quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Promoção do Blog do Kurare...

Foto by Carlos Kurare (dublê de fotográfo)
Tenho dois convites grátis para a peça O Mentiroso!
Assisti a peça, pela segunda vez, nesta segunda-feira e...
Ri muitoooo!

Foto by Carlos Kurare
  A platéia aplaudiu em pé ao final do espetáculo!!!
Juro pela sua alma que não é mentira!

Foto by Carlos Kurare

Quer ganhar os convites? Você escolhe o dia! Ou para o próximo domingo ou próxima segunda-feira. Envie um email com seu nome pedindo o convite! Não se esqueça de dizer se quer para domingo ou segunda. Peço que só o faça se tiver certeza que vai, se não puder ir passe para algum amigo ou amiga!
Carlos Kurare

Foto by Carlos Kurare

Veja o que a Juliana postou a respeito da peça no Blog dela:


"Teatro O Mentiroso
 Juliana
Na semana passada, recebi um convite do Blog do Kurare para assistir à peça “O Mentiroso” no Teatro Commune. E quer coisa melhor para fazer na segunda-feira (sim!) que ir ao teatro?!
Divulgação/Fernanda Zabo
A encenação de “O Mentiroso” dá continuidade à linha de pesquisa da Commune sobre as máscaras da Commedia Dell’Arte, uma tradição que teve origem no período renascentista, propondo uma releitura da peça de Carlo Goldoni como farsa e usando música ao vivo (acordeão, percussão e violão), recursos circenses, máscaras, adereços estilizados e alegorias. Dez atores e três músicos compõem o elenco.
A peça, escrita em 1750, conta a história de Lélio, um jovem oportunista que mente com grande brilho e agilidade – ele afirma que não são mentiras, mas “lampejos de criatividade”. Contudo, devido à sua compulsão, acaba complicando cada vez mais suas histórias, até o ponto em que nem ele mesmo sabe o que contou para quem e precisa inventar mais e mais para se livrar das confusões que arruma.
O texto é bem leve e engraçadinho e o que eu mais gostei foi do resgate da história do teatro que é feito. Na entrada do Commune, há uma pequena exposição explicando a criação das máscaras e do figurino de “O Mentiroso” e dos personagens clássicos que compõem a Commedia Dell’Arte. Reproduzo um trecho do texto de Augusto Marin, diretor e ator da peça:
A cada personagem correspondia uma máscara e um traje específico, com traços de caráter e comportamento mais ou menos fixos. Isto determinava o rápido reconhecimento, pelos espectadores, das personagens e suas atitudes básicas, assim que eles despontavam em cena. Desse modo estava garantida a comunicação com platéias heterogêneas, que falavam diferentes línguas ou dialetos.
Vale conhecer, especialmente para quem gosta de estudar teatro!
Divulgação/Alícia Peres
A peça está em cartaz até 28 de fevereiro, com apresentações sábado (21h), domingo (20h) e segunda-feira (20h). O Teatro Commune fica na Rua da Consolação, 1218, em São Paulo. Ingressos a R$ 30,00 (inteira) – mas é legal se informar sobre promoções lá na porta! ;)
Não recomendada para menores de 12 anos."

Fonte: http://megacombo.net/2011/02/teatro-o-mentiroso/#more-1492

Nenhum comentário:

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...