segunda-feira, 9 de maio de 2011

VERde Novo: Eu sinto que você é o meu cinto da mais pura segurança (post em 15/03/10)...



Eu...sinto

Eu realmente queria tê-la aqui ao meu lado, sabe querida... 
Preso a você sinto-me livre. Sinto-me seguro...
Sinto o cinto, não sinto correias, não vejo cabrestos, 
vejo sim, cabras. Em infinitas pradarias...
Estar ao seu lado não me oprime, 
ao contrário, me suprime
como os doces sonhos de padarias. 
Andar ao seu lado é simplesmente, caminhar num dia de chuva,
de água pura, sob um imenso guarda chuva vermelho.
Quando seus braços entrelaçam meu corpo,
e minhas mãos comprimem suas curvas e meu peito roça o seu peito,
eu sinto o calor do atrito fresco dos pneus no asfalto úmido de sua rua,
meu carro derrapa, semeando garoa entre curvas e pele nua...
Andar ao seu lado é correr uma fórmula Indy, "indyferente" ao perigo.
Vem... Vamos ver fadas pelas vizinhanças.
Vamos vê-las dançar entre flores e crianças.

Eu sinto que você é o meu cinto da mais pura segurança!

Carlos Kurare




Uma dica do Kurare: use o cinto de segurança!
Não para que pensem que você é inteligente, mas, 
para que não tenham a indefectível
certeza de que
você é... 
burro!
Essa escorreu lânguida dos lábios...  :o)


Use o cinto de segurança

5 comentários:

margoh werneck disse...

Meus olhos sorriem ao ler voce.

Uma semana feliz .

Beijao

Carlos Kurare disse...

As meninas dos meus olhos brincam de roda...ao saberem que me lêem!

Uma semana feliz a todos que me lêem!

Um beijo Margoh

silvia parra disse...

Meus olhos se emocionam a cada leitura, a cada imagem, a cada música, a cada poesia...


Beijos de fada em seu coração!!

Silvia Parra
scparte@hotmail.com

Carlos Kurare disse...

Silvia,

Obrigado pela delicadeza do comentário...
Um beijo de ogro, digo de "fado"!

Carlos Kurare

Carlos Kurare disse...

Silvia Parra,

Obrigado pela delicadeza do gesto de comentar!

Um beijo carinhoso!

Carlos Kurare

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...