de agora vai nagevar em poemas belíssimos, escolhidos e escritos com muito bom gosto.
Beijos,

Luna disse...

Carlos,

A cada dia te reconhecendo, sem ao menos tê-lo conhecido, digo, te conheço tão bem...

Adorei o apelo escrachado, digno dos corajosos, dos que sabem, ou que ao menos já souberam, o que é ter um amor de verdade.

Tuty Silva disse...

Ola Carlos!
Adorei teu perfil, e me sinto lisongeada em conhecer teu blog, inteligente demais...parabéns!
Esta sendo um prazer conhecer um pouco de vc.
Desejo sucesso e muita luz para sua vida!
Abraços
Tuty Silva

Anônimo disse...

Oiii....
A beleza da palavra por vezes cantada, outras escrita está na introspecção do que se poderia dizer até a alma e no retorno com impressões declaradas e vividas dessa viagem individual expondo em verso e prosa as marcas da passagem pelo tempo e seus reflexos.

simples introspectivo e marcante o conteúdo postado. Interessante...

Flora



Carlos Kurare disse...

Obrigado pela dica!

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...