quarta-feira, 20 de abril de 2011

Mais um tigre que se cala...



Fiquei sabendo hoje que o Serginho Leite faleceu dia 12/04/2011. Lembrei-me do Serginho no inicio do mês de março, preparei a postagem, mas acabei por não fazê-la, devido a viagem à Brasília. Como não sabia da notícia da morte dele, simplesmente fiz a postagem. O interessante que tive dificuldade para achar uma foto dele na net há dois meses. Acabo de fazer a mesma pesquisa e encontrei dezenas de fotos.


É curioso, por que pessoas de qualidade precisam morrer para aparecerem na mídia? Enquanto vejo tanta gente descartável ocupando espaço em revistas, rádio, TV e internet. Gente que ninguém lembrará daqui a dez anos.

Fico feliz de ter lembrado do Serginho antes de saber de sua morte... não da sua! Mas da dele!
Serginho descanse em paz! Desculpe-me minha desatenção, quando comentaram pra mim que você havia morrido! Eu respondi:

- Morreu pra você! Pois, pra mim ele continua vivo!
- Vivo em minha memória!

Você gostaria que eu postasse sobre alguém que está sumido? Alguém que lhe fez rir ou emocionar-se em dado momento de sua vida. 

Envie um email para carloskurare@gmail.com e vamos tirar o mofo de nossas memórias! Afinal... eu sou do tempo que biotônico continha álcool e drops era dulcora!







A música Rala Crista é genial! Nessa época eu tinha lido Sidarta 
do Hesse e um livro do Krishnamurti. Lembro-me que eu era office-boy e um dia, nas ruas de Sampa, uma bela moça me deu um palito cheiroso e uns livros ininteligíveis,  e fez-me um convite agradável para ir tomar sopão. Mas como nunca acreditei em almoço grátis! Fui... Não! Ah! Se arrependimento matasse!



Rala Crista - Serginho Leite


Serginho Leite no Jô Soares 1993 2ª parte (não achei a 1ª parte)


CHRISER - Serginho Leite


Você lembra???

Hare Krishna 1967


Herman Hesse (1877-1962), escritor e poeta alemão, ganhador do Prêmio Nobel de Literatura de 1946

Jiddu Krishnamurti (11 de maio, 1895-Madanapalle, Índia - 17 de fevereiro, 1986 Ojai, California) filósofo e místico indiano.
Jiddu Krishnamurti e os três irmãos, que sobreviveram de um total de dez, acompanharam seu pai Jiddu Narianiah a Adyar em 23 de janeiro de 1909, pois este conquistara um emprego de secretário-assistente da Sociedade Teosófica, entidade que estuda todas as religiões. Reza a tradição brâmane, a qual a família era vinculada, que o oitavo filho toma no batismo o nome Krishna, em homenagem ao deus Sri Krishna, de quem a mãe, Sanjeevamma, era devota; foi o que aconteceu com Krishnamurti, a quem foi dado o nome de Krishna, juntamente com o nome de família, Jiddu. Com a idade de 13 anos, passou a ser educado pela Sociedade Teosófica, que o considerava um dos grandes Mestres do mundo.

3 comentários:

L.Stein disse...

Ahh, puxa mew!:(
Morando fora do país há tanto tempo, fico totalmente por fora de qualquer noticia. Uma pena mesmo, que não se dê atenção na época em que se encontram entre nós. Veja o caso de Chico Anysio, que a própria Globo coloca de escanteio, e assim ' caminha a desumanidade'...rsrs
Mas valeu Carlos..
abração amigo,

lukhas.

Lucimere disse...

e assim caminha a humanidade.

vc me faz rir.

bjo

Amapola disse...

Boa noite.

Foi uma grande perda, a do Serginho Leite.
Deus o tenha.
Adorei um comentário seu, lá no blog da amiga Lucimere. Foi tudo que eu pensei, mas não escrevi.

Um grande abraço.
Maria Auxiliadora (Amapola)

Feliz Páscoa!!

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...