segunda-feira, 1 de março de 2010

Fernando em pessoa!


"Quem quer passar além do Bojador tem que passar além da dor."
  Fernando Pessoa.

A dor física já a enfrentei e a enfrento com bravura. Não a busco, ela é que teima em embater-se comigo! A dor das emoções, dessas que bailam, como pirilampos enlouquecidos, sob a luz de postes noturnos e anônimos, essas eu procuro alucinadamente e as enfrento com bravura, as perscruto como quem busca redenção. Forte emoção me torna humano, leve emoção me torna divino... e a delicada emoção... Permite-me conviver com os anjos.
Ouçam esta delicada canção e conviva com anjos!

Carlos Kurare
.


Canção Do Mar
Composição: Frederico de Brito / Ferrer Trindade

Fui bailar no meu batel
Além do mar cruel
E o mar bramindo
Diz que eu fui roubar
A luz sem par
Do teu olhar tão lindo

Vem saber se o mar terá razão
Vem cá ver bailar meu coração

Se eu bailar no meu batel
Não vou ao mar cruel
E nem lhe digo aonde eu fui cantar
Sorrir, bailar, viver, sonhar contigo

Vem saber se o mar terá razão
Vem cá ver bailar meu coração

Se eu bailar no meu batel
Não vou ao mar cruel
E nem lhe digo aonde eu fui cantar
Sorrir, bailar, viver, sonhar contigo

Nenhum comentário:

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...