segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Rio de Janeiro: Aquele Abraçoooooooooooo!!!


Meu grande abraço ao querido Rio de Janeiro!

Só quero lembrar que traficantes existem,
devido a uma indigna cadeia alimentar.
Viciados os alimentam e eles alimentam os viciados!
Forma-se assim a simbiose do crime e do vício.
Precisamos matar a hidra e não simplesmente cortar suas cabeças.
A sociedade precisa ser menos hipócrita e entender que como o álcool,
a droga precisa é ser tradada de outra maneira.


Carlos Kurare



Aquele Abraço - Gilberto Gil.

6 comentários:

margoh werneck disse...

E quem paga o dano causado pelas drogas? Todos nós. Sim, todos nós pagamos a perda de produtividade, os custos do tratamento dos drogados, os roubos ou a danificação de propriedade e os custos do combate ao crime. Todo esse dinheiro acaba saindo do bolso de quem paga imposto e dos consumidores. Um custo muito maior, porém, é o dano social que as drogas causam à comunidade. Quem poderia calcular o custo da desintegração de tantas famílias, do abuso de tantas crianças, da corrupção de tantas autoridades e da morte prematura de tantas pessoas?

Abraço!

margoh werneck disse...

(mudando de pato pra ganso......rs olha isso
creio q vc vai gostar http://margohwerneck.blogspot.com/2010/10/se-um-quadro-vale-por-mil-palavras.html

Abraço

Carlos Kurare disse...

Margoh,

Eu vi...e gostei.

Carlos Kurare

Rê Liberato disse...

Quando olho para algumas questões da existência, penso que aprendi uma das melhores lições que a Vida podia me dar...quanto mais tempo demoro para julgar, mais compreendo...Penso que nessa área é bom que tenhamos propostas de ações...discordamos dos encaminhamentos...sabemos o ônus direto e indireto das drogas...Envolvimento necessário para transformação implica em educar para a Vida...cultivar valores, promover vínculos e buscar possibilidades de uma Vida Digna para nossas crianças e jovens...Trabalhando "dentro" de uma favela numa cidade próxima a São Paulo...tenho que me espremer e moldar, todas as vezes que sei da experiência familiar e social daquela população...e quando tenho que adaptar o meu conhecimento aos verdadeiros acontecimentos daquela gente...e mesmo assim presencio há anos seres desabrochando a despeito da qualidade do adubo primário...outros adubos somam-se ao preparo da terra...que pode se tornar fértil depois das ervas daninhas...e a colheita é esperançosa.
Existem tantos interesses obscuros cercando essa realidade...que precisa ser mais que questionada...precisa ser transformada...Primeiro o Verbo...depois Reflexão e Ação...Depois...quem sabe a Transformação...Quem sabe? Beijo carinhoso Carlos Kurare...Uma noite de paz...

Rê Liberato disse...

Interessante que você usou uma figura mitológica bastante significativa como representação simbólica...a Hidra de Lerna...uma serpente com corpo de dragão...possuía várias cabeças, que se regeneravam logo após serem cortadas...e exalavam veneno que matava...um monstro poderoso exterminado pelo herói Héracles...que não a derrotou pela força...e sim por estratégia e determinação...Interessante!!! Bj de novo

Carlos Kurare disse...

Comentaristas,

Agradeço a todos os comentários que recebo. Eles dão um colorido especial ao blog! Gosto de lê-los. Agrada-me muito este retorno.

Obrigado pelo carinho!

Carlos Kurare

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...