sábado, 6 de novembro de 2010

Feelings desvairados...


Eu gostaria de sentir menos estes sentimentos...
Mas, não consigo mentir para comigo.
Por isso consinto, e sigo contigo estes momentos.
E meus pensamentos viverão... consigo.
Sinto-me às vezes, completamente fora de "si"!
Carlos Kurare


Morris Albert - Feelings



Iolanda - Chico Burque e Simone



Love story - Andy Williams



The Platters - Only You



The Platters - Great Pretender, Só Você (ao vivo)



The Platters - Only You



Paul Anka - Diana (1957)



Jessé  - Voa Liberdade

8 comentários:

Márcia disse...

Oi!
... está apaixonado?
Bj

Rê Liberato disse...

Ufa!!! Intensidade é a palavra...Força.
Exala paixão essa postagem...
Ou será que parte de outra parte?
Parte de mim?
De uma parte de mim...quem sabe...
Iolanda é uma das jóias mais preciosas...feita para os ouvidos e para o coração...
"Se me faltares, nem por isso eu morro
Se é pra morrer, quero morrer contigo
Minha solidão se sente acompanhada
Por isso às vezes sei que necessito
Teu colo,
teu colo,
eternamente teu colo"
"Quando te vi, eu bem que estava certo
De que me sentiria descoberto
A minha pele vais despindo aos poucos
Me abres o peito quando me acumulas
De amores,
de amores,
eternamente de amores."
Simplesmente um escárnio de sentimentos...
Não é a primeira vez que eu vejo você postar Jessé, Carlos...será que gosta dele?
Acho uma das vozes mais cristalinas que ouvi...
Voa liberdade é outra pérola.
Sexta-feira...bela postagem!!!
Uma promessa de amor no ar...quem sabe cada uma de nós respire um pouco...e se deixe levar...Voar.
Obrigada, Carlos...pela delicadeza da postagem...doce para o meu coração...espero que acalente o seu e dos seus leitores também...Final de semana iluminado.

Carlos Kurare disse...

Oi Marcia!

Infelizmente não!!!

Carlos Kurare

Carlos Kurare disse...

Rê,

Eu que digo obrigado a você e aos demais leitores pela percepção, e pele sensibilidade. E é claro aos gênios que comporam essas maravilhas.

E cá entre nós...eu gosto de tudo que é bom. :0)
Meu note está quase sem bateria. Um beijo!

Carlos Kurare

Ps.: Como é bom encontrarmos pessoas com tais sensibilidades, e afinidades. Sempre me senti meio alienígina, meio perdido num planeta distante do meu. Vejo agora que há outros ET espalhados pelo planeta e não estou assim tão só! :0)

Rê Liberato disse...

Bom dia, Carlos e leitores.
Que bom, estamos no mesmo Planeta...eu me orgulho por fazer parte dele...e fico feliz por vc estar nele...
Vou continuar nas asas de seu vôo...gostei do que a postagem promoveu em mim.
Já disse à você que, essa é uma grande qualidade de seu blog...sensibilizar.
Sempre digo que paixão e desejo são aroma do mesmo vinho.
E então...ainda deixando a paixão pairar no ar desse sábado cinza e preguiçoso...lembrei da Hilda Hilst...a poetisa obscura/iluminada:
"Lembra-te que há um querer doloroso
E de fastio a que chamam de amor.
E outro de tulipas e de espelhos
Licencioso, indigno, a que chamam desejo.
Não caminhar um descaminho, um arrastar-se
Em direção aos ventos, aos açoites
E um único extraordinário turbilhão.
Por que me queres sempre nos espelhos
Naquele descaminhar, no pó dos impossíveis
Se só me quero viva nas tuas veias?"...
Do livro "Do Desejo"...
Beijo no coração e como diz Martha Medeiros...eu desejo que desejes...neste final de semana que só chora...ops...chove...

Sheyla disse...

FEELINGS...

Querido amigo..os sentimentos são bens preciosos em nossas vidas..Com eles nos permitimos a contemplar a vida, a nos deleitarmos de suspiros frente ao que é bom, belo e justo..Mas às vezes estes mesmos sentimentos, que tanto INEBRIAM o coração, e nos deixam em estado de ÊXTASE...sofrem a sanção do COTIDIANO onde as deficiências psicológicas que cada um de nós têm, acaba por transformar o AMOR em PESAR..e onde se cambia música ONLY YOU..por ALONE..
É isso..HORA DO DESABAFO...ou SESSÃO DE DESCARREGO..rs..
Sei que me entende.
Beijo no coração.
Sheyla

Luna disse...

Oi Carlos!

Lindo o post de hoje...também!

Beijo!

Lee disse...

obrigada...por tudo! beijos carinhosos

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...