sábado, 31 de agosto de 2013

Silêncio: é luxo só!


Eu adoraria poder abrir agora uma lata de silêncio e embriagar-me...
só com meus mais puros pensamentos!
Carlos Kurare





Quem vive em uma metrópole como São Paulo...
Sabe o luxo que o silêncio é!
 Silêncio é luxo... 
Só!
Carlos Kurare





É Luxo Só / Elizeth Cardoso  Ary Barroso e Luiz Peixoto



VERde Novo! Publicado originalmente em 17/09/12 13:22

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Meu nome é Carlos Kurare... prazer!


Kurare é uma droga que só não vicia... porque mata antes!

Carlos Kurare


Curioso... Kurare em português é curare, logo... Tanto meu nome e sobrenome iniciam-se com a letra C. Logo... Ah! Veja o vídeo e vai entender! Logo! rsrs
Carlos Kurare


Tudo que vicia começa com C



VERde novo! Publicado originalmente em 04/07/11 05:48

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Matem o Vampiro!!!


van helsing hugh jackman stephen sommers



Matem o Vampiro!!!



O natal de 2008 foi amargo, talvez o pior de toda a minha vida. O findar de 2009 foi desastroso, teve como cria um primogênito frustrante. Sabe quando fica um amargo na língua a nos lembrar por dias? Isso!

Caminho 2010 com passos cambaleantes, sem resoluções de final de ano. Vagueio por esquinas da mente, a garganta seca de quem andou léguas sob o sol. Completamente, desidratado. Entorpecido, fraco e só. Procuro umidade, sombra, e alimento.

Às vezes, sinto aquela vontade louca de perder esperanças, mas... Deus!!! Como sou teimoso!!! E, como um vampiro, perambulo pelos telhados, furtivamente, à procura de sangue novo. 

Novo??? Qualquer sangue me serviria desde que pudesse sorvê-lo em grandes goles, desde que fosse quente! Desde que fosse de um ser vivo! Não sei quanto tempo mais terei forças para viver de pequenas criaturas noturnas.

Quero viver entre os vivos, sei que eles existem, eu os vejo em filmes, em séries, em livros. Procuro-os como Charlton Heston procurava os ocultos, só que não os procuro para matar, procuro-os para lhes dar a vida eterna. A vida de um vampiro é muito solitária, quero ser um andante à luz do dia. Luz... quero Luz! Nem que extinga a parca vida que me resta.

Quero luz a queimar-me os olhos, nem que seja a ultima coisa que veja.
Quero sair da cripta que me enclausura, não quero mais viver a morte eterna. Quero sair! 

- Por favor, entre Van Hensing! 
- Eu, serenamente... já o aguardava!

Carlos Kurare


São Paulo - 08/01/2010






Outro filme na faixa! 
 Nosfetatu.



"Título original: Nosferatu - Eine Symphonie des Grauens
Ano: 1922
País: Alemanha
Duração: 81 min.
Gênero: Terror
Diretor: F. W. Murnau (A Última GargalhadaFausto)
Trilha Sonora: — [Timothy Howard, 1991]
Elenco: Max Schreck, Gustav von Wangenheim, Greta Schröder, Alexander Granach, Georg Heinrich Schnell, Ruth Landshoff, John Gottowt, Gustav Botz, Max Nemetz, Wolfgang Heinz, Albert Venohr, Guido Herzfeld, Hardy von François

"Nosferatu, de 1922, é o primeiro filme de vampiro (que sobrevive até hoje) da história do cinema. Foi dirigido por Friedrich Wilhelm Murnau, um dos principais cineastas do chamado "expressionismo alemão", movimento que teve seu apogeu na década de 20 e influenciou gerações de cineastas nos anos vindouros. Baseado livremente no livro de Bram Stoker (Drácula), o filme enfrentou problemas de distribuição por não ter tido o aval da viúva do escritor, e quase desapareceu da face da Terra antes mesmo que atingir o status de clássico que possui hoje.
Para quem conhece a história de Drácula e suas inúmeras variações como adaptações cinematográficas, não há grande mistério no enredo deste clássico do cinema mudo. Os nomes dos personagens principais e alguns conceitos da história foram alterados, apenas isso. Agora, o famigerado vampiro é o conde Orlok, que também vive na Transilvânia. O jovem Hutter deixa sua esposa e parte de sua cidadezinha na Alemanha para se encontrar com o conde e intermediar a compra de um imóvel. Mas ele descobre a duras penas (e com referências nada sutis à palavra "pescoço") que não é essa a verdadeira intenção de seu anfitrião. Os caminhos de ambos divergem quando Orlok deixa o castelo para se dirigir à cidade de Hutter e o rapaz escapa corajosamente de seu cativeiro.
A ambientação do filme é extremamente eficiente, com uma fotografia monocromática e granulada que se alterna o tempo todo entre os tons azuis (que simbolizam a noite) e os tons claros e amarelos (que simbolizam o dia). Até mesmo um trecho de filme em negativo foi incluído pelo diretor Murnau. A impressão que se tem é de estar assistindo àquelas antigas fotografias de nossos avós, que de repente ganharam vida e entraram em movimento! Contrariando a vertente expressionista na qual o filme se insere, há belas tomadas ao ar livre, algumas delas de uma textura dantesca e horripilante, como árvores se projetando aos céus e desfiladeiros e cumes que se estendem pelo horizonte. O clima fúnebre que domina a parte anterior ao clímax, quando a chamada "praga" toma conta da cidade, é muito bem construído e simbolizado pela fila de aldeões carregando os caixões a passos lentos e pesados. Max Schreck entrega uma performance intocável. Repugnante e assustador, seu vampiro é capaz ainda de provocar pena em algumas seqüências, para dali a pouco causar repulsa ao se mostrar um simples parasita, imóvel diante da câmera enquanto se alimenta de sua vítima desfalecida."
Fonte: http://www.kollision.biz/movies/mov_files/mov_nosferatu.htm



Kurare: Sugiro que assista a versão feita pelo  Werner Werzog que é genial, Klaus Kinski arrasa como vampiro em crise existencial e a belíssima Isabelle arrasa qualquer homem ou vampiro. 

Sinopse dessa versão: "Nosferatu, o Vampiro da Noite (1979) é um excelente remake do clássico expressionista do mestre W. F. Murnau. Uma obra-prima do horror dirigida com maestria pelo grande cineasta alemão Werner Herzog (O Enigma de Kaspar Hauser).
Baseando-se no livro Drácula, de Bram Stoker, Herzog nos conta a jornada de Jonathan Harker (Bruno Ganz) pelo reino de horror do Conde Drácula (Klaus Kinski em magnífica atuação), um maligno vampiro obcecado pela esposa de Harker, a bela Lucy (Isabelle Adjani).  "











Nosferatu (1922) - F. W. Murnau - Filme completo para assistir on-line





VERde Novo! Publicado originalmente em 10/04/10 16:00

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Quem é? É o frioooooooo!


As pessoas hipócritas que nos rodeiam, e nos bajulam,
com segundas intenções, são iguais ao dissimulado sol de inverno:
Iluminam nosso corpo, mas não aquecem nossa alma!
Carlos Kurare


Eduarda Fadini - Vingança - composição de Lupicínio Rodrigues - Som Brasil

terça-feira, 27 de agosto de 2013

"Passa, passa, três vezes o último que ficar..."


Jack Nicholson em O Iluminado

E o paradoxo se esvai:

O egoísta é o que fica.

O generoso é o que vai.

Carlos Kurare

Sampa - 24/08/2013 06:03



Meu Primeiro Amor - Joana e Fagner

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Um por todos, e todos por hummmm...



O generoso sempre parte e reparte e evita partir. 
O egoísta não reparte e não quer partir.
O egoísta só deseja consumir, mas
chega um dia que o generoso
 se cansa de se partir
e... Parte!

Carlos Kurare


Sampa - 23/08/2013 04:48

Caetano Veloso - Só Vou Gostar De Quem Gosta De Mim - Composição: Rossini Pinto


Dica para quem tem filhos pequenos:
Na hora de dividir o bolo entre duas crianças faça assim: Uma parte o bolo e a outra escolhe, assim não dá confusão. Ah! Funciona também, com adolescentes, velhos birrentos e pessoas gulosas.

domingo, 25 de agosto de 2013

O macaco nu...

Olhe atentamente para a foto
Esta noite eu asso e pelo,
 esse seu corpo assaz belo! 

Carlos Kurare

Sampa - 23/08/2013 06:20


As imagens são espetaculares! Ideal para estudantes de Medicina, médicos, cientistas e curiosos.

Nas minhas pesquisas encontrei este site. Nele você pode visualizar o corpo humano em 3D. 

Para ter acesso ao mapa do corpo humano entre neste link e inscreva-se: www.biodigitalhuman.com







BioDigital Human 2.0: Explore the Human Body in 3D!


João Bosco,Roberta Sá e Trio Madeira Brasil - De Frente Pro Crime de João Bosco e Aldair Blanc

sábado, 24 de agosto de 2013

Terrarium


Estou preso num planeta... que está solto no espaço!

Carlos Kurare

Sampa - 23/08/2013 03:02 

A Terra viaja a um milhão de quilômetros por hora!

"A velocidade que a Terra gira ao redor do Sol (translação) é cerca de 107 000 quilômetros por hora e a velocidade do movimento em torno de seu próprio eixo (rotação) é cerca de 1 700 quilômetros por hora na região do Equador, diminuindo quanto mais se aproxima dos pólos. "Existe ainda outro movimento que a Terra realiza junto com todo o sistema solar, que gira a cerca de um milhão de quilômetros por hora com relação ao centro da galáxia", explica o astrônomo Augusto Damineli, colaborador da SUPER e professor do Instituto Astronômico e Geofísico da Universidade de São Paulo.

Mas esses movimentos não são percebidos. Quando a velocidade é constante (não há aceleração ou desaceleração), como nos três casos, só é possível perceber o movimento se olharmos um referencial externo que está parado ou se movimentando com velocidade diferente. É o que acontece quando observamos as estrelas, por exemplo. Só que, como elas estão muito distantes, não se tem noção da velocidade em que a Terra está."
Fonte:
SUPER 091, abril 1995
http://super.abril.com.br/universo/terra-viaja-milhao-quilometros-hora-488825.shtml

Terra - Caetano Veloso



Planet Earth Seen from The international Space station - Planeta Terra visto da Estação Espacial Internacional



NASA Celebrates Earth Month 2013: The View from Orbit



NASA Celebrates Earth Month 2013: NASA Science Eyes



Terra
Caetano Veloso

Quando eu me encontrava preso
Na cela de uma cadeia
Foi que vi pela primeira vez
As tais fotografias
Em que apareces inteira
Porém lá não estavas nua
E sim coberta de nuvens...

Terra! Terra!
Por mais distante
O errante navegante
Quem jamais te esqueceria?...

Ninguém supõe a morena
Dentro da estrela azulada
Na vertigem do cinema
Mando um abraço prá ti
Pequenina como se eu fosse
O saudoso poeta
E fosses a Paraíba...

Terra! Terra!
Por mais distante
O errante navegante
Quem jamais te esqueceria?...

Eu estou apaixonado
Por uma menina terra
Signo de elemento terra
Do mar se diz terra à vista
Terra para o pé firmeza
Terra para a mão carícia
Outros astros lhe são guia...

Terra! Terra!
Por mais distante
O errante navegante
Quem jamais te esqueceria?...

Eu sou um leão de fogo
Sem ti me consumiria
A mim mesmo eternamente
E de nada valeria
Acontecer de eu ser gente
E gente é outra alegria
Diferente das estrelas...

Terra! Terra!
Por mais distante
O errante navegante
Quem jamais te esqueceria?...

De onde nem tempo, nem espaço
Que a força mãe dê coragem
Prá gente te dar carinho
Durante toda a viagem
Que realizas do nada
Através do qual carregas
O nome da tua carne...

Terra! Terra!
Por mais distante
O errante navegante
Quem jamais te esqueceria?
Terra! Terra!
Por mais distante
O errante navegante
Quem jamais te esqueceria?
Terra! Terra!
Por mais distante
O errante navegante
Quem jamais te esqueceria?...

Na sacada dos sobrados
Da velha são Salvador
Há lembranças de donzelas
Do tempo do Imperador
Tudo, tudo na Bahia
Faz a gente querer bem
A Bahia tem um jeito...

Terra! Terra!
Por mais distante
O errante navegante
Quem jamais te esqueceria?
Terra!

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

O Hubble só vê estrelas... Porque alto vive!






O Hubble só vê estrelas... Porque alto vive!
Carlos Kurare





Há os dias que não vejo lama nos meus pés...

Há os dias que vejo, por que olho, lama em meus pés...

Há os dias que olho para a lama nos pés dos meus semelhantes...

Há os dias que olho para a lama nos pés dos meus semelhantes e a reconheço...

Há dias que, com tristeza idiossincrática, percebo que não é só lama que tenho nos pés... tenho lodo também.

Carlos Kurare


Desenho do genial QUINO






Tudo o que faço ou medito
Fica sempre na metade.
Querendo, quero o infinito.
Fazendo, nada é verdade.


Que nojo de mim me fica
Ao olhar para o que faço!
Minha alma é lúcida e rica,
E eu sou um mar de sargaço

Fernando Pessoa




Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim como em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive.

Fernando Pessoa


Hubble... Feliz vinte anos, de vida útil e... útil vida!




O Hubble é um adolescente que deu problemas, mas que cresceu com a verve dos jovens e amadureceu. Deu-nos tantas imagens belas do universo!

Com seus olhos de lince perscruta os céus, para que um dia lancemos nossas naus por ventos solares para "irmos a lugares em que nenhum homem jamais esteve".
Carlos Kurare







 
Telescópio Hubble
completa 20 anos
de revolução da
astronomia

Copyright © 2010 AFP


"WASHINGTON, EUA — O Hubble, primeiro telescópio espacial, que revolucionou a astronomia e a compreensão do Universo ao transmitir mais de 750.000 imagens espetaculares dos confins do Universo, completa neste fim de semana 20 anos de seu lançamento.
O telescópio foi lançado em 24 de abril de 1990 acoplado ao ônibus espacial americano Discovery, que o colocou em órbita a 600 km de altitude.
Mas o aparelho, fruto de uma colaboração entre a Nasa e a Agência Espacial Europeia, só começou a funcionar três anos mais tarde.
A lente teve que ser substituída por uma falha de concavidade. A delicada operação foi realizada em 1993 pela tripulação de um ônibus espacial.
A partir deste momento o Hubble começou a transmitir imagens assombrosas de estrelas supernova, gigantescas explosões que marcam a morte de uma estrela e o nascimento de um buraco negro, fenômeno de cuja existência os astrônomos tinham apenas suspeitas até então.
O telescópio de 12 toneladas e 13,3 metros de comprimentou fez 900.000 instantâneas, que permitiram obter 570.000 imagens de mais de 30.000 objetos celestes, alguns deles nos confins do universo.


O Hubble também permitiu confirmar a existência de matéria escura que parece contra-atacar a força da gravidade e constituiria a maior parte do universo.
Os astrônomos suspeitavam da existência desta matéria escura ("dark energy") desde a década de 1930 após as observações de galáxias.
Como uma máquina do tempo capaz de remontar milhões de anos, o Hubble detectou pequenas proto-galáxias que emitiam raios luminosos quando o universo tinha menos de um bilhão de anos.
Graças a estas observações, muito mais nítidas que as obtidas pelos mais poderosos telescópios terrestres, os cosmólogos puderam confirmar que o universo estava em rápida expansão e calcular de forma precisa sua idade, estimada em 13,7 bilhões de anos.


A aceleração é produzida por uma força misteriosa chamada energia do vazio, que constitui quase 75% do universo e equilibra a força da gravidade.
O restante do cosmos é formado por quase de 5% de matéria visível e 20% de matéria esscura.
"Sem dúvida nenhuma, o Hubble é o instrumento científico mais reconhecido e que deu o maior número de êxitos científicos da historia da humanidade", afirma Ed Weiller, alto funcionário da Nasa.
Desde a última missão de manutenção executada pelo ônibus espacial Atlantis em maio de 2009, o telescópio tem dois novos instrumentos capazes de obter instantâneas do passado remoto, até 600 a 500 milhões de anos depois do "Big bang", o momento do nascimento do universo.


Na vizinhança do planeta Terra, o Hubble observou mudanças radicais na direção dos ventos em Saturno e mostrou que Neptuno tem estações climáticas.
Esta variedade de descobertas transformou o telescópio em "ícone na psique dos americanos e do resto do mundo", destaca Weiller.
A missão do Atlantis permitiu prolongar em pelo menos cinco anos a vida útil do Hubble, à espera do sucessor, o ainda mais potente telescópio espacial infravermelho "James Webb Space Telescope (JWST)", que tem o objetivo de jogar luz sobre o momento da origem do universo".
Copyright © 2010 AFP"
As  imagens do texto acima encontrei na Web.








Belchior - Divina Comédia Humana




Escrito nas Estrelas - Tetê Espíndola
Composição: Carlos Rennó e Arnaldo Black

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Eu quero ser free!

Este é um Quati


Já basta o que sofree. Agora  quero ser FREE \o/ !
Carlos kurare


Adoro a paródia feita da música da banda Queen  I Want To Break Free , ela é muito criativa e o carinha manda bem no vocal, além de ter uma paciência de Jó, com a menina de dedinhos nervosos. Parabéns!

A propósito: o animal que aparece na abertura do vídeo é um Guaxinim  e não um Quati!



Música do quati 




QUEEN - I WANT TO BREAK FREE - (legendado - Lyrics)



Quati na mata


Brincando com quatis na Serra do Rio do Rastro


Por favor: Não alimente animais selvagens!
Criar dependência com humanos só lhes fará mal!

Quer saber mais sobre quatis visite: http://www.zoologico.sp.gov.br/mamiferos/quati.htm

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Estas frases vão para os workaholic de plantão.



Trabalho é o primeiro, adorável amante, a nos abandonar na velhice! 
Carlos Kurare



Trabalho é o amante que, à medida que envelhecemos, mais nos "fode"!
Carlos Kurare

Sampa - 20/08/2013 01:52 


Ajude a divulgar o blog do Kurare, ao usar uma de minhas frases cite o nome e se possível coloque o endereço do Blog. Obrigado!

My Sweet Lord - Tradução


workaholic
1. Diz-se de, ou indivíduo que trabalha compulsivamente, relegando outras atividades.
Dicionário Aurélio

"Quem se mata de trabalhar merece mesmo morrer."  Millôr Fernandes

Olha só a hora que estou a postar!!!

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

No Firefox tudo funciona...


Oi! Tudo bem com você?!

Não sei o que acontece, mas com o Navegador Firefox o meu blog não apresenta problemas! Exceto o contador de visitas que ainda está com mau funcionamento. 

Os comentários aparecem, as minhas gravações de voz também, o menu suspenso no topo da página funciona, o menu lateral funciona. Enfim...

Sugiro a navegação pelo FIREFOX link para baixar o Firefox aqui:



Veja aqui os milhares de complementos que ele possui: https://addons.mozilla.org/pt-BR/firefox/


Uma vantagem que sempre gostei no Firefox é que você pode criar uma senha mestre, assim ninguém que entrar no seu PC, consegue acessar páginas que exijam senhas (email, facebook, etc e tal) sem a senha mestre. E você só precisa digitá-la uma vez.







quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Me empresta 1 minuto?


Olá! Você tem um minuto?

O Blog tem apresentado problemas nas últimas semanas. Vi que outros blogueiros têm reclamado também.
O registro de visitas apresenta problemas,  a opção de comentários some e volta. Vários itens não aparecem.  Na tentativa de contornar o problema, acabo de mudar para um modelo do blog de 2011. Vamos ver se ele volta a normalidade.

Está semana tem sido muito complicada para mim. Eu peguei uma virose brava que me jogou na cama e aproveitou-se do meu corpo. Senti-me como um rei, afinal não sai do trono por dias. Tive outros contratempos (infernais) também. 

Não tenho tempo nem saúde no momento para resolver os problemas do Blog. Não posso gastar energia nesse sentido, pois tenho outros problemas maiores para resolver.

Peço-lhe desculpas pelo visual do blog, mas eu também não estou nada bonito no momento.

Felizmente tenho uma meia-dúzia de quatro amigos que me dão uma força nestes momentos. Ainda bem que nunca acreditei em Duas-Facebook  e investi tempo e energia em bons amigos.

Quando eu puder escrever e postar novamente eu o farei.

Navegue pelo blog há muita coisa boa nos arquivos visite as postagens passadas, certamente gostará de ver a evolução ou involução que o tempo nos provoca. 

Demorou mais de um minuto para ler? Que culpa eu tenho se você não tem leitura dinâmica??? 

Um grande abraço para você. 

Carlos Kurare

Contato:
carloskurare@gmail.com 

Moacyr Franco - Soleado -


" Soleado " is a wordless song composed by Ciro Dammicco under the alias " Zacar ",based on his earlier composition " Le Rose Blue ".


Foi ao som desta música que apresentei uma peça que escrevi, dirigi e fui protagonista aos 13 anos. 

Eu era do ginásio, mas concorri e ganhei o festival de teatro do colégio. Minha querida professora, Dona Hilda, me disse após entregar-me o troféu que minha peça estava além da compreensão da maioria do público presente.

No ano seguinte mudei de colégio, perdi contato com a Dna. Hilda e nunca mais ninguém me estimulou a escrever e o sonho de menino de virar escritor foi lentamente se esvaecendo. 

Um estímulo, às vezes, cai tão bem...


Carlos Kurare

sábado, 3 de agosto de 2013

Lie to me!

A questão não é se todos mentem para você. A questão é o quanto mentem.

Carlos Kurare

Sampa - 02/08/2013 09:39


Uma das coisas que mais me chamou a atenção na série Breaking Bad, foi uma qualidade que brotou entre os protagonistas durante os episódios e continuou nas quatro temporadas. A qualidade a qual me refiro é a lealdade. Embora distorcida muitas vezes, mas sempre com o intuito de um cuidar do bem estar do outro.

Lealdade é um artigo de luxo na espécie humana.
02/08/2013 09:39



Breaking Bad: Requiem for a Dream



lealdade
1. Qualidade, ação ou procedimento de quem é leal.
leal
Adjetivo de dois gêneros.
1. Sincero, franco e honesto.
2. Fiel aos seus compromissos. [Sin. (desus.): lealdoso.]
O Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa.

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Amigos, amigos. Negócios à parte!



- Cara que loucura!
- Você deixou para ela o seu carro!
- Deixou a casa!
- Deixou a pensão!
- O que sobrou pra você viver?

- Paz de espírito!!!

Kurare


Sampa - 02/08/2013 03:53


Zizi Possi e Paralamas do sucesso - Meu erro



Meu Erro
Os Paralamas do Sucesso

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Vírus do amor...isso se pega ou se apega?


 

Vírus do amor...isso se pega ou se apega?
Carlos Kurare



Vírus de Amor

Quando uma virose vem e nos vira
do avesso, é que percebemos que
cá fora, não há muito a quem recorrer.

É triste não ter um aconchego,
mais triste é perceber isso,
nos piores momentos de nossa vida!

Quando a descrença nos ronda,
quando as dores nos partem e
...quando partem de nós!

Eu me sinto fora de mim!
Eu me sinto “fora de si”!
Ah! Meu coração... eu já não me sinto!
Só sinto que seja assim!


Por que o medo de errar de novo,
nos deixa marrons como os pirex
refratários e translúcidos da Duralex:
Frios, obscuros... Inquebráveis!


Ah! Meu coração, mente pra mim e,
deixa-me acreditar de novo!
Inspire meu cérebro a parar com objetividades mórbidas.
Convença-o a deixar de ser Cérbero
e permitir-me novamente adoecer de amor!

Eu quero me iludir,
quero voltar a acreditar no outro.
Chega de ser um só!

Necessito urgentemente... Ser dois!

Carlos Kurare

Sampa - 01/08/2013 20:28h



Nestas horas que estou com uma virose brava! Lá quero saber quem foi o inventor, da roda, do fogo e da internet? Eu quero é ovacionar o bendito criador da fralda descartável para adultos!
Kurare


Eu Só Quero Um Xodó Gilberto Gil música de Anastácia e Dominguinhos


De volta pro aconchego - Estou de volta para o meu aconchego - Elba Ramalho - Música Dominguinhos


Biografia de Anastacia (forró): http://www.letras.com.br/#!biografia/anastacia-(forro)

Obrigado a querida leitora Alê - SP por identificar e ajudar-me a corrigir um erro ortográfico no texto acima.

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...