segunda-feira, 24 de maio de 2010

Coisas do Zodíaco...

Irmã... eu duvido! Mas, caso veja esta postagem, saiba que a música é para você!






Neste domingo, minha irmã esteve aqui em casa e pegou o endereço do meu Blog. Não sei quando vai visitá-lo. Pois ela entende tanto de PCs, quanto uma formiga entende de mecânica quântica. Se eu lhe disser que vou instalar um pingüim (linux) no micro, ela entende que: vou cozinhar um pingüim no microondas.

Bem...Ela esta fazendo quimioterapia seus cabelos foram-se. Mas sua voz (alta pacas) e sua tenacidade continuam as mesmas (se tem menos de 40 não vai entender a piada). E sua disposição também.
Bem... após ser submetida a quinta cirurgia, em cinco anos, e ter a barriga mais retalhada que o corpo do Frankenstein...ela ainda me surpreende pelo seu desprendimento frente a doença e pelo seu bom humor e simpatia.


Um beijo, mana.

Carlos Kurare



Vitoriosa - Ivan Lins

7 comentários:

ANÔNIMA FASCINADA disse...

Carlos Kurare, tenho que reconhecer minha incapacidade de opinar sobre seu trabalho. Após ler os comentários das pessoas ao filme dos “Três Patetas” e a homenagem de hoje à sua irmã, fiquei envergonhada pela crítica que fiz no dia 22/05. Tenho visto o quanto se esforça para dar o seu melhor, e nos fazer pensar... É difícil para pessoas como eu, de inteligência mediana, entender as suas brilhantes colocações.Aprendo com isto uma grande lição:Algumas coisas são tão complexas que necessitam do silêncio e da reflexão para serem compreendidas corretamente.Então ficarei de boca fechada.Parabéns!

Carlos Kurare disse...

Anônima... relaxe menina! As críticas são bem vindas.
E as suas são ótimas. Não se cale não se envergonhe, “não cale na boca notícia ruim!”. Apenas entenda uma coisa eu sou realmente eclético. Jogo video-game e já joguei xadrez. Gosto de música clássica e de musica caipira de raiz. Gosto do Asterix e do Pessoa. Sou assim. Tomo coca com limão e adoro um Gatão (vinho verde português, pois bons vinhos têm nome.rsrs). E por ai vai. A crítica eu a vejo como algo benéfico, pois aprendo com ela. É claro que não dou atenção aos comentários patéticos que recebo e que não publico mais. Pois não são críticas. São manifestações doentias da malta, que nada produz e pouco ou nenhum conteúdo tem. Têm prazer de destilar a bílis da amargura que abrigam em seus corações. Já dizia Vitor Hugo “quanto menor o coração mais ódio ele abriga.” Bem sem estender muito mais. É o seguinte: se publico é por que gostei se não gostei não publico. Aqui impera a minha ditadura. O blog é meu e sou senhor do meu castelo. E vou continuar a postar o que me agrada, e na medida do possível o que agrada a você meu leitor.
È isso.
Um abraço a todos que comentam aos que comentários por e-mail aos que ligam aos que apenas visitam (a grande maioria não comenta, e isso é normal. Mas se deleitam com o Blog e isso já me faz feliz. O blog e uma espécie de diário que partilho e no momento isso me faz feliz!
Carlos Kurare
:o)

Anônimo disse...

Espero que realmente a sua irmã veja....é de emocionar ....bjs
Alicce

Renata disse...

Olá Kurare, me emocionei com sua postagem hoje.Sempre adorei esta música do Ivan, mas a sua homenagem para a sua irmã mexeu com meu coração.
Renata

Lee disse...

Olá Kurare, gostei muito da homenagem á sua irmã, mesmo que ela não leia, vai ficar registrado para a eternidade essa sua admiração! Me emocionei!
beijo terno...

Anônimo disse...

Carlos Chaplin te diz alguma coisa? Adorei o blog: Chico Buarque, Rubens Alves, dicas de livros, filmes...muita figurinhas pra trocarmos.Adorei conhecer um pouco mais de vc. Ganhou uma nova fã. Débora (queenbee).

Isabel_Alvarenga disse...

Sinto que você melhora a cada dia e fico feliz em passar por aqui quase todos os dias... Sua inteligência flui de forma limpa e direta e a sua criatividade,bom gosto e dedicação são marcas fortes de sua maneira de ser... Muito bom... muito bom...Bjs no coração...

Sou do tempo em que montar numa magrela: era só sair para pedalar!

Há três coisas que eu nunca esqueço na vida, mesmo que eu fique muito, muito tempo sem praticar: - Andar de bicicleta; - Nadar; ...