terça-feira, 30 de março de 2010

Matusalém, com limão é bom?


Eu e o molusco abaixo chegamos a seguinte conclusão: vive-se mais sem cientistas!
Carlos Kurare



Cientistas encontram animal mais velho do mundo
Plantão | Publicada em 28/10/2007 às 20h10m
BBC

Um molusco - e sua concha - encontrado no fundo do Atlântico norte, perto da costa da Islândia, é, provavelmente, a criatura viva mais velha já encontrada, segundo cientistas da Universidade de Bangor, no País de Gales.
Os cientistas disseram que o molusco, uma concha do tipo quahog, tinha entre 405 e 410 anos de idade e poderia oferecer pistas sobre a longevidade.
Segundo o jornal Sunday Times, os cientistas não sabiam que a concha era tão velha quando ela foi retirada com vida do fundo do oceano. Quando sua idade foi calculada ela já estava morta.
Os pesquisadores contaram ter calculado a idade do animal contando os anéis da concha.
Segundo o Livro Guinness de Recordes, o animal mais velho do mundo era uma concha ártica encontrada em 1982 aos 220 anos de idade.
Extra oficialmente, uma outra concha - que fica em um museu na Islândia - seria a criatura a ter vivido mais tempo, 374 anos, informaram os cientistas da Universidade de Bangor.
A concha, apelidada de Ming por causa da dinastia chinesa que estava no poder quando ela nasceu, era uma criança quando a rainha Elizabeth 1ª subiu ao poder. Na época, o dramaturgo inglês William Shakespeare estava escrevendo peças como Othello e Hamlet.
O professor Chris Richardson, da Escola de Ciências Oceânicas da Universidade de Bangor, disse à BBC que "os anéis fornecem um registro de como a taxa de crescimento do animal variou de um ano para o outro, e ela varia de acordo com o clima, a temperatura da água e a disponibilidade de alimentos".
"Então, analisando esses moluscos, nós podemos reconstruir o ambiente em que eles cresceram. Na prática, eles são como mini-gravadores no fundo do mar, integrando os sinais sobre a temperatura da água e a quantidade de alimentos disponíveis ao longo do tempo."
Richardson afirma que a descoberta da concha pode ajudar a trazer pistas sobre como alguns animais conseguem viver por um tempo extraordinário.
"O que é intrigante neste tipo de concha é como eles conseguiram, efetivamente, escapar do envelhecimento", disse ele.
"Nós achamos que uma das razões é que esses animais têm alguma diferença na taxa de renovação das células que nós podemos associar com animais que vivem por muito menos tempo."
Ele disse que a universidade recebeu dinheiro da organização não governamental britânica Help The Aged para ajudar a financiar as pesquisas.
BBC Brasil  http://www.bbc.co.uk/portuguese/

3 comentários:

Anônimo disse...

Olha lá hein,sr Carlos Kurare, meus maravilhosos espirituosos inteligentes criativos COMENTÁRIOS do fala que não me postam, deixaram literalmente de ser postados!!!Vou dar trabalho o tempo todo porque VIVO fuçando seu blog e tenho uma vontade intensa de DARRR minha opinião DE TUDO TUDINHO quer goste ou não,neste blog. Peguei-o para cristo, entende ??? Seria educado dar uma olhada nas postagens das semanas anteriores. Tchau S.Bacana

Anônimo disse...

Por favor,não retire o vasinho azulzinho com a florzinha do jardim da casa de seu pai,sabe por quê ??? Bem, essa foto transmite-me a sensação de estar olhando para uma janela,isso mesmo,de uma janela através da qual vemos sua fotografia. É pura PAZ, LUZ, VIDA , COR !!! Um beijo carinhoso. S. Bacana

Carlos Kurare disse...

Eu posto todos os comentários que recebo do blog, caso o seu não tenha sido publicado, poste-o novamente que eu posto, afinal, vivo a postos, para postar e respostar.

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...