quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Me dá, me dá, me dá! Me dá um abraço apertado já!



Me dá um abraço?
O  calor do teu abraço... abranda a minha dor!
A  alvura de tua pele... colore minha pele de cor!

A nau que erra no verde dos teus olhos, me instiga a abordá-la.
O cheiro do teu corpo desperta...fome.
Não quero neste momento ...polemizar,
mas a quimica da minha física
quer te polimerizar!

Talvez... tenhamos a sorte de com a fusão de tempo e luz
...nos polinizar.

Carlos Kurare

Sampa - 19/9/2012 12:36



O Nelson Motta é muito bom! Pena que seja tão difícil descobrir os autores das músicas. Essa displicência com os autores me incomoda. Intérprete é tudo de bom, mas autor... é tudo! De que adiantaria o talento dos interpretes sem a maravilha das composições a serem interpretadas?

A poesia vive esquecida por não ter voz!
A boa música é aquela que transpira poesia.
Carlos Kurare




Bem Que Se Quis Marisa Monte música de Pino Daniele e Nelson Motta



Bem Que Se Quis
música de Pino Daniele e Nelson Motta

Bem que se quis
Depois de tudo
Ainda ser feliz
Mas já não há
Caminhos prá voltar
E o quê, que a vida fez
Da nossa vida?
O quê, que a gente
Não faz por amor?...

Mas tanto faz!
Já me esqueci
De te esquecer
Porque!
O teu desejo
É meu melhor prazer
E o meu destino
É querer sempre mais
A minha estrada corre
Pro seu mar...

Agora vem, prá perto vem
Vem depressa, vem sem fim
Dentro de mim
Que eu quero sentir
O teu corpo pesando
Sobre o meu
Vem meu amor, vem prá mim
Me abraça devagar
Me beija e me faz esquecer...

Bem que se quis
Depois de tudo
Ainda ser feliz
Mas já não há
Caminhos prá voltar
E o quê, que a vida fez
Da nossa vida?
O quê, que a gente
Não faz por amor?...

Mas tanto faz!
Já me esqueci
De te esquecer
Porque!
O teu desejo
É meu melhor prazer
E o meu destino
É querer sempre mais
A minha estrada corre
Pro seu mar...

Agora vem, prá perto vem
Vem depressa, vem sem fim
Dentro de mim
Que eu quero sentir
O teu corpo pesando
Sobre o meu
Vem meu amor, vem prá mim
Me abraça devagar
Me beija e me faz esquecer...

Bem Que Se Quis!...


polimerização
1. Quím. Processo em que duas ou mais moléculas de uma mesma substância, ou dois ou mais grupamentos atômicos idênticos, se reúnem para formar uma estrutura de peso molecular múltiplo do das unidades iniciais e, em geral, elevado.


3 comentários:

Lina Maria disse...

Que doce convite à felicidade na melodiosa voz de Marisa Monte!
E como esquenta um abraço de quem amamos, não é mesmo?
O verde da esperança nas entrelinhas do poeta que reinventa o desejo.
Esperança...este é o seu nome!

"Esperança"

Mário Quintana

Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as sirenas
Todas as buzinas
Todos os reco-recos tocarem
Atira-se
E
— ó delicioso vôo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança...
E em torno dela indagará o povo:
— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
E ela lhes dirá
(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
— O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA...

http://www.releituras.com/mquintana_esperanca.asp

Abraços!!

Silvana Bacana disse...

A boa música é aquela que transpira poesia, nossa gente, é claro, claríssimo, sem uma boa letra para nos tocar o coração de nada adianta uma canção!!!
Essa postagem está encantadora, tocante com as palavras de Carlos Kurare e da querida Lina. E Marisa Monte é bárbara. Um beijo Carlos.

DONETZKA CERCCK disse...

QUE PUBLICAÇÃO EXCELENTE,CARLOS!

SEU BLOG É NOTA 10000000!


NÃO TEM COMO COMENTAR OS VÍDEOS COM SUA VOZ,MAS OUVI TODOS!

QUE VOZ MARAVILHOSA! UM ACALANTO!


É OU JÁ FOI LOCUTOR??


AGUARDO SUA VISITA,QUERIDO AMIGO BLOGUEIRO COMO EU.COMENTE LÁ,OK?


VI SEU BLOG NO DE MINHA AMIGA ISABEL,O BORBOLETANDO,COMO LHE DISSE.


SIGA_ME E DIGA COMO SEGUI_LO.



ABRAÇOS


DONETZKA

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...