terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Eu não critico a crítica!

Há pessoas que vêem na crítica um ato de inimizade.
Para mim, desatenção é que é um estado crítico de inimizade.
Pois, a desatenção, me faz mais mal!
Carlos Kurare

São Paulo, 23 de janeiro de 2012

Sapatos Sujos - Mia Couto
Dica da Katia - AM

6 comentários:

Elzinha disse...

...e qualquer desatenção...faça não
pode ser a gota d'água...
Concordo com você. A crítica nos dá o norte; desatenção é um veneno igual ao mata-mato, nunca mais nasce nada onde você o usa....rsrsrssss
Parabéns por ter tido a ideia de citar o grande escritor moçambicano Mia Couto em seu blog
Grande beijo

Silvana Bacana disse...

Devemos agradecer a quem nos critica, isso é sinal de que alguém se importa conosco e quer nossa evolução como ser humano, passível de errar!!!

OPL disse...

Sabe o que eu acho mais engraçado e que vejo em muita "crítica"?

O "crítico" passar da obra, ao autor. Apontar os erros do autor no lugar da obra...

E...
E...

Me perdi...

Carlos Kurare disse...

Elzinha,

O que é bom é para ser compartilhado. Obrigado por comentar!
Um grande beijo!

Carlos Kurare disse...

Concordo Silvana, quem é indiferente nada comenta!
um beijo!

Val Belchior disse...

É mininu! Você e seus temas. Adoro!
Pois é, a desatenção machuca, pode deixar marcas que nunca mais saem.

Gi

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...