terça-feira, 16 de março de 2010

Tempestade, um ato de amor.

Atendendo a um pedido anônimo aqui esta tempestade na minha voz. O vídeo é o segundo que faço.Ainda me atrapalho com o software e não tenho tempo para estudá-lo. 
Carlos Kurare


8 comentários:

Anônimo disse...

Você é simplesmente mágico na sua criatividade, adorei a tempestade na sua voz, as imagens estavam belíssimas.
Tem coisas que vale a pena socializar com os amigos, vou encaminhá-lo para as pessoas que sei que gostam.
Alicce

Anônimo disse...

E já que esse negócio promete , eu resolvi zuar esse tópico também :
Voz de tempestade ?
Não , não passa de uma marolinha ...

Anônimo disse...

Cara , eu só achei , do lado esquerdo do blog , os seus " seguidores ".
Onde está o link dos " perseguidores " ??

Anônimo disse...

Carlos,
Devemos utilizar as críticas para nos rever e melhorarmos...
mas vamos lá...esse seu perseguidor é chato....mande ele fazer outra coisa!!!
Aliás até fiquei curiosa...mande ele mostrar a cara.
Alicce

Anônimo disse...

Alicce,

Ficou curiosa por que, querida ?
Porque eu injeto ADRENALINA nesse blog ?
Como pode perceber o autor desse espaço cultural, as minhas interferências andam mexendo com o imaginário feminino.
Como está escrito numa passagem da Bíblia:
" Seja frio ou quente , não seja morno que eu te vomito."

Um beijo pra voce Alicce!
(PS: esse é o sabor da minha pizza favorita...)

Seu Anônimo predileto.

Carlos Kurare disse...

Caro mimetizado stalker!

Não sei se o conheço? Mas o conheço bem! (2ª mentira do dia)

Lembrei-me agora daquela passagem bíblica que diz: “Antes mal acompanhado, do que só!” (falo isso a décadas, mas enquanto tiver boas, opções vou passar a vez) Está no gênesis, sabe... quando Deus criou o homem e a mulher. Deus é sem dúvida adepto dessa filosofia. Já que criou a ambos.
Então caro amigo (ou amiga) incógnito, seja bem vindo! Com sua fina (1ª mentira do dia. rs) ironia.
Essa da pizza de Alicce foi divina! Genial mesmo. Pena que a aliche é uma pizza salgada, se não o fosse eu comia! Tenho que ter cautela com o sal e com a acidez sabe? Tenho estomago fraco.
A propósito, lembrei-me de um prato que comi nos bons tempos do cruzado, quando o Jose Sarney o gênio econômico (argh) congelou tudo, fui várias vezes jantar no Mariko, do Caesar Park, eu jantava um “tem penha qui”, anchovas com legumes feitos divinamente na chapa, o sushiman habilmente espirrava sabores na minha camisa. Ai que saudade me dá...
Lá se vão duas décadas...
Bem é isso, Venha para ficar, e só não estou respondendo à sua altura, suas provocações, pois ando com dores na coluna. Rs. Na verdade o tempo anda curto.
Alicce, Cara não sou chegado a pizzas, mas que deu vontade de comer uma pizza de aliche agora... Ah!Deu! Ah Deus!
Um abraço!

Anônimo disse...

Concordo...antes mal acompanhado do que só.
Mas, eu não acho que voce seja uma má companhia, senão não andaria por aqui, ultimamente.
Eu gosto de voce e acho que , assim como o carvão , voce tem a vocação para se tornar um diamante.
Conte comigo nesse processo de pressão!
Falando em fazer terapia nesse blog , me lembro de ter ouvido certa vez alguém dizer:
"Eu prefiro um beijo do que um tapa , mas , eu prefiro um tapa do que nada."
Sem nem um tapa, morremos de inanição.
Conte comigo pra se manter vivo!
Um abraço bem apertado , e que sua coluna se f..., não essa aqui em que escrevemos , mas a outra que não anda fazendo o trabalho dela como deveria.
Depois dessa declaração de amizade incondicional e eterna , voce me deve uma pizza.
Mais um beijo pra Alicce.

Anônimo disse...

Obrigada pelos beijos querido(a) anônimo, e fico lisonjeada de lembrar sua pizza favorita(espero que não dê indigestão..porque as vezes também sou intragável)...mas vamos lá ao que interessa....o blog é dele, e como autor ele escreve o que quer...deixe o menino ser feliz! é claro que as críticas são sempre construtivas...desde que se perceba que não é mera implicância.
beijos para o autor e o perseguidor(a)
Aliche..não ...alicce (vocês dois me confundiram....crise existencial...rs)

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...