quarta-feira, 16 de novembro de 2011

COM comentários!!!

Museu da Língua Portuguesa - Estação da Luz - 13/11/2011 - Celular HTC - Photo by Carlos Kurare

 Quando a neblina densa dos vestígios dos dias lhe envolver e fazer do seu canto um lugar sombrio. Procure escancarar a janela da imaginação! Deixe seus olhos de criança verter alegrias de lembranças. Abra o seu relicário de felicidades passadas. Nessas horas é bom ver fotos antigas, e recordar os bons momentos que se foram. Sabe vou contar pra você algo pessoal... Nesses momentos é bom sabermos que praticamos leves carícias em corações alheios. Que tivemos convívio com boas pessoas. 

Photo by Andrea Nestrea
O convívio humano é uma benção que poucos têm a graça de receber. Alguns, menos afortunados, sequer têm a graça de perceber. Para esses não há esperança, são Zumbis de si mesmo, pois já estão mortos há muito, apenas não sabem.
Sampa - 15/11/2011 16:34
Carlos Kurare

Gosto tanto de ler os comentários, que hoje resolvi postar os de ontem!

AnonymousNov 15, 2011 07:18 AM

Elis Regina, a Pimentinha, como era chamada por Vinícius,
uma das mais bela vozes da nossa música.
Lembro-me ,aos dezessete anos, de como fiquei surpresa e triste
com a morte precoce desta cantora.
A causa da morte, segundo a mídia, foram letais doses de cocaína e álcool.
Uma vida cheia de sucesso,inclusive financeiro,não deu conta de impedir
que Elis fosse buscar alternativas para anestesiar os efeitos provocados
pela realidade.Talvez ela estivesse entre nós se houvesse "Respeito, carinho, atenção, cuidado, compreensão, amor, afeto, etc., etc. e etc.";como bem descrito por ti,Carlos.
Há duas formas de aprendermos na vida:
através da observação da experência do outro,ou atraves da nossa própria
experiência.
Com isso em mente, fico com Zé Ramalho, na voz do vulcão, Ivete Sangalo:
"...não quero dinheiro,eu só quero amar,só quero amar, só quero amar..."
http://www.youtube.com/watch?v=onJRyk3a4Do&feature=related

Beijo,
Lina Maria

LeeNov 15, 2011 08:55 AM

Companheirismo é o que apetece... compartilhar... beijoca
AnonymousNov 15, 2011 09:45 AM

Esqueci de comentar...
Como há sempre as duas faces da mesma moeda...
Hoje,não raro, tenho visto muitos homens fazerem "N"
exigências em relação às mulheres,principalmente,
no âmbito financeiro e estético.
"Quero uma mulher bonita,bem-sucedida,quero isso,
quero aquilo..."
São os paradigmas impostos pela modernidade cega;
aliás,"Em terra de cego quem tem um olho é rei."(rs)
http://www.youtube.com/watch?v=kQAp5nePoB8



Beijão,
Lina Maria

AnonymousNov 15, 2011 10:07 AM

Faltou uma coisa,talvez a mais importante disso tudo:
Que música maravilhosa esta que você escolheu!
O amor e seus poderes de fascinar,de atrair...
Beijocas,
Lina Maria

Obrigado a todos os que fazem comentários no meu blog! Sei que muitos têm dificuldade em fazer comentários por causa do novo layout. Faz assim... Pergunte para uma criança de 8 anos que ela lhe explica, ou aguarde meu vídeo explicativo sobre o assunto!!!  :0)

Do Muito e do Pouco (Oswaldo Montenegro / Zé Ramalho


Do Muito e do Pouco

"Se em terra de cego quem tem um olho é rei
Imagine quem tem os dois
Se em terra de cego quem tem um olho é rei
Imagine quem tem os dois

É muito quadro pr'uma parede
É muita tinta pr'um só pincel
É pouca água pra muita sede
Muita cabeça pr'um só chapéu
Muita cachaça pra pouco leite
Muito deleite pra pouca dor
É muito feio pra ser enfeite
Muito defeito pra ser amor
É muita rede pra pouco peixe
Muito veneno pra se matar
Muitos pedidos pra que se deixe
Muitos humanos a proliferar

Se em terra de cego quem tem um olho é rei
Imagine quem tem os dois
Se em terra de cego quem tem um olho é rei
Imagine quem tem os dois

É muito quadro pr'uma parede
É muita tinta pr'um só pincel
É pouca água pra muita sede
Muita cabeça pr'um só chapéu
Muita cachaça pra pouco leite
Muito deleite pra pouca dor
É muito feio pra ser enfeite
Muito defeito pra ser amor
É muita rede pra pouco peixe
Muito veneno pra se matar
Muitos pedidos pra que se deixe
Muitos humanos a proliferar

Se em terra de cego quem tem um olho é rei
Imagine quem tem os dois
Se em terra de cego quem tem um olho é rei
Imagine quem tem os dois"

Composição: Zé Ramalho / Oswaldo Montenegro

3 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia,Carlos!

Obrigada por ter postado meus comentários.
Fiquei lisonjeada.
Estive em SP e nâo tive tempo para conhecer
o Museu da Língua Portuguesa.
Você é muito querido,não esqueça disso nunca.
Hoje a dor no corpo e febre não estão me deixando
escrever e nem raciocinar direito;acho que estou com
dengue.
Fique com Deus.
Beijos,
Lina Maria

Obs: Nunca esquecerei o que você fez hoje.
Pequenos gestos fazem grande diferença.

Andrea Nestrea disse...

olá, a foto da folha no espelho d'agua e de minha autoria. peço a gentileza de inclusão dos créditos ou que retire a foto. muito obrigada, andrea nestrea

Carlos Kurare disse...

Andrea,

Muito obrigado pelo aviso e parabéns pela belíssima foto, caso tenha mais fotos de sua autoria e puder enviá-las já com o seu nome na foto eu agradeço, na medida do possível, será uma honra ilustrar o meu blog com elas.
Um beijo!

Carlos Kurare

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...