domingo, 23 de janeiro de 2011

Viagem aos museus de Portugal



IMPECÁVEL 

Dica da Lee por email, não sei a fonte.

Visita virtual aos nossos museus e monumentos.
Para conhecer ou para relembrar.
Agora já é possível visitar virtualmente monumentos em Portugal, com a qualidade que se pode testemunhar abrindo os link's seguintes.  Utilize as setas para ver tudo em 360 graus, os sinais + ou – para ampliar ou reduzir detalhes, e estender a visita a outras salas ou locais carregando nos alvos (em vermelho). 


Links directos

Mosteiro dos Jerónimos - Lisboa
http://3d.culturaonline.pt/Content/Common/VirtualTour/Index.htm?id=75047666-4597-4a28-ae77-9b7567c4732b

Convento de Cristo - Tomar
http://3d.culturaonline.pt/Content/Common/VirtualTour/Index.htm?id=82e66d80-439e-4f29-bc9b-576e98efee57

Mosteiro da Batalha
http://3d.culturaonline.pt/Content/Common/VirtualTour/Index.htm?id=42bb5d98-e786-4f02-bb5f-2aa349af28dd

Mosteiro de Alcobaça
http://3d.culturaonline.pt/Content/Common/VirtualTour/Index.htm?id=c26617b5-acd3-422e-998f-5bd163a99efc

Links indirectos
(depois de entrar na página clicar em cima à direita no link VISITA VIRTUAL)

Fortaleza de Sagres
http://www.culturaonline.pt/MuseusMonumentos/Monumentos/Pages/Fortaleza_Sagres.aspx

Mosteiro Santa Clara Velha - Coimbra
http://www.culturaonline.pt/MuseusMonumentos/Monumentos/Pages/Mosteiro_Santa_Clara_Velha.aspx

Mosteiro de São Martinho Tibães - Braga
http://www.culturaonline.pt/MuseusMonumentos/Monumentos/Pages/Mosteiro_Sao_Martinho_Tibaes.aspx

Museu Grão Vasco - Viseu
http://www.culturaonline.pt/MuseusMonumentos/Museus/Pages/M_Grao_Vasco.aspx

Museu Nacional do Azulejo - Lisboa
http://www.culturaonline.pt/MuseusMonumentos/Museus/Pages/M_Nacional_Azulejo.aspx


Museu Nacional de Arte Antiga - Lisboa
http://www.culturaonline.pt/MuseusMonumentos/Museus/Pages/M_nacional_arte_antiga.aspx

Palácio Nacional da Ajuda - Lisboa
http://www.culturaonline.pt/MuseusMonumentos/Palacios/Pages/PN_Ajuda.aspx

Museu Soares Dos Reis - Porto
http://www.culturaonline.pt/MuseusMonumentos/Museus/Pages/M_Soares_Reis.aspx

Palácio Nacional de Mafra
http://www.culturaonline.pt/MuseusMonumentos/Palacios/Pages/PN_Mafra.aspx

Palácio Nacional de Queluz
http://www.culturaonline.pt/MuseusMonumentos/Palacios/Pages/PN_Queluz.aspx

Palácio Nacional de Sintra
http://www.culturaonline.pt/MuseusMonumentos/Palacios/Pages/PN_Sintra.aspx

Torre de Belém - Lisboa
http://www.culturaonline.pt/MuseusMonumentos/Monumentos/Pages/Torre_Belem.aspx


CANÇAO DO MAR - EUGENIO GRAÇA E EVA BROWN


CANÇÃO DO MAR - COMPANHIA DE DANÇA DE AVEIRO


Letra aqui clique em continuar



COMPANHIA DE DANÇA DE AVEIRO
http://ciadancaaveiro.com

Excerto do Bailado «CANÇÃO DO MAR».

Fui bailar no meu batel
Além do mar cruel
E o mar bramindo
Diz que eu fui roubar
A luz sem par
Do teu olhar tão lindo

Vem saber se o mar terá razão
Vem cá ver bailar meu coração

Se eu bailar no meu batel
Não vou ao mar cruel
E nem lhe digo aonde eu fui cantar
Sorrir, bailar, viver, sonhar contigo

Vem saber se o mar terá razão
Vem cá ver bailar meu coração

Se eu bailar no meu batel
Não vou ao mar cruel
E nem lhe digo aonde eu fui cantar
Sorrir, bailar, viver, sonhar contigo

A música Canção do Mar é da autoria de Frederico de Brito e Ferrer Trindade.
Foi cantada por Amália Rodrigues em 1955, no filme "Os Amantes do Tejo" sob o nome de Solidão.
Dulce Pontes também cantou uma versão desta música no seu álbum "Lágrimas" de 1993.
A música é bastante conhecida, quer em Portugal, quer no estrangeiro, sendo uma das grandes canções do Fado.

2 comentários:

Sheyla disse...

Efetivamente...esta postagem foi para mim..pois me vi nela..Bem sabes que a canção do mar é uma de minhas preferidas..Gostoo muito de ti meu amigo..Montão de coisas para te contar..
Beijo no coração.
AMEIIIIIIIIIIIIIIIIIIII..A POSTAGEM..

Carlos Kurare disse...

Sheyla,

Deixa de ser metida menina! Imagine que eu lá ia lembrar isso! Foi mera coincidência! Rss!
Então contaaaaaaaaaaaaa!!! Rss
A viagem para Portugal é pra quando? Bons tempos quando tínhamos tempo para conversar como seres civilizados!

Um beijo no seu cérebro, pois o coração pelo jeito ainda anda inebriado pelo Guilherme, sujeito de sorte...na verdade um homem de mérito, afinal uma mulher com as suas qualidades não se conquista por sorte!

Carlos Kurare

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...