terça-feira, 14 de agosto de 2012

VERde novo: Postado originalmente em Sampa - 25/6/2010 02:23

Vamos à guerra pelo sexo! Pelo amor! Pela afinidade!

 




- Aqui não fazemos guerra de sexos! Guerra entre os sexos, ou sexo entre guerras! Pensando bem... Sexo entre guerras é bom! Portanto: “desdigo agora o que eu disse antes!” E digo: Aqui fazemos sexo que é uma verdadeira guerra! Só não rola sangue o resto: ROLA tudo!


- Aqui! Pelo contrário! Vamos à guerra pelo sexo! Pelo amor! Pela afinidade! ...e por alguém que pague nossas contas!- Ops! Falei demais! Escapou sem querer querendo.  ):o)
- Aqui! Os sexos opostos! Estão dispostos!
- Caramba! Quem não gosta de mulher, educada, intelectualmente refinada, culta e independente, que vá visitar o site: www.mulherehbichobao.com
- Pois, Mulheres são criaturas doces! São sensíveis a Gatos sensíveis! Têm afinidade com eles!
Como está difícil achar mulher refinada! Há muitas mulheres, mas, são todas destiladas! Ouvi dizer que essa escassez também afeta o mundo masculino.   Eu digo, aos freqüentadores deste Blog, sejam eles, homens, mulheres, ou outros.
- Sim! Há casos de comprovados de visitas ao Blog de Aliens, espíritos do bem, e de alguns raros espíritos de porco também!
Eu digo para os que querem acima de tudo! Um pouco de tudo! De tudo um pouco, e nada de nada!
Eu digo: "como pode conviver a luz com a escuridão"?
- Por falar em companhia, lembrei-me do filme "O feitiço de Áquila" (to doidinho para rever esse filme, sim... eu o tenho aqui, só falta à companhia). Lembra? Quando ele chega, ela se vai! Quando ela chega, é ele que se vai.
Mas sempre andavam lado a lado um fazendo companhia ao outro. Para quem não lembra: eles foram enfeitiçados, de dia ela é um falcão à noite ela transforma-se em mulher, mas ele transmuta-se em lobo. Isso é que é maldição! Não é não?

- É isso! Ao invés de praguejar contra a escuridão vá acender uma vela, cristão! Ou faça como eu, acenda logo uma fogueira!

Para quem não sabe, tenho até pederneira.
Faço fogueira com dois pedaços de madeira!
Com lenha seca, úmida ou lenha de moleira.
Só não acendo cérebro cheio de baboseira.
Você já reparou como há cérebros podres neste reino?
:o)
Os versos são pobres, mas... algumas vezes... sou


Texto sem revisão estou cansado demais para fazê-la!

Carlos Kurare


Sampa - 25/6/2010 02:23


Vamos rir um pouco?

Rachel Ripani - Garota de Programa - Stand-up comedy



Stand-up comedy é uma expressão em língua inglesa que indica um espectáculo de humor executado por apenas um comediante. O humorista se apresenta geralmente em pé (daí o termo 'stand up'), e na ausência da quarta parede.
Também conhecida como humor de cara limpa, a comédia stand-up privilegia o artista munido apenas do microfone, sem personagem, fantasia ou acessórios. O humorista stand up não conta piadas conhecidas do público (anedotas). É normal que se prepare números com texto original, construído a partir de observações do dia-a-dia e do cotidiano.

3 comentários:

Lina Maria disse...

Ler esta postagem fez-me lembrar a conhecida frase de Vinícius de Moraes:
"A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida."

Manejar a "arte do encontro" talvez seja um eterno aprendizado para
os que racionalizam, reduzindo à métrica os sentimentos.
Feitiço de Áquila conta sobre conquista de um encontro "quase" impossível.
Lindo filme, poeta!

Sua postagem lembrou-me também Clarice Lispector em "As águas do mar"...

"O mar, a mais ininteligível das existências não humanas. E aqui está a mulher, de pé na praia, o mais ininteligível dos seres vivos. Como o ser humano fez um dia uma pergunta sobre si mesmo, tornou-se o mais ininteligível dos seres vivos. Ela e o mar.Só poderia haver um encontro de seus mistérios se um se entregasse ao outro: a entrega de dois mundos incognoscíveis feita com a confiança com que se entregariam duas compreensões.(...)"

O estado de não-conhecimento destes seres ininteligíveis deflagra a possibilidade do encontro entre "mulher" e "mar".
O mergulho no mar e a chance derradeira do conhecimento do outro.
Requer coragem para penetrar em mundos, bem como permitir o mergulho nos mares
serenos e revoltos do "Ser".

Mudando de assunto...
Espero que você esteja bem de saúde, pois tenho notado algo diferente,claramente
perceptível, tanto nas tuas palavras, quanto no teu silêncio.
Um beijo em teu coração!

Lina Maria disse...

Encontrei um vídeo com o conto "As águas do mar", mencionado em meu comentário:
http://www.youtube.com/watch?v=BabmPfYHwDw

Silvana Bacana disse...

Bem, o filme O Feitiço de Áquila, tive o prazer de assistí-lo há muito tempo atrás,
com uma das atrizes, a meu ver, mais bonitas do cinema, Michelle Pfiffer (não lembro se a grafia está correta). Também gostaria de revê-lo, recomendo que todos o assistam,
ficção com muito, mas, muito AMOR !!!

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...