Flávio Gikovate... Luto!


Flávio Gikovate


Infelizmente Flávio Gikovate não habita mais este mundo... 

Flávio se vai, mas se deixa ficar. Pois sempre poderemos ler seus livros e textos, ou ouvir suas palestras pelo YouTube. 

Flávio não morreu, pois sempre estará vivo para mim!

Tenho um livro autografado por ele. Estive presente em algumas de suas apresentações. Leio e ouço muito de suas experiências. Vira e mexe...Eu bebo do saber dele!

Estou a ficar com os olhos mareados ao escrever... creio que é o sentimento do quanto eu deixarei de aprender com ele. Não haverá mais novidades, pois a fonte secou, resta beber o que ele deixou.
Flávio com suas colocações maravilhosas me ajudou muito. 


Obrigado Flávio por ter partilhado comigo, e com tantos outros, suas ideias, seus conhecimentos, seu caminhar...

Num mundo de penumbras, Flávio iluminou a mim e ao meu caminho!



Flávio... você fará muita falta...


Carlos Kurare 



Essa tal felicidade... http://www.mljornalismo.com.br/_docs/popup_textos_felicidade.htm

Flávio Gikovate foi um médico psiquiatra, psicoterapeuta e escritor brasileiro e uma vez sorriu par mim e apertou a minha mão!

Comentários

Anônimo disse…
Uma vez vi ouvi o Gikovate dizer sobre os pares opostos. Ele argumentou que essa de que os opostos se atraem e bla, bla, bla, era verdade, contudo depois se repeliam. Ele defendia a tese de que pessoas muito parecidas é que poderiam ficar juntas por muito tempo. Acho que essa foi uma das melhores falas dele. Enfim, vamos experimentando sobre polos opostos ou não...
Carlos Kurare disse…
Relações sem afinidades tendem a se desmanchar com as ondas do tempo.
Onde há inúmeras afinidades entre os parceiros, o tempo tende a cristalizar ainda mais essa relação.

Empilhar tijolos afetivos, sem a argamassa da afinidade... não cria uma parede sólida!

As afinidades são a argamassa de uma relação sólida!

Carlos Kurare

Postagens mais visitadas