sexta-feira, 5 de julho de 2013

Cuidado com o machado... cego!!!



Afie o machado para cortar o mal pela raiz! 
Carlos Kurare


Afiando o machado
"Uma das coisas que aprendi durante minha vida foi a importância de sabermos equilibrar nossas energias

Neste ritmo de vida, espremido entre o Blackberry, as inúmeras reuniões e os compromissos pessoais, dedicamos pouco ou quase nenhum tempo para o descanso. Conheço muitas pessoas que trabalham 15 horas por dia. Sem parar. Entenda, não tenho nada contra trabalhar. Acho que é fundamental para o progresso pessoal e da nação e para a dignidade das pessoas. Sei também que, para algumas pessoas, não há prazer maior do que trabalhar.



As pessoas mais talentosas que conheci AMAM o que fazem. Dedicam 100% de sua energia, amor e dedicação a esta paixão. Mas até elas entendem a importância de recompor as energias. Trabalhar sem descanso é como tentar cortar madeira com um machado sem fio. Vamos nos esforçar, suar, ter a impressão de que estamos fazendo muito. Mas, na prática, avançaremos pouco. A ilusão do movimento se confunde com a realidade do resultado.

Ao trabalhar sem descansar, esquecendo de afiar o machado, gastamos o dobro do tempo e da energia para cortar a lenha. Curiosamente, esse é um problema em grande parte limitado ao ambiente empresarial. Os atletas profissionais, grandes artistas, escritores e médicos sabem da importância do descanso. Olhando com atenção, notamos que a maioria das pessoas que deixam sua marca no mundo entende e respeita os ciclos do trabalho e da vida. São intensos quando precisam ser intensos, mas dedicam tempo para se recompor e recuperar. Mas como fazer isso no nosso mundo a mil por hora? Eis algumas dicas:

1) Comece simples e vá aumentando: se conseguir começar saindo mais cedo uma sexta-feira, (na frequência que achar necessário) já é um ótimo começo. Só não caia no erro de se convencer que "um dia" você vai ter tempo, porque como a maioria das coisas na vida, ou você CRIA o tempo ou não conseguirá. Repito: a frequência depende de cada um. Não é uma competição! É você respeitando seu próprio ciclo. Por isso, comece já!

2) Descubra um hobbie: descobri por experiência própria que, geralmente, as pessoas com muita energia, determinação e vontade de "fazer" dificilmente conseguem parar totalmente. E o objetivo aqui não é se mudar para uma caverna no Tibet. É permitir que sua cabeça, seu corpo e seu espírito recomponham as energias. Ao focar em algo que lhe dá prazer, mesmo sendo uma atividade, você irá permitir que isso aconteça. Mas nem todos precisam disso. Muitos conseguem aproveitar o dolce far niente.

3) Reveja seus valores: sei que aprendemos que a vida é dura, que os resultados somente vêm para quem se esforça muito, que é necessário "matar um leão por dia" para se viver. Reitero que acho o trabalho fundamental como PARTE do conjunto de valores de uma pessoa. Mas vamos combinar: PARTE não é o todo, certo? Você continuará sendo uma pessoa íntegra, dedicada, comprometida e com paixão pelo que faz, mesmo que decida começar a viver um pouco mais e melhor. Seu corpo e sua família agradecerão. Ah e lembre-se: mesmo na selva, não se mata um leão por dia. Se fosse assim, os pobres leões estariam extintos há séculos!

4) Pense no longo prazo: quanto mais planejar, mais poderá aproveitar os "intervalos" para fazer coisas que lhe inspirem, motivem e reenergizem. Faça uma lista das coisas que gostaria de fazer em sua vida, e veja quais são possíveis fazer nestes intervalos. Pense que existe uma grande chance que, de acordo com a revista inglesa The Economist, quando estiver pronto para se "aposentar", este conceito deixará de existir . Como consequência tenha certeza que terá amplas oportunidades de contribuir para a sociedade e as empresas a longo prazo. Por isso por que não aproveitar agora, enquanto tem o dobro da energia e a metade da experiência, para efetivamente viver? E ao viver, carregar suas energias?

Espero que essas dicas sejam úteis. E lembre-se: a gente só leva desta vida a vida que a gente leva."

Pierre Schürmann

Fonte: CLique aqui: Isto é

Careful with That Axe, Eugene - Pink Floyd - Live At Pompeii - 1972 - HD

2 comentários:

Anônimo disse...

É poeta... dicas valiosas.
Me lembrei de uma frase que gosto muito:

"Não transija. Voce é tudo o que tem."
(Janis Joplin)

Carlos Kurare disse...

Criatura incógnita:
Grande verdade essa inserida na frase de Joplin!

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...