terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Eu peço água!



É saudável quando um adolescente torna-se adulto, 
mais saudável ainda é ver um adulto tornar-se adulto!
Carlos Kurare

Gostei do filme O Verão Da Minha Vida (2013), é um filme leve, ideal para assistir com os filhos, que me deu uma baita vontade de ir a um parque aquático! Não vou a um há anos!

Num parque aquático eu me transformo numa criança! E você?
Se puder... leve seus filhos, antes que o sol se vá e pior: antes que eles cresçam!
Carlos Kurare

O Verão da Minha Vida - The Way, Way Back, 2013  - Trailer



Duncan (Liam James) é um garoto de 14 anos que vive com a mãe e não suporta o namorado dela, Trent (Steve Carell), que volta e meia o menospreza. Eles viajam para uma casa de praia durante o verão, juntamente com a filha de Trent, Laura (Devon Werden). Deslocado em meio aos amigos de Trent e até mesmo com a própria mãe, Duncan passa os dias pedalando pelas redondezas. Num de seus passeios ele conhece Owen (Sam Rockwell), um cara despojado que trabalha no parque de diversões aquático local. Não demora muito para que o garoto se aproxime dele, especialmente quando consegue um emprego de verão no próprio parque.
fonte: http://www.adorocinema.com/filmes/filme-138313/


quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

El Cid




El Cid

Imagine por um instante, um majestoso cavaleiro como El Cid. Portentoso com sua espada afiada no corpo de muitos inimigos. O corpo suado, consequência de longas jornadas por terras distantes. Montado num garboso cavalo branco. Sua pele é um livro, escrito com tinta de sangue em páginas de cortes e cicatrizes. Livro este que conta as dores causadas por sangrentas batalhas e terríveis privações!
Batalhas estas que revelam a crueza e o heroísmo de sua alma!

Conseguiu imaginar?

Então... eu sou Babieca... o cavalo!

Carlos Kurare





Um épico: El Cid - 1961


Sinopse e detalhes
"A trajetória de Rodrigo Diaz de Bivar, mais conhecido como El Cid (Charlton Heston), herói espanhol do século XI que uniu os católicos e os mouros do seu país para lutar contra um inimigo comum: o emir Ben Yussuf (Herbert Lom). Esta longa jornada começou quando Rodrigo, um súdito do rei Ferdinand de Castella, Leão e Astúrias (Ralph Truman), liberta cinco emires que eram prisioneiros dele e por causa deste ato é acusado de traição. Don Ordóñez (Raf Vallone) o acusa inicialmente, mas na corte é o Conde Gormaz de Oviedo (Andrew Cruickshank) quem acusa duramente Rodrigo e humilha Don Diego (Michael Hordern), o pai de Rodrigo. Estes acontecimentos acabam provocando um duelo de Rodrigo com o Conde Gormaz, o campeão do rei. Rodrigo o mata, mas acontece que Gormaz também era pai de Jimena (Sophia Loren), a mulher que Rodrigo amava e com quem ele pensava em se casar. Mas, em virtude do acontecido, ela passa então a odiar (ou pensa, que odeia) Rodrigo, seu antigo amor. Aproveitando este momento conturbado Ramiro, rei de Aragão, exige a posse da cidade de Calahorra e sugere que ela seja disputada entre os paladinos de cada reino em uma luta até a morte. Então Rodrigo se apresenta para duelar pelo seu rei, pois ele tinha matado Gormaz, o antigo paladino, e se Rodrigo vencesse o combate contra Don Martin (Christopher Rhodes), que já tinha matado vinte e sete homens em combates corporais, seria perdoado pelo rei."
Fonte: http://www.adorocinema.com/filmes/filme-5271/

sábado, 8 de fevereiro de 2014

Recordar é viver!



Sentimos saudade... Não do que perdemos, mas do que nos faz falta!

Carlos Kurare


Saudade é o sumo que sai quando tua lembrança me espreme o coração.

Carlos Kurare

O poema abaixo foi escrito, aos 15 anos, por minha filha. A gravação que fiz é caseira. 
Foi gravado sem recursos de estúdio. A captação foi feita diretamente do notebook.
Carlos Kurare


Bem... quero dizer que este poema da minha filha,
é um presente sem preço, mas, com muito apreço,
presente que nunca ganhei, e que nem me foi dado,
mas sei que tem muito do meu suor incrustado,
em cada palavra e tem meu tempo e minhas arestas,
bem como, tem meu amor polvilhado em suas frestas.
Gostaria de dizer não! Mas, com certeza, o mereço!

-O porto que agora bebo para comemorar este momento desce-me suave à garganta. Ler o poema de minha filha desce-me delicadamente alma adentro.
- Espero que você goste de ouvi-lo como eu gosto de senti-lo!

Filha...você me dá um orgulho danado!

No Frio da Saudade - Poema de Lilica - Voz Carlos Kurare

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...