Eu "Mim" amo!

Cadê você Madame Mim
para fazer magias de amor
...só para mim!

Carlos Kurare

Sampa - 2/2/2013 14:28 

Ah! Não vale ficar invisível!!!


TIM MAIA e GAL COSTA - UM DIA DE DOMINGO





Desenho:
A espada era a lei - Trailer de 1993


Recomendo que você veja este desenho com seus filhos ou com seu namorado (já adianto que nem todos gostarão da idéia rsrs)
Leia mais a respeito...

A Espada era a Lei (1963)

Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho

Especial para o UOL Cinema
Nota: 3
Não é dos mais famosos desenhos da Disney, embora ainda tenha sido feito enquanto o mestre ainda estava vivo. Feito numa época quando ainda não havia o costume de chamar astros famosos para dublar os personagens, teve o mesmo diretor de "Mogli", "Os Aristogatas", "Robin Hood" e os primeiros "Winnie the Pooh".

O legal é que a versão aqui ainda é a antiga, com a versão dublada original, com o narrador Aloyso de Olivieira (famoso produtor musical da bossa nova), que era a marca registrada da Disney da época. Teve a preocupação de contar a lenda do jovem Rei Arthur e a espada de Excalibur como se fosse um conto medieval. A ênfase da história está na figura do mago Merlin, com sua coruja Arquimedes.

Indicado ao Oscar de arranjos musicais, foi o primeiro filme do estúdio com canções dos famosos Irmãos Richard e Robert Sherman, que depois fariam Mary Poppins. Também foi o primeiro desenho da Disney feito com um só diretor, lançado com a marca da Buena Vista (distribuidora do estúdio), mas foi o único filme deles nos anos 60 que não teve continuação, não virou show e não foi refeito.
Fonte: http://cinema.uol.com.br/resenha/a-espada-era-a-lei-1963.jhtm

Comentários

Susi disse…
Assistir desenhos acompanhada de filhos, ou sobrinhos e até mesmo namorado é sempre uma grande opção. Este desenho é fantástico para quem gosta de lutas de espadas, histórias medievais, magos e toda esta magia. Muitas vezes as pessoas entram em nossas vidas de forma inesperada e não sabemos bem ao certo porque, vão embora da mesma forma que chegaram sorrateiramente,mas em alguns destes encontros que não foram por acaso, os sentimentos mudam, basta apenas um olhar para pertubar e assustar e transformam nossas vidas para sempre.....
ELIANA disse…
Acho que me identifico mais com a Madame Min, do que com as princesas


eliana - lillica, pof

Postagens mais visitadas