terça-feira, 20 de abril de 2010

Gente Humilde...

Acabo de escrever um comentário no Blog Sementes da terra. E gostei da brincadeira com a palavra gás. Cresci em rua de terra mole e de gente consistente. A vida era dura mais a alma era dúctil.
Segue abaixo o comentário postado:
“Lembro-me que sem asfalto nem o caminhão do gás passava na rua nos dias de chuva...
Era uma "barra" Ir para o trabalho com os sapatos e a barra da calça, cheias de barro era vexatório. Perdíamos o gás, não flutuávamos. Éramos pesados e consequentemente nossos pés afundavam mais profundamente na lama.”
Lembrei-me agora, daquela gente que conheci ao participar do Projeto Rondon no inicio da década de 80. Quanta miséria existia neste país longe dos grandes centros. Existia? Ops! Existe!!!
Quando este país vai investir para valer na educação? Educação a fronteira final...
Carlos kurare



Gente humilde - composição: Garoto - Vinicius de Moraes - Chico Buarque/1969 - na voz de Luiz Melodia

4 comentários:

José M. Barbosa disse...

O Link já funciona.

Cumprimentos.

JMB

Anônimo disse...

Carlos,
Tem certos dia em que eu penso em minha gente, e sinto assim todo o meu peito se apertar....., pois é que bom seria se os políticos também pensassem sobre nossa gente...
Adorei o caminhão de gás, o amassar do barro na rua de terra....saudades não!!!!!!,mas imaginar que tantas pessoas ainda passam por isso...me dá tristeza.
beijos
Alicce

Isabel_Alvarenga disse...

Carlos, também tenho lembranças desta mesma lama... tinha que ir ao trabalho usando botas e levando numa sacola um par de sapatos limpos, de salto alto, bem de acordo com o lugar onde trabalhava. Na volta, acontecia o contrário: descia do salto e novamente usava a bota e caminhava sobre a lama... Esse tempo passou para mim... e fico feliz quando vejo ele passar para outras pessoas também...

Anônimo disse...

Parabenizo, não apenas à Carlos Kurare, mas às mulheres acima Isabel Alvarenga e Alicce, pelos belíssimos depoimentos feitos nesta postagem. Para acompanhar tudo isso,nada menos que Luiz Melodia
com sua voz suave e doce cantando a triste canção Gente Humilde e,mostrando em vídeo toda a realidade dramática de nosso país!!! S.Bacana.

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...