sábado, 31 de julho de 2010

Frango à passarinho!


"Éramos jovens, bonitos e estúpidos, agora somos só estúpidos!" Mick Jagger


A pergunta que não quer calar: Por que o frango cruzou a estrada?



"Eis a opinião de vários especialistas no assunto:

Platão: porque buscava o bem.
Aristóteles: é da natureza dos frangos cruzar a estrada.
Freud: a preocupação com o fato de o frango ter cruzado a estrada é um sintoma de insegurança sexual.
Maquiavel: a quem importa o porquê? Estabelecido o fim de cruzar a estrada, é irrelevante discutir os meios que utilizou para isso.
Marx: o atual estágio das forças produtivas exigia uma nova classe social de frangos, capazes de cruzar a estrada.
Einstein: se o frango cruzou a estrada ou a estrada se moveu sob o frango, depende do ponto de vista. Tudo é relativo.
Sócrates: tudo que sei é que não sei.
Parmênides: o frango não atravessou a estrada porque não podia mover-se. O movimento não existe.
Darwin: ao longo de grandes períodos de tempo, os frangos têm sido selecionados naturalmente, de modo que, agora, têm uma predisposição genética a cruzar estradas.
Blaise Pascal: quem sabe? O coração do frango tem razões que a própria razão desconhece.
Sartre: trata-se de mera fatalidade. A existência do frango está em sua liberdade de cruzar a estrada.
Nietzsche: ele deseja superar a sua condição de frango, para tornar-se um superfrango.
Richard Dawkins: na verdade são os genes para atravessar a rua que estão de fato atravessando a rua. O frango é apenas uma forma que os genes encontraram para realizar essa tarefa.
Pavlov: porque antes eu tocava uma sineta e oferecia alimento ao frango do outro lado da rua. Agora, após vários experimentos iguais, basta tocar a sineta sem lhe dar alimento que ele a atravessará.


Hipócrates: devido a um excesso de humores em seu pâncreas.
Kant: o frango seguiu apenas o imperativo categórico próprio dos frangos. É uma questão de razão prática.Martin Luther King: Eu tive um sonho. Vi um mundo no qual todos os frangos serão livres para cruzar a estrada sem que sejam questionados seus motivos.
Schopenhauer: no ato de atravessar, está fugindo de si mesmo numa tentativa de aliviar o tédio e sofrimento que é estar vivo neste mundo sem sentido.
Newton: 1) Frangos em repouso tendem a ficar em repouso; frangos em movimento tendem a cruzar a estrada. 2) por causa da atração gravitacional exercida pelos outros frangos que já estavam do outro lado da estrada."

Anônimo


Minha modesta contribuiçao:
Gene Roddenberry :"Audaciosamente indo onde nenhum frango jamais esteve"
George Mallory:Porque o outro lado da rua simplestmente está lá!
Michelangelo Buonarroti: Por que só caminha por caminhos nunca antes percorridos.
Bob Marley: Ele não cruzou a estrada, ele viajou... 
Carlos Kurare

Uma dúvida me ocorreu agora, se a galinha faz sexo com o galo. O frango faz sexo com quem? (lembro-me dessa pergunta sendo feita pelo pai do Georges no genial seriado Seinfeld). 

Outra dúvida mais assustadora: Você já viu um chester? V I V O?!
Eu também nunca vi, e olha que os procurei no google, e só achei os bichos embalados ou prontos para servir.

Caso você já tenha visto um chester, um dodô ou uma harpia, e possa provar com fotos a existência dessas aves míticas, envie-me um e-mail com a foto para que eu possa postá-las no Blog.

Na próxima semana não perca a nossa revelação bombástica: cientistas da Patagônia revelam quem nasceu primeiro, se foi o ovo ou a galinha.

Escreva para mim: qual o animal mais estranho que bota ovos, anexe o link da foto do animal e ganhe um brinde do Blog (caso você envie a foto mais estranha, e, eu goste!).
Você sabe como esconder um elefante numa plantação de morangos? 
Simples! Pinte as unhas dele de vermelho.

Saiba na próxima semana a verdade sobre gemada de ovo de cobra e a cura da disfunção erétil em homem jacaré.


Marylou - Ultraje a Rigor

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Nunca deixe uma raposa cuidar do galinheiro.


Aprendi uma coisa ao longo da vida, nunca deixe uma raposa cuidar do galinheiro.

Carlos Kurare


A Evidência

Millôr Fernandes

Ainda que pasmem os leitores, ainda que não acreditem e passem, doravante, a chamar este escritor de mentiroso e fátuo, a verdade é que, certo dia que não adianta precisar, entraram num restaurante de luxo, que não me interessa dizer qual seja, um ratinho gordo e catita e um enorme tigre de olhar estriado e grandes bigodes ferozes. Entraram e, como sucede nas histórias deste tipo, ninguém se espantou, muito menos o garçom do restaurante. Era apenas mais um par de fregueses. Entrados os dois, ratinho e tigre, escolheram uma mesa e se sentaram. O garçom andou de lá pra cá e de cá pra lá, como fazem todos os garçons durante meia hora, na preliminar de atender fregueses mas, afinal, atendeu-os, já que não lhe restava outra possibilidade, pois, por mais que faça um garçom, acaba mesmo tendo que atender seus fregueses. Chegou pois o garçom e perguntou ao ratinho o que desejava comer. Disse o ratinho, numa segurança de conhecedor - "Primeiro você me traga Roquefort au Blinnis. Depois Couer de Baratta filet roti à la broche pommes dauphine. Em seguida Medaillon Lagartiche Foie Gras de Strasbourg. E, como sobremesa, me traga um Parfait de biscuit Estraguèe avec Cerises Jubilée. Café. Beberei, durante o jantar, um Laffite Porcherrie Rotschild 1934.

— Muito bem - disse o garçom. E, dirigindo-se ao tigre — E o senhor, que vai querer?

— Ele não quer nada — disse o ratinho.

— Nada? — tornou o garçom — Não tem apetite?

— Apetite? Que apetite? — rosnou o ratinho enraivecido — Deixa de ser idiota, seu idiota! Então você acha que se ele estivesse com fome eu ia andar ao lado dele?

MORAL: É NECESSÁRIO MANTER A LÓGICA MESMO NA FANTASIA.

Texto extraído do livro “Fábulas fabulosas”, José Álvaro, Editor — Rio de Janeiro, 1964, pág. 89.

E por falar em rato...

Castelo Rá Tim Bum - Ratinho - Banho é bom!

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Peço desculpas a você por ainda não ter respondido seu email.



Peço desculpas a você por ainda não ter respondido seu email. Sei que já faz mais de um mês. Mas tive uma série de dificuldades (preguiça) afinal sou um descamisado (sim descamisado intelectual, um desafortunado das coisas do intelecto) fiquei sem computador sem internet (sem vergonha na cara, aposto que agora vai se fazer de coitadinho e por a culpa no frio na artrite).  O frio também atrapalhou muito (mas que cara de pau!), e a artrite... (eu sabia...eu sabia eu disse não é a toa que me chamo Walter-ego - o alter-ego do Kurare). Mas estou respondendo os emails, tenha um pouquinho mais de paciência, afinal é quase meia dezena de emais.   :o)

Carlos Kurare

Gente assim é bom ter por perto, pois são pessoas raras... São como ilhas para náufragos.

Olá!

Navegante...

Você tem um perfil muito interessante! Parece ser uma pessoa agradável, sensível e inteligente. Gente assim é bom ter por perto, pois são pessoas raras... São como ilhas para náufragos.
Então... convido-a, sem compromisso, a conhecer o meu Blog. Pretendo, dessa forma, ampliar o meu círculo de amizades. Afinal! Quem sabe por quais mares navegaremos no futuro?
Carlos Kurare

Timoneiro - Paulinho da Viola - Comp. P.Da Viola E Hermínio Bello De Carvalho


Timoneiro

( Composição Paulinho Da Viola E Hermínio Bello De Carvalho )

E quanto mais remo mais rezo
Pra nunca mais se acabar
Essa viagem que faz
O mar em torno do mar
Meu velho um dia falou
Com seu jeito de avisar:
- Olha, o mar não tem cabelos
Que a gente possa agarrar

Não sou eu quem me navega
Quem me navega é o mar
Não sou eu quem me navega
Quem me navega é o mar
É ele quem me carrega
Como nem fosse levar
É ele quem me carrega
Como nem fosse levar

Timoneiro nunca fui
Que eu não sou de velejar
O leme da minha vida
Deus é quem faz governar
E quando alguém me pergunta
Como se faz pra nadar
Explico que eu não navego
Quem me navega é o mar

Não sou eu quem me navega
Quem me navega é o mar
Não sou eu quem me navega
Quem me navega é o mar
É ele quem me carrega
Como nem fosse levar
É ele quem me carrega
Como nem fosse levar

A rede do meu destino
Parece a de um pescador
Quando retorna vazia
Vem carregada de dor
Vivo num redemoinho
Deus bem sabe o que ele faz
A onda que me carrega
Ela mesma é quem me traz

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Mãos quentes no inverno... Feitiçaria!



Dra. Neca. As luvas que me enviou são de pele de carneiro natural!!! Puxa a última criatura natural que tocou minha pele nos últimos 6 meses, foi... se não me engano... três mosquitos, duas pulgas e um carrapato! Só espero... que as luvas não me tirem sangue também. Menina...deve ter aberto um crediário em 12 vezes nas casas da Banha para comprar essas luvas.

AH! Que legal! Com elas vou me livrar do meu complexo de Pilatos, não preciso mais lavar as mãos para tocar em alimentos, bem como, nas feridas do espírito, das raras pessoas que circundam o meu pequeno vasto mundo.

Agradeço aqui, para calar os que pensam que dentro de mim, bate um coração... frio... áspero... duro! Quero dizer que não!!! Dentro de mim não bate um coração, frio, áspero... duro!! Pois ele... ele...ele não bate mais há anos! rsrs

A Dra. Neca é doutora em feitiçaria e necromancia, já que conversa com mortos como eu. Tem um humor sofisticado, e domina a fina arte de unir o inútil ao desagradável. Tecnicamente é a amiga virtual mais antiga que fala comigo. Melhor eu consertar a frase ou ela me rogará uma praga. Não quero dizer que ela seja antiga, é só a mais velha que conheço, digo não mais velha de idade mas de tempo de conhecimento na net. Espero ter sido claro, ouvi dizer que ela também domina a delicada arte dos bonecos VODU.

Caramba me lembrei daquele poema da Cecília das mão quebradas...

Por falar em mãos quebradas, lembrei-me do Haroldo. Ele pediu para eu dar uma dica pra você. Ele ficou muito sensibilizado com o filme 21 gramas, e não recomenda esse filme para pessoas sensíveis.

Neca seu presente não aquecerá meu coração, mas, sem dúvida alguma, aquecerá minhas mãos!

Muito obrigado pelo divino presente, antecipado, de aniversário!

Carlos Kurare


Sem palavras ou neste caso 100 palavras!



Eu pensei que, quem gravara essa música fora o Amado Batista, mas pasmem não a achei no youtube. Tá, às vezes também fico pasmado com o meu ecletismo musical!

Carlos Alexandre - Feiticeira 


 A tecnologia produz beleza, mas arte só mãos humanas são capazes de gerar. Quem não assistiu aos maravilhosos desenhos da Disney, comeu uma maçã envenenada e ainda não acordou! 
Bruxa da Branca de Neve - Walt Disney

A necessidade do movimento...sapateado



Como ontem falei da necessidade do movimento, hoje vi este vídeo, e achei-o fabuloso! Eu particularmente não gosto de sapateado e muito menos de musicais (há poucas exceções), não tenho esse refinamento artístico, afinal, pra quem já foi menino da periferia, que subiu em árvores, jogou bolinha de gude em rua de terra e soltou pipas, essas coisas são difíceis de assimilar. 


Mas, ao ver o vídeo abaixo, fiquei impressionado com a sincronia dos bailarinos, e imaginei: quantas horas, dias, meses... não foram necessários em ensaios, suores, angústias e dores, para chegarem a essa perfeição?
Dança é ritmo!



Eu... que mal consigo ritmar a minha vida! Pergunto: como bailarinos conseguem quebrar regras básicas de tempo e espaço, com os pés?

Carlos Kurare

Sapateado

A vida? A vida é puro movimento!


"Sem o esforço da busca é impossível a alegria do encontro..." 
anônimo






O que é, o que é? por Zizi Possi - composição: Gonzaguinha.


Obrigado Norma! Pela dica do Vídeo na interpretação da Zizi, realmente é genial.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Promoção do Blog do Kurare...

Troféu de gente rara!


Vou lhe fazer um pedido!

Por favor, divulgue o Blog! Vamos trazer mais gente rara para esta tribo.
No mar de mediocridade que há pela net.Vamos trazer mais gente para pegar esta Onda! Convide pessoas com sensibilidade, com inteligência, com cultura, com bom gosto, com dinheiro... pensando bem, o vil metal dificilmente se mistura com os outros ingredientes. Bem... talvez com alguns, afinal, se não fosse a gentileza de muitos mecenas ao longo dos anos, muito que há por ai da arte não existiria. Então donativos são bem vindos! Puxa...eu daria o seu braço direito por um patrocinaDOR, talvez...Até vendesse a sua alma por um...  :o)

É isso! Divulgue o endereço do Blog pois estou sendo pressionado pelos anunciantes para aumentar para duas casas decimais o número de leitores.

Para estimular você, que não sai da zona de conforto nem para tratar o canal, digo... para mudar de canal. Sabe ver um canal deferente, pode lhe fazer bem...às vezes faz sim! Principalmente se você for do sexo feminino e gostar de sexo com menino.

Bom voltando ao assunto: Inventei uma promoção...

Promoção do Blog do Kurare: Quem mais trouxer novos leitores para o Blog até o final do mês ganhará inteiramente grátis os seguintes prêmios:

1º lugar: Um CD para rodar em qualquer toca-cds de carro, com alguns poemas na voz de Carlos Kurare.

2º lugar: Uma folha marcadora de página. (folha da árvore de pau-brasil que crio dentro de um vaso há cerca de 15 anos. Secou naturalmente, pois foi esquecida dentro de um livro);

3º lugar: uma pedra semipreciosa (vamos explicar para que não haja dúvidas, a pedra me é muito preciosa, pois a expeli numa crise de cálculo renal. Foi devidamente lavada e está assepticamente adequada ao uso a que se destina, ou seja: nenhum!);

4º lugar: Um frasco caríssimo de perfume francês legítimo. ( O frasco me é caríssimo, pois ele continha um perfume do qual eu tinha enorme apreço);

5º lugar: um power ball unisex, com defeito no visor digital, ou falta de bateria. Presente que vai proporcionar a você uma sensível melhora no seu desempenho sexual, largamente indicado para melhorar a prática do vício solitário.

Os prêmios acima citados deverão ser retirados em São Paulo, ou poderão ser entregues pessoalmente, desde que o ganhador arque com as despesas de translado de avião, trem, ônibus, pau-de-arara ou de riquixá. Lombo de mula está fora de cogitação, pois ando com dor nas costas.
Para os leitores do Ceará, já vou avisando, não durmo em redes.
Quanto a alimentação quero avisar que, como de tudo, desde que seja feito por um chefe francês ou cearense, pois no frigir dos ovos, dá na mesma.

Carlos Kurare

Música para os campeões

Carruagem de Fogo - Chariots of Fire HD - Vangelis

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Dica de informática: Navegador Google




Oi vou dar uma dica pra você que não usa o navegador Google Chrome.  USE-O!!!
Sua navegação na internet vai ficar estupidamente mais rápida. Eu há anos uso o Firefox, e assim que foi lançado o Chrome, da genial empresa do Google,  adotei-o! O Chrome está a cada dia melhor. Ainda uso o Firefox, mas navego mais rápido com o Chrome. Ele traz um tradutor  de página da web,  que ajuda muito, principalmente quando navego em sites do Cazaquistão, Borneu, Etiópia e Shangri-La.

Ah! Se você usa o Internet Explorer: "tenho pena de quem chora, de quem chora tenho dó..." Meus pêsames! 
Carlos Kurare

Para baixar o Google Chrome em português clique aqui.


Por falar em alfinetadas:

ELE DESCE REDONDO!

Mudar não só é possível. Mudar é necessário!

Foto do filme Feitiço do Tempo
 Mudar não só é possível. Mudar é necessário!

Quer você queira ou não, mudanças virão! Prepare-se para elas!
Ou, sofra as consequências.

Carlos Kurare

 Mudan@as a@ontecem

sábado, 24 de julho de 2010

Eu não ovo...

Bem hoje o dia será mais curto, mas talvez seja diferente. Ei! Olhe pra mim quando falo com você, assim terei a impressão de que me ouve ! Sei...sei que está escutando, mas quero mais! Quero que preste atenção! Quero que "OVA"! Como assim? Como não conhece o verbo "OVIR"? Conjuga-se como o verbo "PERAR".
 Bem... "ovir" é ouvir e prestar atenção. É importar-se com o que o outro fala! Isso é claro se o outro não é sua mãe (a dela, não a sua, presta atenção, me "ove"), que fica falando um monte de ovas no seu ouvido! Não... não tenho nada contra sogras, pelo contrário, a minha mãe sempre foi uma excelente sogra! Não, não estou sendo sarcástico com a sua mãe. Não, eu não ajo com indiferença com ela, eu precisaria ver traços, ao menos remotos, de humanidade nela, para lhe ser indiferente.  Eu não sou desumano não! Como assim vai pra casa da sua mãe? Ei não bate a porta... Droga! Pedi prá não bater! Por que mulheres nunca nos ouvem, ou "ovem"?!
Carlos Kurare

Uma pessoa me escreveu e disse que ficou irritada com uma "porcaria" de postagem que leu no blog. Imagine então eu... que fui obrigado a ler toda a porcaria nele contida! 

Carlos Kurare




 
É como diz o Haroldo: Problemas drásticos requerem soluções drásticas!




AS PESSOAS QUE NÃO OUVEM
Mario Prata


"Você deve conhecer uma ou mais delas. São aquelas pessoas com quem você está conversando e – de repente – você percebe que elas não estão te ouvindo. Sim, porque na primeira vírgula, na primeira pausa, ela entra em outro assunto, geralmente falando de si mesma. Tenho um amigo, aliás uma pessoa muito famosa, que ficou uns três anos sem ouvir, sem prestar a mínima atenção nos outros. Fomos nos afastando dele. Agora, que se separou da esposa, passou a ouvir. Não estou querendo dizer que os casados não ouvem. Longe de mim. O caso ali é específico.


As pessoas que não ouvem, não são surdas. Elas escutam, mas não ouvem. Será que eu estou sendo claro? Você fala com elas e percebe que o olhar que deveria estar te mirando, tá longe. Sabe-se lá onde.

Pois eu resolvi o problema. Descobri que as pessoas que não ouvem, só não ouvem ao vivo. Mas se você telefonar, elas te escutam, te ouvem, enfim, falam com você. Não sei qual é a mágica do telefone para fazer trazer aquelas pessoas à nossa realidade e ao nosso mundo. Aí passei a só falar com este tipo de gente por telefone. Se a ligação for interurbana, ele ouve mais ainda.


Acho que é isto: quanto mais longe você está, mais ele presta atenção. Sim, porque quando você está perto ele não te ouve e nem te vê. Mas, não te vendo, ao telefone te ouve. Será que o Bell e o Freud chegaram a pensar nisso um dia?

Você entendeu, ou não ouviu nada do que eu disse?"
MARIO PRATA






"Via Láctea" - Olavo Bilac

sar.cás.ti.co
1 Pertencente ou relativo ao sarcasmo. 2 Que envolve ou exterioriza sarcasmo. 3 Caracterizado por desprezo ou repugnância. 4 Diz-se da pessoa propensa ao uso de sarcasmos.(Dic. Aurélio)

sexta-feira, 23 de julho de 2010

A vida é simples, vamos portanto...complicá-la!


Em linguagem popular: "Por um carinho teu, minha cabrocha, eu vou até o Irajá. Que me importe que a mula manque, eu quero é rosetar".

Em linguagem culta: "Mediante um afago seu, minha mameluca, eu vou até o deslocar-se-á nesse momento. Pouco se me dá que a azêmola claudique, o que me apraz é acicatá-la" (Valdir)
Me desculpem os letrados, mas há horas que eu gosto de comer a galinha com as mãos.
E como dizia o saudoso Adoniran:" É como diz o deitado. Pobre quando come galinha, ou ele tá doente, ou a galinha!"

Carlos Kurare

Eu Quero É Rosetar!
(Haroldo Lobo/Milton de Oliveira)

Por um carinho seu minha cabrocha
Eu vou a pé a Irajá
Que me importa que a mula manque
Eu quero é rosetar.

Faço qualquer negógio
Com você cabrocha
Tanto faz ser lá no Rocha
Ou Jacarepaguá
Pode até a mula mancar
Que eu vou a pé pra lá.

Que me importa que a mula manque
Eu quero é rosetar.

Marcha recorded by Jorge Veiga.
Continental 15751-A; released for the 1947 carnaval.

Emília
(Haroldo Lobo/Wilson Batista)

Quero uma mulher que saiba lavar e cozinhar
Que de manhã cedo me acorde
na hora de trabalhar
Só existe uma
E sem ela eu não vivo em paz
Emília, Emília, Emília
Eu não posso mais.

Ninguém sabe igual a ela preparar o meu café
Não desfazendo das outras Emília é mulher
Papai do céu é quem sabe a falta que ela me faz
Emília, Emília, Emília
Eu não posso mais.

Roberto Silva e Tuco - Emília ( Wilson Batista/ Haroldo Lobo )


"Rosetar é divertir-se com o sexo oposto. A origem da expressão vem do interior, quando os adolescentes não tinham chances sexuais e faziam sexo com animais. Com éguas e mulas, principalmente. E, narra Rubião Pedrosa, em seu delicioso Recordações da Minha Infância, que lá na cidade dele tinha uma mula (Dalva) que, de tanto rosetar com os meninos, já estava até manca. Donde veio a frase na boca do garoto Pedrinho"
Peguei daqui ó: http://www.marioprataonline.com.br/obra/literatura/adulto/benedito/verbetes/que_me_importa_que_a_mula.htm

quinta-feira, 22 de julho de 2010





Você concorda com a Luna?
Quer que eu grave e disponibilize no youtube o poema abaixo?

Ligue 0800- 70 70 e não atendem! Para SIM

ou Ligue: 0800- 60 e espere sentado! Para Não

ou ligue: 0800- 80 de novo pois está 100 linha! Para Talvez

Carlos Kurare


"Há corações que partem...sabe-se lá os motivos...


Quando eu era ainda adolescente, pude descobrir através do Vinícius, que partir nem sempre significa abandono ou desamor...por vezes é inevitável.


Ausência - Vinícius de Moraes


Eu deixarei que morra em mim
o desejo de amar os teus olhos que são doces
Porque nada te poderei dar
senão a mágoa de me veres eternamente exausto
No entanto a tua presença
é qualquer coisa como a luz e a vida
E eu sinto que em meu gesto
existe o teu gesto e em minha voz a tua voz
Não te quero ter porque em meu ser tudo estaria terminado
Quero só que surjas em mim
como a fé nos desesperados
Para que eu possa levar
uma gota de orvalho
nesta terra amaldiçoada
Que ficou sobre a minha carne
como nódoa do passado
Eu deixarei...
tu irás e encostarás a tua face em outra face
Teus dedos enlaçarão outros dedos
e tu desabrocharás para a madrugada.
Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu,
porque eu fui o grande íntimo da noite.
Porque eu encostei minha face na face da noite
e ouvi a tua fala amorosa.
Porque meus dedos enlaçaram os dedos da névoa
suspensos no espaço.
E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado.
Eu ficarei só
como os veleiros nos pontos silenciosos.
Mas eu te possuirei como ninguém
porque poderei partir.
E todas as lamentações do mar,
do vento, do céu, das aves, das estrelas
Serão a tua voz presente,
a tua voz ausente,
a tua voz serenizada.


Carlos,


Acho que ficaria perfeito na sua voz."


Luna

E por falar em telefone...

PeLo TeLeFoNe -O pRiMeIrO sAmBa bRaSiLeIrO - Chico Buarque, Donga

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Ainda a consertar e a concertar as coisas por aqui!


O Netbook esta quase funcional. Botar o XP dentro dele sem leitor de cd, usando pendriver e imagens de disco é possível, mas dá trabalho.

Estou de volta a minha toca, e vou tocar em frente.

Sair para ver arte, foi bom. Não o fazia há meses, ciceronear uma amiga professora em sampa foi ótimo!

Mas nada como voltar para o conforto do lar e comer uma saborosa bota, como a da foto acima, não tem preço. Pensando bem, não tem preço e, também não aparece no cardápio.

Carlos Kurare. Os serviços das praças de alimentação dos shoppins estão assustadores: falta gentileza e higiêne dessa gente que mexe com comida. Preste atenção nas mãos dos presdigitadores que manipulam o que você vai comer!
O subway, apesar de alguma lojas deixarem a desejar no atendimento, tem algumas poucas lojas muito boas em sampa, e o lanche é tudo de bom, pois tem seres vivos, mortos e processados, do reino animal e vegetal.

Acho que quando der vou analisar de forma mais profunda a incoerência dos vegetarianos, que vivem a dizer que não comem animais vivos, e no entanto comem alface que são criaturas tão ternas e delicadas. Pra não falar nos brotos de feijão... que são devorados precocemente no ínicio de suas tenras vidas.

Texto sem revisão por total falta de tempo.

Carlos Kurare

Para ver os vídeos Clique em FULL SCREN!!! "É mais melhor" de ver!
E por falar em conserto, digo concerto e vegetais:


O Guarany - Elis Regina - Carlos Gomes


Momentos de paz 

terça-feira, 20 de julho de 2010

Dia do amigo

Dia do amigo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
O Dia do Amigo foi adotado em Buenos Aires, na Argentina, com o Decreto nº 235/79, sendo que foi gradualmente adotado em outras partes do mundo.

A data foi criada pelo argentino Enrique Ernesto Febbraro. Ele se inspirou na chegada do homem à lua, em 20 de julho de 1969, considerando a conquista não somente uma vitória científica, como também uma oportunidade de se fazer amigos em outras partes do universo. Assim, durante um ano, o argentino divulgou o lema "Meu amigo é meu mestre, meu discípulo é meu companheiro".

Aos poucos a data foi sendo adotada em outros países e hoje, em quase todo o mundo, o dia 20 de julho é o Dia do Amigo, é quando as pessoas trocam presentes, se abraçam e declaram sua amizade umas as outras.

No Brasil, o dia do amigo é comemorado de maneira não oficial em 20 de julho.



You've got a friend - James Taylor - Subtítulos Español - With Lyrics


segunda-feira, 19 de julho de 2010

Eros e Psique - Texto de Fernando Pessoa - voz Maria Bethânia



 Fernando Pessoa

"Conta a lenda que dormia
Uma Princesa encantada
A quem só despertaria
Um Infante, que viria
De além do muro da estrada.

Ele tinha que, tentado,
Vencer o mal e o bem,
Antes que, já libertado,
Deixasse o caminho errado
Por o que à Princesa vem.

A Princesa Adormecida,
Se espera, dormindo espera,
Sonha em morte a sua vida,
E orna-lhe a fronte esquecida,
Verde, uma grinalda de hera.

Longe o Infante, esforçado,
Sem saber que intuito tem,
Rompe o caminho fadado,
Ele dela é ignorado,
Ela para ele é ninguém.

Mas cada um cumpre o Destino
Ela dormindo encantada,
Ele buscando-a sem tino
Pelo processo divino
Que faz existir a estrada.

E, se bem que seja obscuro
Tudo pela estrada fora,
E falso, ele vem seguro,
E vencendo estrada e muro,
Chega onde em sono ela mora,

E, inda tonto do que houvera,
À cabeça, em maresia,
Ergue a mão, e encontra hera,
E vê que ele mesmo era
A Princesa que dormia."


Eros e Psique - Texto de Fernando Pessoa - voz Maria Bethânia


Paixão - Kleiton e Kledir

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...