quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Não acredito mais No fogo ingênuo, da paixão São tantas ilusões Perdidas na lembrança...


Que poesia linda... até parece música!
Carlos Kurare

Noturno

Composição de Graco e Caio Sílvio

O aço dos meus olhos
E o fel das minhas palavras
Acalmaram meu silêncio
Mas deixaram suas marcas...

Se hoje sou deserto
É que eu não sabia
Que as flores com o tempo
Perdem a força
E a ventania
Vem mais forte...

Hoje só acredito
No pulsar das minhas veias
E aquela luz que havia
Em cada ponto de partida
Há muito me deixou
Há muito me deixou...

Ai, Coração alado
Desfolharei meus olhos
Nesse escuro véu
Não acredito mais
No fogo ingênuo, da paixão
São tantas ilusões
Perdidas na lembrança...

Nessa estrada
Só quem pode me seguir
Sou eu!
Sou eu! Sou eu!...
Hoje só acredito
No pulsar das minhas veias
E aquela luz que havia
Em cada ponto de partida
Há muito me deixou
Há muito me deixou...

Ai, Coração alado
Desfolharei meus olhos
Nesse escuro véu
Não acredito mais
No fogo ingênuo, da paixão
São tantas ilusões
Perdidas na lembrança...
Nessa estrada
Só quem pode me seguir
Sou eu!
Sou eu! Sou eu! Sou eu!...

Ai, Coração alado
Desfolharei meus olhos
Nesse escuro véu
Não acredito mais
No fôgo ingênuo, da paixão
São tantas ilusões
Perdidas na lembrança...
Nessa estrada
Só quem pode me seguir
Sou eu!
Sou eu!
Sou eu!
Sou eu!...

 
 A primeira vez que prestei atenção
numa música
do Fagner foi em 1979.  E foi o Tenente Fulop que me falou: presta atenção na letra! Ouvimos várias músicas do Fagner e fiquei encantado com a voz que a princípio arranhava meus ouvidos, mas logo depois comprei dois discos dele e virei fã. Curioso que nunca tive vitrola. Eu pedia para alguém passar do disco para fita K-7. Eram tempos duros...Tempos de ditadura!
O Fagner é um grande intérprete de belíssimas músicas da MPB.
Aquele abraço Fagner!
Carlos Kurare 

NOTURNO - Raimundo Fagner - Composição de Graco e Caio Sílvio


Por ter sido pisado por muitos pés é que me tornei um bom vinho
Carlos Kurare

O Vinho - Fagner - (2001)

Nenhum comentário:

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...