quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Partilhe sua gentileza... o mundo precisa!

No mundo não há muitas pessoas:
Inteligentes como 
hawking
 cultas como

belas como

ricas como

Mas em compensação há muitas pessoas gentis... como você!


Nos últimos dias eu tenho sido alvo de muitas gentilezas!
Obrigado à gentil menina que me emprestou um creme para eu limpar as mãos sujas de graxa. Obrigado às pessoas do restaurante japonês, que tão gentilmente me atendem.

Obrigado ao Jovem vendedor, bem como sua gerente da Camisaria Colombo que foram tão prestativos.  Obrigado a todos os amigos que me ligam, que me visitam,  enfim... obrigado a todos que fizeram desta minha semana um mar de alegria  e de gentilezas. Este velho rabugento agradece a todos com muito carinho!


 Somos poucos, mas um dia... seremos muitos!
Carlos Kurare


Life Vest Inside - Kindness Boomerang - "One Day"

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Humor escatológico para maiores de 18 anos!

As pessoas entrevistadas não sabem que estão numa pegadinha para o filme Borat. O filme é uma sátira ao estilo de vida estadunidense.
Eu juro que não assisti esse filme, afinal tenho uma reputação a zelar ( Valter  Ego diz: assistiu sim, porque eu vi!!!)!


Borat - Agência de Namoros




Elenco: Sacha Baron Cohen, Ken Davitian, Luenell, Pamela Anderson, Bob Barr, Bobby Rowe, Alan Keyes, Mariam Behar, Spirea Ciorobea, Michael Psenicksa, Jim Sell.
Direção: Larry Charles
Gênero: Comédia
Duração: 85 min.
Distribuidora: Fox Film
Estreia: 23 de Fevereiro de 2007

Sinopse: O hilário Sacha Baron Cohen traz para o cinema seu personagem Borat: um bizarro jornalista do Cazaquistão com um humor irreverente, escrachado e explosivo. Borat abandona sua terra natal numa viagem à América para fazer um documentário. Em seu percurso por todo o país, Borat encontra pessoas normais em situações reais, mas com conseqüências inimagináveis. Seu ponto de vista e comportamento gera fortes reações de todas as partes, expondo os preconceitos e hipocrisia do modelo de vida americana. Situações cômicas e constrangedoras fazem desse filme uma experiência única.

Curiosidades:
» Vencedor do Globo de Ouro de 2007 de Melhor Ator.

» Vencedor do Broadcast Film Associação de Críticos Melhor Filme de Comédia.

» Indicado ao Oscar 2007 como Melhor Roteiro Adaptado.

Borat encontra David Letterman [LEGENDADO]

domingo, 26 de fevereiro de 2012

"E o passado é uma roupa que não nos serve mais"

Hoje tive a grata satisfação de relembrar  e pseudo-cantarolar, com um grande amigo, algumas "maradivinas" músicas do Belchior.
É curioso... Há pouco conversei com uma jovem e ela não gosta das músicas do Belchior, pelo menos da que mencionei: Galos Noites e Quintais. Uma questão ficou-me a martelar o cérerbro será ela tão jovem ou serei eu tão velho... Senti-me tão... tão... Ana to crônico...
Carlos Kurare
 vulgo: anacrônico!



Belchior-Alucinação


Galos Noites e Quintais - Belchior


"Do Álbum Coração Selvagem, o segundo de Belchior, lançado em 1977 pela WEA. Após o sucesso do seu primeiro disco, Alucinação, Belchior seguiu lançando músicas que consagraram sua carreira nesse álbum, como a faixa-título, "Paralelas", "Galos, Noites e Quintais" e "Todo Sujo de Batom"."
Fonte Youtube - Enviado por isidoroandrade em 26/03/2011

VELHA ROUPA COLORIDA (Elis Regina)- música de Belchior


Velha Roupa Colorida
Belchior


Composição: Belchior
Você não sente nem vê
Mas eu não posso deixar de dizer, meu amigo
Que uma nova mudança em breve vai acontecer
E o que há algum tempo era jovem novo
Hoje é antigo, e precisamos todos rejuvenescer
Nunca mais meu pai falou: "She's leaving home"
E meteu o pé na estrada, "Like a Rolling Stone..."
Nunca mais eu convidei minha menina
Para correr no meu carro...(loucura, chiclete e som)
Nunca mais você saiu a rua em grupo reunido
O dedo em V, cabelo ao vento, amor e flor, quero cartaz
No presente a mente, o corpo é diferente
E o passado é uma roupa que não nos serve mais
No presente a mente, o corpo é diferente
E o passado é uma roupa que não nos serve mais
Como Poe, poeta louco americano,
Eu pergunto ao passarinho: "Black bird, o que se faz?"
Haven never haven never haven
Black bird me responde
Tudo já ficou atras
Haven never haven never haven
Assum-preto me responde
O passado nunca mais
Você não sente não vê
Mas eu não posso deixar de dizer, meu amigo
Que uma nova mudança em breve vai acontecer
O que há algum tempo era jovem novo,
Hoje é antigo
E precisamos todos rejuvenescer (bis)
E precisamos rejuvenescer

"É preciso saber viver..."

"Esqueça essa história de querer entender tudo.
Em vez disso viva! Em vez disso divirta-se.
Não analise, celebre. " 
Osho

É... preciso analisar essa frase!
Carlos Kurare





"É Preciso Saber Viver" Titãs - música de Roberto Carlos e Erasmo Carlos


... Gosto da interpretação dos titãs e gosto na voz do Rei! 
É... rei nunca perde a majestade!

Roberto Carlos - Canta: É preciso saber viver.mp4

sábado, 25 de fevereiro de 2012

É preciso saber dizer adeus...



Eu aprendi a dizer adeus...
Me esforço agora, para aprender a ouvir adeus!
Carlos Kurare

É preciso saber dizer adeus
Letícia Thompson

Há coisas que ninguém nos ensina; há coisas que nunca queremos aprender.

Recebemos de bom ou mau grado o que a vida nos impõe e depois nos apegamos a essas coisas, pessoas ou sentimentos como se para existirmos precisássemos deles.

Dizer adeus é como deixar um pedaço de si e se impedir de olhar pra trás.

Sim... confesso que é difícil dizer adeus, aquele sem retorno, às pessoas que amamos e aceitar isso como parte natural da vida.

É amargo aceitar o adeus dos sonhos, dos que começaram e jamais foram terminados.

Mas o que é incompreensível no ser humano é a rejeição do adeus total e definitivo às feridas e magoas que consomem nossas entranhas.

É a dificuldade em livrar-se do passado, das manchas da alma, do que nos impede de ter uma vida normal e possivelmente feliz.

Há pessoas que guardam tudo e saem carregando nos ombros o que recolheram da vida. Isso faz com que caminhem com passos mais lentos, faz com que nunca cheguem a um lugar definido.

Para alcançarmos libertação e cura deveríamos possuir a arte de saber deixar definitivamente para trás o que nos impede de avançar.

Quem cultiva a dor, colhe a dor; quem cultiva ódio, colhe ódio; quem cultiva ressentimentos, colhe ressentimentos.

Se nosso coração é um jardim, devemos saber o que estamos plantando nele e o que estamos arrancando. Se com lágrimas regamos o mal que nos fizeram, com lágrimas colheremos o mal que nos fazemos a nós.

É preciso aprender a dizer adeus a todas as mágoas, custe o que custar, se quisermos alcançar a misericórdia prometida, a graça eterna... se quisermos ser, nem que seja um pouquinho, parecidos com Jesus.


Veja outra postagem que fiz sobre o este tema: Clique aqui

Luiza Possi - Não Aprendi Dizer Adeus - música de Leandro e Leonardo

Não aprendi dizer adeus - Leandro e Leonardo - música de Leandro e Leonardo

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

VERde Novo: A tempestade - Narração de Carlos Kurare




Nunca ter sido amado é como contemplar uma noite sem estrelas...
Nunca ter amado é desconhecer... Estrelas!
Sampa - 11/5/2011 01:15
Carlos Kurare

Há amores proibidos.. e há amores impossíveis... Abaixo um desses amores no qual famílias se metem e, por puro preconceito, estragam um amor tão puro e singelo.

Atenção: Vídeo do Youtube, com a minha gravação, já consertado!

A Tempestade - voice Carlos Kurare


Bandolins - Oswaldo Montenegro


Oswaldo + Bandolins + música + amor...lembrei-me dos festivais...lembrei-me da Tetê... Puxa por que não há mais festivais como os de antigamente?


Tetê Espíndola - Escrito nas Estrelas

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Fraudes: um dia você vai cruzar com um fraudador!



Sabe o que acontece quando uma mulher cruza com um fraudador?
Nascem fraudadoreszinhos!!!

?:0)

Carlos Kurare

Tenho grande experiência sobre o assunto fraudes. Trabalhei no passado (sou advogado) para um grande grupo financeiro na caça de fraudadores. Acredite há os que são óbvios, mas há gente muito esperta, muito dissimulada e inteligente, e quanto mais inteligente é o fraudador, mais difícil é de identifica-lo logo de cara e maior é o prejuízo que ele dará, seja no âmbito financeiro seja em questões afetivas.
Fato: Por mais inteligente que você seja, o enganador tem mais experiência, pois pratica a enganação há muito tempo. Todo cuidado é pouco.
Ouço muita gente me dizer nunca aconteceu comigo, eu tomo cuidado, eu sou esperta/o. Só que quem frauda é esperto e experto no que faz! Conhece a arte da manipulação, pois a pratica com freqüência.
Você tem interesse em saber mais sobre como proceder com segurança nos contatos virtuais que faz? 
Aguarde talvez eu lhe apresente meu novo Blog em breve!
Carlos Kurare

“Os falsos romances que se tornam pesadelos financeiros"

"Britânica perde economias da vida inteira em golpe virtual que já fez milhares de vítimas ao redor do mundo”

Dreamstime.com

“Ao conhecer alguém pela internet, todo cuidado é pouco: verifique suas referências

São Paulo – Uma história cinematográfica veio à tona nesta terça-feira na Inglaterra. Enquanto o mundo comemorava o dia de São Valentim – o equivalente ao nosso Dia dos Namorados – o tabloide Daily Mail publicava uma reportagem sobre uma mulher de 59 anos que foi enganada por um falso namorado que conhecera pela internet, e acabou por entregar ao estelionatário suas economias da vida inteira.
Vicky Fowkes conheceu em um site de relacionamentos um suposto engenheiro civil que dizia se chamar John Hawkins. O homem dizia ser sul-africano e viver na Inglaterra, mas estaria na Nigéria a trabalho. A certa altura, Hawkins disse que retornaria à Inglaterra e que poderia encontrar Vicky. Porém, teria sido impedido de sair da Nigéria por dever impostos. O falsário pediu, então, ajuda à vítima, que entregou de bandeja 40.000 libras, o equivalente a pouco mais de 100.000 reais.
Esse tipo de golpe é bastante comum no Reino Unido. De acordo com a reportagem do Daily Mail, um estudo da Universidade de Leicester constatou que cerca de 200.000 pessoas já foram enganadas em namoros virtuais. Os valores entregues a título de ajuda ao falso namorado ou namorada variaram de 50 a mais de 275.000 libras.
Mas não é só em terras britânicas que ocorre o golpe do namoro pela internet. Esquemas como o que vitimou Vicky são aplicados em todo mundo, e a história do sujeito que está em terras estrangeiras e precisa de ajuda financeira é largamente aplicada. O Brasil mesmo já teve a sua Vicky Fowkes, que, no entanto, entregou uma quantia bem menor ao bandido.
Em 2009, uma mulher de Belo Horizonte conheceu pela internet um brasileiro que dizia morar nos Estados Unidos. Ele pediu dinheiro para comprar sua passagem ao Brasil e, depois, para custear despesas médicas. No fim das contas, a vítima depositou-lhe 2.900 reais. Quando constatou a fraude, foi à delegacia registrar a ocorrência. “A moça nem desconfiou do fato de a conta do sujeito ser de São Paulo”, diz Bruno Tasca Cabral, delegado que cuidou do caso à época.
Histórias convincentes
Ao se deparar com uma história desse tipo, a reação de muita gente pode ser de incredulidade frente à aparente ingenuidade das vítimas. Mas é bom atentar para o fato de que muitos dos estelionatários que aplicam esse tipo de golpe muitas vezes sofisticam suas histórias pessoais para ganhar a confiança da vítima, que frequentemente está passando por um momento de fragilidade emocional. Os relatos são tão ricos em detalhes que poderiam virar roteiros de cinema.
No caso britânico, fraudador e vítima conversaram durante alguns meses antes que ele pedisse dinheiro pela primeira vez. Os dois se falavam inclusive por telefone, possibilitando a Vicky identificar um sotaque sul-africano que ela achou “encantador”. “Nós conversávamos sobre tudo que existia sob o sol – famílias, relacionamentos, hobbies, interesses, animais de estimação, nosso passado. Eu confiava nele completamente”, disse a britânica ao Daily Mail.
Segundo ela, Hawkins pintou um cenário rico em detalhes de como seria sua vida na Inglaterra. Enviou-lhe fotos convincentes – aparentava ter cinquenta e poucos anos – e tinha resposta para todos os questionamentos de Vicky. Por que ele precisava do dinheiro dela para pagar o débito com o governo nigeriano? Por que tinha sido roubado, estava sem seus cartões e, portanto, sem acesso a suas contas britânicas. Por que não pedia ajuda à família? Porque não queria alarmar sua mãe. “Para tudo que eu perguntava – como por que a embaixada não poderia ajudar – ele sempre tinha uma resposta”, disse Vicky ao jornal.
No Brasil, a mentira do fraudador de 2009 também era rica em detalhes. Após conversar pela internet durante certo tempo, a vítima se apaixonou pelo falsário, que marcou sua ida ao Brasil para vê-la. No entanto, alegando estar desempregado, o homem pediu dinheiro a vítima para a passagem, e forneceu-lhe dados de uma conta bancária em São Paulo. Na véspera da suposta viagem, ele disse que não poderia embarcar, pois havia sofrido um acidente de carro.
Para dar veracidade à história, o estelionatário buscou fotos de acidentes de carro na internet e forjou imagens de si mesmo ferido, que foram enviadas à moça pelo correio. “Ele deitou numa cama, se enfaixou todo, maquiou-se para parecer ter um olho roxo e pôs um canudinho para parecer que estava tomando soro”, descreveu o delegado. A vítima, então, enviou-lhe mais dinheiro para as despesas médicas, numa quantia que totalizou 2.900 reais.
“Você jamais deve considerar que está conversando com a pessoa. Até que você tenha referências suficientes para checar seu background, não é uma pessoa, são letras e números”, diz Alexandre Atheniense, advogado especializado em Direito da Tecnologia da Informação que atua em Minas Gerais.
Outros casos
Em ambos os casos, as vítimas só perceberam o esquema quando já era tarde demais, e foram à polícia fazer o registro. No caso brasileiro, o bandido foi identificado e o processo agora corre na Justiça de São Paulo, de onde o fraudador cometeu o crime. Porém, em fóruns e comunidades da internet não faltam comentários de pessoas que dizem já ter sofrido tentativas de golpes semelhantes em sites de relacionamento.
Quase sempre o fraudador diz estar baseado em um país estrangeiro e precisar de ajuda financeira por algum motivo mirabolante. Um golpe muito comum, inclusive no Brasil, é o das supostas russas que tentam extorquir homens que conhecem em sites de namoro. São estelionatários que usam e-mails e nomes falsos - Anastasiya, Angelica, Anna Strokova, Elenka Vasilyeva, entre outros -, enviam fotos de lindas mulheres russas para fisgar suas vítimas e pedem dinheiro para as mais variadas despesas.
A Nigéria é um país constantemente mencionado em casos de embustes amorosos, assim como outros países africanos, como Gana e Serra Leoa. Muitos dos golpistas são de fato nigerianos e de outras partes da África, mas também há fraudadores em países como Inglaterra e Canadá.
Não é de hoje que a Nigéria é mencionada em mensagens de golpistas. Mesmo antes de a internet se popularizar, já existia o golpe da “carta da Nigéria” – que hoje vem por e-mail – com uma oferta de emprego na África ou gordas recompensas em dinheiro para quem depositar, para o remetente, uma determinada quantia. Quem se dispõe a conversar com o golpista vai se deparar com histórias incríveis e ricas em detalhes.
Dicas
Fazer amizades e começar namoros pela internet já é uma realidade. Mas antes de confiar na pessoa com quem você se corresponde, é preciso checar suas referências virtuais e reais. “Qualquer golpista evita dar referências presenciais sobre si. Ele vai tentar conduzir toda a sua interlocução pelo meio eletrônico”, diz Alexandre Atheniense.
O primeiro passo é checar o nome da pessoa nas redes sociais e nos mecanismos de busca. A falta de informações é um primeiro sinal de suspeita. Busque também seu e-mail nos mecanismos de busca para verificar se aquela conta já não foi usada em golpes anteriores. Existem centenas de sites e fóruns online em que os internautas alertam sobre golpistas reincidentes.
“Mas não se contente com as referências virtuais, cheque também referências presenciais”, alerta o advogado. Verifique se a pessoa realmente trabalha onde diz trabalhar. E se, depois de um tempo de relacionamento, ela não fornecer um endereço físico, não embarque. É claro que existem golpistas que chegam a se relacionar presencialmente com as vítimas para, depois, roubá-las. Mas a prevenção virtual já evita boa parte dos embustes.
Existem ainda outros elementos que evidenciam os golpes logo de cara. “São comuns erros de português nesses e-mails. Se houver, logo no primeiro contato, uma oferta mirabolante mediante depósito em dinheiro, mesmo que o remetente seja conhecido, é golpe na certa. Ninguém faz uma abordagem assim tão direta, por melhor que seja a proposta”, diz Atheniense.”
Fonte do texto e da foto:

Julia Wiltgen

Júlia Wiltgen é repórter de finanças pessoais de EXAME.com.
Seu e-mail é julia.wccosta@abril.com.br


Joshua Bell playing Ave Maria.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

"Ser indiferente ao diferente pode ser equivalente a cegar-se do futuro!" (Carlos Kurare)

Ser diferente pode implicar em ser crucificado ou queimado na fogueira da contemporaneidade, mas pode implicar também, em deixar um legado para além do espaço-tempo.
Carlos Kurare


Bunker Roy: Aprendendo com um movimento de pés-descalços

http://www.ted.com/talks/lang/pt/bunker_roy.html#.Tty9NE-cDhE.facebook
Dica da Vivi - Brasília-DF

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Eu não critico a crítica!

Há pessoas que vêem na crítica um ato de inimizade.
Para mim, desatenção é que é um estado crítico de inimizade.
Pois, a desatenção, me faz mais mal!
Carlos Kurare

São Paulo, 23 de janeiro de 2012

Sapatos Sujos - Mia Couto
Dica da Katia - AM

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Todos vêem as "pingas" que tomo, mas poucos são os que vêem os tombos que levo!


Um dia a maldita artrite sairá da minha vida! Ou não...talvez eu saia antes!
Carlos Kurare
Artrítico  desde os 34 anos!

O namorado da minha filha me fez rir muito estes dias quando eu lhe disse que em julho a maldita fará 18 anos, que fique claro que: a maldita é a artrite, não a minha filha!


- Há quanto tempo o Sr. tem essa artrite?
- Em julho ela fará 18 anos
- Que bom Sr. Carlos
- Bom???
- Então ela vai embora!
- Vai embora?

- Sim, fará 18 e sendo maior de idade, poderá ir embora!
- muitos risos!

Filha tenho muito orgulho de você e saiba que seu namorado está aprovadíssimo! 
E só para você ficar mordida, saiba que ele lembrou-me muito como eu era na idade dele.
Esse menino promete! E diga a ele que se não cumprir... eu quebro as pernas dele!
 ?:0)

Se o condor passa quem sabe um dia a dor também passe...

Simon e Garfunkel - El Condor Pasa


El Condor Pasa (with pan pipes) em japonês


El condor pasa - PERU


El Condor Pasa - Tradução
Simon e Garfunkel

Eu prefiro ser um pardal do que uma lesma
Sim eu preferia
Se eu pudesse
Certamente iria preferir

Eu prefiro ser um martelo do que um prego
Sim eu preferia
Se eu pudesse
Certamente iria preferir

Longe, eu preferiria velejar longe
Como uma cegonha que está aqui e se foi
Um homem envelhece a cada dia
Isto dá ao mundo
Seu som mais triste
Seu som mais triste

Eu prefiro ser uma floresta do que uma rua
Sim eu preferia
Se eu pudesse
Certamente iria preferir

Eu prefiro sentir a terra debaixo dos pés
Sim eu preferia
Se eu pudesse
Certamente iria preferir

Longe, eu iria preferir velejar longe
Como uma cegonha que está aqui e se foi
Um homem envelhece a cada dia
Isto dá ao mundo
Seu som mais triste
Seu som mais triste
Fonte da tradução: http://www.lyricstime.com/simon-garfunkel-el-condor-pasa-tradu-o-lyrics.html

Tratamento para Artrite Reumatoide.


Oportunidade de tratamento para Artrite Reumatoide.

CEPIC “Centro Paulista de Investigação Clínica” seleciona pessoas com Artrite Reumatoide, para estudos clínicos de novos e inovadores medicamentos.

A CEPIC está com 3 protocolos de tratamento para Artrite Reumatoide.

Para participar, basta ter Artrite Reumatoide e preencher um dos critérios abaixo, porém, se você deseja ser voluntário na Pesquisa Clínica, ligue e agende uma avaliação é gratuito e sem nenhum custo para você.

PROTOCOLO 1:

Artrite Reumatoide
Que não estão respondendo ou são intolerantes a qualquer DMARD (Levuflonamida, Azatioprina, Sulfasalazina, MTX, Cloroquina e Hidroxicloroquina)
Que tenham usado 1 ou 2 medicamentos biológicos Anti-TNF (Anti-TNF: Adalimumabe, Infliximabe, Etanercepte, Rituximab, Abatacept)

PROTOCOLO 2:

Artrite Reumatoide
Que não estão respondendo ou são intolerantes a qualquer DMARD (Levuflonamida, Azatioprina, Sulfasalazina, MTX, Cloroquina e Hidroxicloroquina)
Que nunca tenham utilizado Medicamento Biológico.

PROTOCOLO 3:

Artrite Reumatoide
Que não estão respondendo ou são intolerantes a Medicamentos Biológicos Anti-TNF.
Que estejam usando apenas Metrothexate

A pessoa com Artrite Reumatoide que se inscreve como voluntária na pesquisa clínica, recebe desde o momento da triagem, toda a assistência médica e multidisciplinar necessária, assim como o medicamento do tratamento proposto de forma gratuita e com garantia de continuidade de tratamento.

O Blog Artrite Reumatoide e Grupo EncontrAR apoia a Pesquisa Clínica na CEPIC desde Outubro/2010 e nunca tivemos nenhum tipo de problemas com as pessoas que foram encaminhadas.

Seja um paciente voluntário nos estudos clínicos de novos medicamentos, participar de pesquisa clínica, não é ser cobaia, é ser um paciente colaborativo com a evolução da tecnologia médica.

Inscreva-se:

CEPIC - Centro Paulista de Investigação Clínica
E-mail:vinicius.finardi@cepic.com.br

Vinicius Finardi
Coordenador de Estudos
Tel.:(11) 2271-3493 / (11) 2271-3456

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Elogiar é bom, desde que seja do jeito certo!


Pai... nunca é passado. Pai de verdade... é pai presente!
O meu presente... é presente ser!
Carlos Kurare
Vale do Ribeira - 10/2/2012 21:03

Elogie do jeito certo.

Recentemente um grupo de crianças pequenas passou por um teste muito interessante[1]. Psicólogos propuseram uma tarefa de média dificuldade, mas que as crianças executariam sem grandes problemas. Todas conseguiram terminar a tarefa depois de certo tempo. Em seguida, foram divididas em dois grupos.
O grupo A foi elogiado quanto à inteligência. “Uau, como você é inteligente!”, “Que esperta que você é!”, “Menino, que orgulho de ver o quanto você é genial!” ... e outros elogios à capacidade de cada criança.
O grupo B foi elogiado quanto ao esforço. “Menina, gostei de ver o quanto você se dedicou na tarefa!”, “Menino, que legal ter visto seu esforço!”, “Uau, que persistência você mostrou. Tentou, tentou, até conseguir, muito bem!” ... e outros elogios relacionados ao trabalho realizado e não à criança em si.
Depois dessa fase, uma nova tarefa de dificuldade equivalente à primeira foi proposta aos dois grupos de crianças. Elas não eram obrigadas a cumprir a tarefa, podiam escolher se queriam ou não, sem qualquer tipo de consequência.
As respostas das crianças surpreenderam. A grande maioria das crianças do grupo A simplesmente recusou a segunda tarefa. As crianças não queriam nem tentar. Por outro lado, quase todas as crianças do grupo B aceitaram tentar. Não recusaram a nova tarefa.

A explicação é simples e nos ajuda a compreender como elogiar nossos filhos e nossos alunos. O ser humano foge de experiências que possam ser desagradáveis. As crianças “inteligentes” não querem o sentimento de frustração de não conseguir realizar uma tarefa, pois isso pode modificar a imagem que os adultos têm delas. “Se eu não conseguir, eles não vão mais dizer que sou inteligente”. As “esforçadas” não ficam com medo de tentar, pois mesmo que não consigam é o esforço que será elogiado. Nós sabemos de muitos casos de jovens considerados inteligentes não passarem no vestibular, enquanto aqueles jovens “médios” obterem a vitória. Os inteligentes confiaram demais em sua capacidade e deixaram de se preparar adequadamente. Os outros sabiam que se não tivessem um excelente preparo não seriam aprovados e, justamente por isso, estudaram mais, resolveram mais exercícios, leram e se aprofundaram melhor em cada uma das disciplinas.
No entanto, isso não é tudo. Além dos conteúdos escolares, nossos filhos precisam aprender valores, princípios e ética. Precisam respeitar as diferenças, lutar contra o preconceito, adquirir hábitos saudáveis e construir amizades sólidas. Não se consegue nada disso por meio de elogios frágeis, focados no ego de cada um. É preciso que sejam incentivados constantemente a agir assim. Isso se faz com elogios, feedbacks e incentivos ao comportamento esperado.

Nossos filhos precisam ouvir frases como: “Que bom que você o ajudou, você tem um bom coração”, “parabéns meu filho por ter dito a verdade apesar de estar com medo... você é ético”, “filha, fiquei orgulhoso de você ter dado atenção àquela menina nova ao invés de tê-la excluído como algumas colegas fizeram... você é solidária”, “isso mesmo filho, deixar seu primo brincar com seu videogame foi muito legal, você é um bom amigo”. Elogios desse tipo estão fundamentados em ações reais e reforçam o comportamento da criança que tenderá a repeti-los. Isso não é “tática” paterna, é incentivo real.


Por outro lado, elogiar superficialidades é uma tendência atual. “Que linda você é amor”, “acho você muito esperto meu filho”, “Como você é charmoso”, “que cabelo lindo”, “seus olhos são tão bonitos”. Elogios como esses não estão baseados em fatos, nem em comportamentos, nem em atitudes. São apenas impressões e interpretações dos adultos. Em breve, crianças como essas estarão fazendo chantagens emocionais, birras, manhas e “charminhos”. Quando adultos, não terão desenvolvido resistência à frustração e a fragilidade emocional estará presente.


Homens e mulheres de personalidade forte e saudável são como carvalhos que crescem nas encostas de montanhas. Os ventos não os derrubam, pois cresceram na presença deles. São frondosos, copas grandes e o verde de suas folhas mostra vigor, pois se alimentaram da terra fértil.

Que nossos filhos recebam o vento e a terra adubada por nossa postura firme e carinhosa.


“Marcos Meier é mestre em Educação, psicólogo, professor de Matemática e especialista na teoria da Mediação da Aprendizagem em Jerusalém, Israel. Seus livros são encontrados na loja virtual www.kapok.com.br .
Contatos pelo site http://www.marcosmeier.com.br/

Dica da Silvana Bacana - Obrigado Silvana o artigo é excelente para os pais frescos.

Esta música é doída, dói ouvi-la! Ainda me lembro quando a ouvi pela primeira vez, faz mais de três décadas esse Chico em matéria de música é gênio.

Chico Buarque De Hollanda e Marlene - Uma Canção Desnaturada

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Viajei...



"Uma coisa é você achar que está no caminho certo,
outra coisa é você achar que o seu caminho é o único"
"Nunca podemos julgar a vida dos outros, 
porque cada um sabe da sua própria dor e renúncia" 
(www.prafalaraverdade.com.br)

Caramba! Existem outros caminhos???!!!

?:o)

Carlos Kurare
Um doce veneno

VIAGEM - Marisa Gata Mansa - Música de João de Aquino e Paulo César Pinheiro

Viagem - Emílio Santiago - Música de João de Aquino e Paulo César Pinheiro

Viagem
Paulo César Pinheiro


Oh! tristeza me desculpe
Estou de malas prontas
Hoje a poesia
Veio ao meu encontro
Já raiou o dia
Vamos viajar.
Vamos indo de carona
Na garupa leve
Do vento macio
Que vem caminhando
Desde muito longe
Lá do fim do mar.

Vamos visitar a estrela
Da manhã raiada
Que pensei perdida,
Pela madrugada
Mas que vai escondida
Querendo brincar.
Senta nessa nuvem clara,
Minha poesia,
Anda se prepara,
Traz uma cantiga
Vamos espalhando
Música no ar.

Olha quantas aves brancas,
Minha poesia
Dançam nossa valsa,
Pelo céu que o dia
Faz todo bordado
De raio de sol.
Oh! Poesia me ajude,
Vou colher avencas
Lírios, rosas, dálias
Pelos campos verdes
Que você batiza
De jardins do céu.

Mas pode ficar tranqüila,
Minha poesia,
Pois nós voltaremos
Numa estrela guia
Num clarão de lua
Quando serenar.
Ou talvez até quem sabe,
Nós só voltaremos
No cavalo baio
No alazão da noite
Cujo o nome é raio,
Raio de luar.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Confira 10 perguntas importantes antes de começar a namorar




Você está pensando em namorar?
Responda o teste abaixo, todas as questões valem 0,5, exceto a 5! Essa tem peso 5,5
Fui aprovado em 90% das dez perguntas!  Infelizmente fui reprovado na 5ª!  


?:0(

Carlos Kurare

Dez perguntas importantes que uma mulher deve fazer antes de começar um namoro!


"Para minimizar as chances de erro ao decidir investir em um namoro,
Clique na imagem para ampliá-la!
vale a pena fazer algumas perguntas básicas a si mesmaAchar o homem perfeito não é das tarefas mais fáceis, mas também pode se tornar algo um pouco mais simples a partir do momento em que uma palavra surge no vocabulário feminino: foco. Sendo assim, colocar no papel quais as qualidades que você acha ideal é uma das ideias sugeridas pelo site Madame Noire. 

Uma boa forma de filtrar essas características é usar uma listinha com dez coisas importantes para se perguntar a si própria antes de começar a namorar alguém, elaborada pelo professor Jill Di Donato. Dessa forma, você pode minimizar as chances de se juntar a alguém que corresponde pouco ou quase nada às suas mais profundas expectativas. Confira.

Clique na imagem para ampliá-la!
1. A idade dele é a apropriada?
2. Ele é inteligente?
3. Ele é sensível com relação aos meus sentimentos?
4. Ele é confiável?
5. Ele tem uma carreira ou trabalho estável, que oferece uma renda fixa?
6. Ele vai me sufocar toda vez que sairmos juntos?
7. Ele já mentiu para mim?
8. Alguma vez ele demonstrou algum sinal de maldade?
9. Ele tem uma boa relação com a família?
10. Ele se esforça para entrar em contato comigo, ou está sempre indisponível?

Clique na imagem para ampliá-la!
A lista pode ser uma boa aliada, especialmente nos momentos em que as mulheres se esquecem dos erros cometidos pelos ex. De acordo com o Donato, as duas principais bandeiras vermelhas de que um homem não serve para você é quando ele mente sobre o próprio trabalho ou quando sempre tem desculpas, evitando novos encontros. 

De acordo com o site, a lista é uma boa opção por ser focada em aspectos ligados ao caráter do homem, e, respondendo à maioria dos requisitos, você terá um forte indicativo de que ele irá te tratar bem.”

Fonte: http://mulher.terra.com.br/noticias/0,,OI5513945-EI16612,00-Confira+perguntas+importantes+antes+de+comecar+a+namorar.html#tarticle






Benito di Paula - Ha! Como eu amei


Mulheres - Martinho da Vila

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Minha voz

Faço locução para eventos ao vento, faço apresentações e desapresentações, 
tanto para o meio corporativo como para o inteiro. 
Animo festas do pessoal da meia-idade e também dos de idade-inteira.
 Só não danço com debutantes, pois a perna direita infelizmente...
 os cupins comeram!

Caso tenha interesse envie-me um email: carloskurare@gmail.com 
Já adianto que cobro muito...
Muito barato!
Carlos Kurare


Michaelle Ferrari - Poema em Verso e Prosa - Voice by Carlos Kurare

1º Festival Nacional de Cinema do IFF


Walter Carvalho confirma presença no 1º Festival Nacional de Cinema do IFF
que será realizado de 16 a 20 de Abril – no Campus Campos Centro – em Campos dos Goytacazes-RJ

Walter Carvalho é fotógrafo e cineasta, atualmente um dos diretores de fotografia mais requisitados do cinema brasileiro. É recordista de prêmios Candangos no Festival de Brasília e assinou a fotografia de Central do Brasil, Carandiru, Chega de saudade, Lavoura Arcaica, Abril Despedaçado, Budapeste e outros.
Regulamento e Ficha de Inscrição aqui: www.portalfulinaima.blogspot.com


Filmes que Walter Carvalho atuou como fotógrafo

Febre do rato (2011), de Claudio Assis. Prêmio de melhor fotografia no Festival de Paulínia 2011.
 Sonhos Roubados (2009), de Sandra Werneck
23 anos em sete segundos: o fim do jejum do Corinthians (2009), de Di Moretti
A Erva do rato (2008), de Julio Bressane
Chega de saudade (2007), de Laiz Bodanzky
Cleópatra (2007), de Julio Bressane. Prêmio de melhor fotografia no Festival de Cinema de Brasília.
O céu de Suely (2006), de Karim Aïnouz
O baixio das bestas (2006), de Cláudio Assis
Eu me lembro (2005), de Edgar Navarro
Crime delicado (2005), de Beto Brant. Prêmio de melhor fotografia no 10º Festival de Miami.
Veneno da madrugada (2005), Ruy Guerra. Prêmio de melhor fotografia no Festival de Brasília.
A máquina (2005), de João Falcão
Entreatos (2004), de João Moreira Salles
Cazuza – O tempo não pára (2004), de Sandra Werneck e Walter Carvalho
Carandiru (2003), de Hector Babenco
Filme de amor (2003), de Júlio Bressane
Madame Satã (2002), de Karim Aïnouz
Amarelo manga (2002), de Cláudio Assis
Lavoura arcaica (2001), de Luiz Fernando Carvalho. Prêmio de melhor fotografia nos festivais de Cartagena e Havana. Prêmio da Associação Brasileira de Cinematografia (ABC) e o Grande Prêmio Brasil do Cinema Brasileiro.
Amores possíveis (2001), de Sandra Werneck
Abril despedaçado (2001), de Walter Salles
O primeiro dia (2000), de Walter Salles
Villa-Lobos, uma vida de paixão (1999), de Zelito Viana
Notícias de uma guerra particular (1999), de João Moreira Salles e Kátia Lund
Central do Brasil (1998), de Walter Salles
Pequeno dicionário amoroso (1997), de Sandra Werneck
Cinema de lágrimas (1995), de Nelson Pereira dos Santos
Terra estrangeira (1995), de Walter Salles
Socorro Nobre (1995), de Walter Salles
Krajcberg, o poeta dos vestígios (1987), de Walter Salles
Jorge Amado no cinema (1979), de Glauber Rocha

Filmes que Walter Carvalho atuou como Diretor
Raul – O início, o fim e o meio (2011)
Budapeste (2009)
Moacir arte bruta (2005)
Cazuza – O tempo não pára (2004)
 Lunário perpétuo (2003)
Janela da alma (2002). Codirigido com João Jardim.


maiores informações:
artur gomes
professor da oficina cine vídeo
Curador do 1º Festival Nacional de Cinema do IFF
fulinaíma produções
http://mania-de-saude.blogspot.com          

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...