quinta-feira, 24 de novembro de 2011

"É a vida e é bonita, é bonita!" Gonzaguinha


A vida é tão frágil...
Aproveite o hoje! ... Talvez não haja amanhã!
Carlos Kurare
19/11/2011



Mercedes Sosa - Gracias a La Vida - Letra: Violeta Parra


Tradução para Português:

Obrigado à vida ou Grato Pela Vida (Violeta Parra)

Obrigado à vida (Grato pela vida) que me tem dado tanto
deu-me dois olhos que, quando os abro
perfeitamente distingo o preto do branco
e no alto céu, o seu fundo estrelado
e nas multidões, o homem que eu amo.

Obrigado à vida que me tem dado tanto
deu-me o ouvido que, em toda a amplitude,
grava, noite e dia, grilos e canários
martelos, turbinas, latidos, chuviscos
e a voz tão terna do meu bem amado.

Obrigado à vida que me tem dado tanto
deu-me o som e o abecedário
e, com ele, as palavras com que penso e falo
mãe, amigo, irmão e luz iluminando
a rota da alma de quem estou amando.

Obrigado à vida que me tem dado tanto
deu-me a marcha dos meus pés cansados
com eles andei por cidades e charcos,
praias e desertos, montanhas e planícies
pela tua casa, tua rua e teu pátio.

Obrigado à vida que me tem dado tanto
deu-me o coração que todo se agita
quando vejo o fruto do cérebro humano,
quando vejo o bem tão longe do mal,
quando vejo no fundo do teus olhos claros.

Obrigado à vida que me tem dado tanto
deu-me o riso e deu-me o pranto
assim eu distingo a felicidade da tristeza,
os dois materiais de que é feito o meu canto
e o canto de todos, que é o meu próprio canto

Obrigado à Vida
Obrigado à Vida
Obrigado à Vida
Obrigado à Vida

Um comentário:

Anônimo disse...

A fragilidade da vida...sei bem o que é acordar e experimentar esta sensação.
Tive que fechar os olhos do meu irmão que, aos trinta e seis, teve um infarto,
provocado por "letais doses de insulina".
Ele estava lá, inerte, rígido...olhava para a janela do quarto com um sorriso que
ficou congelado em seu rosto, como se fosse uma fotografia.
Ele quis morrer e coube a mim terminar o que ele deu fim.
A partir deste momento, fiz uma restrospectiva da minha vida e resolvi mudar;
mudar para viver de verdade e deixar de brincar de viver.
Um dia era vida,no outro era morte.
Para ele acabaram os sonhos, os planos,a carreira,os amores...
Para mim, de certa forma,muita coisa acabou junto.
Acabou o conformismo, a letargia e tudo o que intenciona "engessar" o meu caminhar.
Carpe diem!
Talvez amanhã você seja apenas comida para larvas ou, na melhor das hipóteses,
adubo para a terra.
Não espere perder para tentar achar, pois pode estar realmente perdido.

http://www.youtube.com/watch?v=yPwQw-cfGvc&feature=related

Um beijo,
Lina Maria.

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...