quarta-feira, 17 de março de 2010

Pericárdio - A resposta vem à Cavalo e não a cavalo!!!


A resposta vem à Cavalo e não a cavalo!!!

Pericárdio

Não quero morrer com Morlocks nem viver com Elois. Quero conviver com seres inteligentes, pensantes, e motivadores.
E digo se temos a felicidade de perceber o belo, é por que ele nos foi apresentado em algum momento de nossas vidas.

A escuridão não existe ela é apenas a ausência de luz!
As pessoas que vivem no lixo cultural, não percebem essa diferença, pois não tem paradigmas comparativos. Infelizmente eles não têm acesso ao que é bom. Sei disso, pois tive que conviver com o lixo cultural por muito tempo.
As crianças deste país crescem ouvindo e vendo lixo cultural. Os pais não têm preparo para admirar o belo pois cresceram no lixo cultural. Sei disso. Não olho só para o belo, atento-me ao lixo cultural que me rodeia. Praguejo contra ele, mas, procuro na medida das minhas possibilidades mudar essa realidade, faço pouco, mas faço!
Tento colocar flores e plantas nas casas dos que não entendem o valor delas. É difícil, pois flores e plantas de plástico são mais práticas, estão sempre bonitas, não dão trabalho...
Sei que não agrado sempre, mas, afinal sou um ser vivo pulsante, sou uma plantinha. Na verdade um cacto, afinal vivi em lugares desérticos, áridos com pouca flora e fauna, mas sou nutritivo como palma do agreste. Dou flor e fruto como um bom... Cabra da peste.
E se você também é uma plantinha... Vamos nos regar?!
E quem sabe? Num dia qualquer de primavera, um beija-flor traga-me, num trago de néctar, um beijo seu.
Carlos Kurare

Post scriptum:
Sou um autor de muitos estilos, essa é uma peculiaridade minha. Esse é um estilo meu. Sou assim na vida, sou realmente eclético, talvez esse seja um dos motivos de ter dificuldades em encontrar quem me acompanhe.
Talvez isso que aparentemente seja uma espécie de defeito, possa ser, um tipo de mérito, eu gosto de ser assim. Gosto do popular e do sofisticado. Já almocei no Mássimo e já comi no mato e foi o máximo. Já almocei com banqueiro de graça, e já comi sentado em banco de praça. Etc. e tal. Sou um cacto, portanto, use luvas para me tocar, e rapidamente as tire ao tocar-me...
Agradeço o comentário que recebi, pois me fez escrever e isso é o que me importa, no momento, escrever e ser lido. Pois lido com gente, que lida com gente e não lê... ler gente é difícil pra dedéu.
Fiquei anos... Afastado de pessoas. Por conta de duas doenças auto-imunes, mas, não sou imune nem a doença nem a pessoas. Gosto delas... das pessoas... não das doenças é claro!
Ao sair bata a porta! Prenda meus dedos nela. Carnificine-os cara amiga. Desejo marcar sua cara! Quero tatuagens emotivas... Feridas na pele minha. Quero cicatrizes, “tatoos” que carregarei por toda vida. Como carrego as lembranças das dores que passei. 

Como sei que algumas pessoas têm dificuldade de diferenciar o escritor do homem. Deixo claro: há uma tênue linha que separa ambos. É tênue, mas, ela existe! É pericárdio.

Vangelis - Chariots of Fire - carruagens de fogo

6 comentários:

Anônimo disse...

Carlos,
O que seria dos poetas, dos prosadores se não ouvesse os seus leitores.
O que me agrada em você é esse seu estilo eclético de ser. De transformar palavras sofisticadas, simples ou pernósticas em leitura prazeirosa.
As suas palavras tem a magia de se transformar em sentimentos.
Alicce

Anônimo disse...

Quem foi que disse que ser eclético poderia ser o motivo de ter dificuldades em encontrar alguém que o acompanhe ?
O que uma coisa tem a ver com a outra ?
Eclético ou superficial ?
Superficial e raso.

Anônimo disse...

"Seu comentário estará visível depois de ser aprovado".
Não acredito que voce esteja postando TODOS os comentários que realmente recebe.
Um blog sem consistência alguma , como esse , e de uma pretensa autoridade em conhecimentos gerais !
Mediocridade.

Carlos Kurare disse...

Caro Superficial e raso (nick estranho o seu).
A resposta à sua pergunta, está em suas mãos...

Carlos Kurare disse...

Cara mediocridade!
O seu nick é cheio de baixa-estima. Hein? Ah! Não é o seu nick? Ah! Você prefere ficar sob o manto do anonimato, não dá a cara para bater, hummm. Entendo...
Talvez não esteja familiarizada com o termo blog? Isto aqui é um blog, sabe o que é um blog? Veja no Aurélio. Caso não o tenha posto aqui para você. Afinal você vai espernear mesmo. Acho que você é o superficial e raso, hum...dupla personalidade?
Fica com Zeus!

Anônimo disse...

Agora isso aqui deixou de ser "lição de casa" do maternal II.
É isso aí : luzes , câmara , ação !!!

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...