sábado, 28 de abril de 2012

"Mais que a maciez da pele...procuro a suavidade do toque!" Carlos Kurare


  

Com o poema abaixo quebrei um longo jejum de poesia. 
Isabel... obrigado  pela inspiração!
Carlos Kurare




O sorriso de Isabel

Isabel não sorri... seu sorriso, sorri por ela!

O sorriso de Isabel tem vida própria
Ele flutua de forma livre, crua.
Manipula e me seduz.
O sorriso de Isabel é profícuo,
Como pirilampos sedentos de luz
Vem e corta meus olhos como navalha branda.
O sorriso de Isabel é lindo! É inebriante
Assusta-me e desarma.






Às vezes, penso que caiu do céu!
Como uma bólide, rasgando a pele da noite
Esse belo monólito que é
O sorriso de Isabel.

O meu sorriso é amarelo
Amargo como o fel,
Talvez por nunca ter cruzado
com o sorriso de Isabel!

Minhas dores são tantas,
Minhas cruzadas foram muitas
Quero o bálsamo dos olhos, quero
a ternura da alma, e dos lábios a quentura...
do sorriso de Isabel!

Sampa - Outubro de 2009

Carlos Kurare

Smile - Nat King Cole - Música de Charlie Chaplin


Música: Charlie Chaplin
Artista: Nat King Cole


Sorria, embora seu coração esteja doendo
Sorria, mesmo que sua quebra
Quando há nuvens no céu, você vai conseguir
Se você sorrir para seu medo e tristeza
Sorria e talvez amanhã
Você verá o sol brilhando, pois você



Ilumine sua face com alegria
Esconda qualquer traço de tristeza
Embora uma lágrima possa estar tão próxima
Esse é o tempo que você tem que continuar tentando
Sorria, qual é a utilidade do choro?
Você vai descobrir que a vida ainda vale a pena
Se você apenas sorrir

Esse é o tempo que você tem que continuar tentando
Sorria, qual é a utilidade do choro?
Você vai descobrir que a vida ainda vale a pena
Se você apenas sorrir

Postado originalmente em 20/12/10

3 comentários:

Isabel disse...

Oi, Carlos, bom dia!

Como te disse ontem, postei esse poema no meu blog. Uma amiga minha inspirou-se nele e compôs outro poema, que vale a pena você conhecer.


O sorriso de Isabel

O sorriso da Isabel vem do coração.
Sorriso límpido como sua alma.
Alma feliz, festeira, que ama a vida como ela é.
O sorriso da Isabel é raio de sol, é misto de ternura.
É a brisa fazendo folia, despenteando seus cabelos.
Ser o sorriso da Isabel é privilégio só dela.
Deus o desenhou e os anjos o pintaram, somente pra ela.
Em seu rosto se emoldura, se encaixa com perfeição.
É como um retrato com a moldura certa.
O sorriso da Isabel é nuvens voando no céu.
É uma aquarela de risos, é um toque de magia.
Esse sorriso é só seu, Isabel!

Cecília

Belo, não?!Um poema inspirando outro... bjs, um belo domingo pra vc!

Isabel

Carlos Kurare disse...

Isabel...

Sinto me honrado por meu poema ter inspirado outro poema.

Um beijo para você e para a Cecília!

Por favor, me passa o link da postagem do poema! Não li o que disse ontem, pois não recebi nada seu. Pode me enviar novamente? Obrigado!

Isabel disse...

Oi, Carlos!

Segue os links:

http://meuamorvirtual.loveblog.com.br/472135/O-Sorriso-de-Isabel/

http://poesiamor.loveblog.com.br/472595/O-Sorriso-de-Isabel/

Publiquei também o artigo "Posso errar?", que li no seu blog. Usei o link do blog de onde vc copiou o artigo.

Seu blog é simplesmente maravilhoso. Eu o tenho como modelo. Coloquei o link dele no meu. Onde tem Links Favoritos, o seu é o da flor amarela no fundo azul.

E como um poema leva a outro, tem mais um inspirado no seu. Pelo jeito, ele mexeu com o imaginação dos meus amigos poetas.


Teu sorriso é encantador
Ele é a porta de tua alma
Teus olhos as janelas
Os lábios, degraus
Teus cabelos o cobertor
Tua face o desejo de tocar
Teu corpo, oculto e secreto
O mistério que quero revelar

Autor: Eugênio


Beijos, bom dia e um ótimo feriado!

Isabel

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...