domingo, 19 de dezembro de 2010

Quero olhos de olhar, e de ver estrelas!



São 2:14h de uma madrugada insólita, ouço gotas de chuva num compasso sonolento a fustigar um velha bacia de alumínio.
Isso me fez lembra o crepitar de fogueiras antigas em terras distantes, dentro de um saco de dormir sobre relva macia e fresca. Num tempo no qual eu olhava para o céu e via miríades de estrelas salpicadas sobre o manto negro de uma noite de verão.
E numa fração de segundos, vinda do recôndito de minha mente, uma névoa de lembranças invade meu quarto, sinto um frio nostálgico e um cheiro de ausência, mesclado com aromas de distância denso ar do quarto.



Com o olhar perdido na parede branca, palavras esvaem-se por entre meus dentes e lábios, num som gutural e soturno...
Onde andará o meu amor?
Sampa - 18/12/2010 02:44
Carlos Kurare












Maria Bethânia - Onde Estará o Meu Amor?


Bridge over troubled water


The sound of silence - Tradução


the boxer


Maria Bethania - Casinha Branca

9 comentários:

Márcia disse...

Olá Carlos, tudo bem?
Visito o blog todos os dias, mas não tenho deixado comentários, mas hoje em especial ouvi a música da Maria Bethânia - Onde estará o meu amor?
Que música mais linda, eu adorei já escutei umas 10 vezes rsss
Obrigada por postar sempre artigos e músicas de qualidade, vc não imagina como consegue "tocar" seus leitores, muitas vezes vem de encontro com o que estamos sentindo, e vc fica como uma pessoa que "conversa" e ficamos na mesma sintonia!
Parabéns, continue assim! rss
bjs e boa semana!

Luna disse...

Carlos,

Dói tudo aqui...

Quando não sabemos direito onde dói é porque a dor não é física.

Doeu-me a dor da saudade, não de alguém específico, mas da saudade de ter alguém para se ter saudade.

Acho que essa dor se chama solidão!

Xiii, tô mal.

Beijos!

Sheyla disse...

Onde andará o amor?????????

Só sei o que te vou dizer: ELE EXISTE..E se tem alguém nesta terra que TORCE para que o par desta bota chegue logo..esta pessoa, sou eu.

PUXAAAAAAAAAAAAA...O que não daria para ter visto AS PONTES DE MADISON..hoje, no escurinho do cinema 'chupando drops de anis, longe de qualquer problema e perto de um final feliz'..

BOM DEMAIS REVER BETÂNIA.
Beijo no coração e OBRIGADA por trazer VIDA à minha vida sempre que leio este blog.
Sheyla

* Depois de um longo e tenebroso inverno parece que a NET funciona.

Carlos Kurare disse...

Márcia,

Há quanto tempo Menina! Fico feliz ao ler estas doces palavras vejo.. Faço tudo sozinho no Blog. Durmo pouco. Para fazê-lo. E a única paga que recebo é o carinho da postagem dos comentários.
Muitas pessoas enviam-me email (os quais infelizmente não tenho tempo de responder), pois têm dificuldades de postar nos comentários.
Na verdade todos têm muito pouco tempo. Meus leitores e leitoras são muito ocupados. Não poderia ser diferente já que a vida nos cobra um preço seja pelo sucesso, seja pela dedicação ao outro. Putz! Pontes de Madison não me sai da cabeça o sacrifício que a personagem da Meryl Streep faz pela família em detrimento de si própria. O que me irrita é quando falo com uma gaja que me pergunta com um ar de burralidade, e você faz o que além do Blog? O que faz pra ganhar dinheiro? Trabalha com quê? PQP! Se eu pudesse viver deste Blog eu só faria o Blog! Nunca em minha vida fui tão bem recompensado por um trabalho como o sou neste Blog. Lembro das músicas e saio em busca delas pela net, lembro de um texto e tenho que achá-lo na net. Para publicar algo tenho que escrever algo, ai começo e tenho outras idéias. Ano que vem além da Apresentação da stand-up devo montar um livro com o material que tenho. É que tudo é tão caótico vou de águas rasas às abissais, vou dos doces aos sais, Vou de Pessoas aos animais! Vou de alguém a ninguém. Só não vou de taxi, pois ando sem vintém. Rsss

Uma coisa eu sei, um dia vou me enroscar é com uma leitora do meu Blog! Pois não vejo muita vida inteligente, sensível, madura e desinteresseira fora daqui! Ah!!! Por onde andará o meu amor???
Desculpem-me o desabafo, mas tive uma tarde e uma noite maravilhosa ontem! Ao lado de gente maravilhosa! Bendito Cinema com Amigos! Meu espírito está escaldante! Pena que minha família não pode ir.
A propósito: filhão! Boa sorte ai em Brasília!

Carlos Kurare

Carlos Kurare disse...

Luna,

Sentimos sua falta ontem... que pena não ter podido ir... Senti a frustração no tom de sua voz quando me ligou. Sabe dava tempo sim de você ir perderia o filme mas pegaria o papo delicioso que rolou depois. Ficamos por lá até à meia-noite. E do cineminha fomos comer pão com mortadela numa padaria cheia de tric-tric! Sei que vai ficar triste... mas...você perdeu um encontro maravilhoso! Mas, como lhe disse ao telefone, relaxe! O ano que vem faremos muitos outros eventos! O piquenique no zoo vai sair na segunda quinzena de janeiro. e a trilha em fevereiro. Vá exercitando as pernas! E já tive outra idéia... é surpresa!
Menina não é solidão não! É só esse sentimento, que todos temos, de estarmos em uma jangada ao sabor do vento num revolto mar de sargaço... de pessoas insípidas. É um paradoxo, mas que tá faltando sal no nosso mar? Ah! Tá!
Portanto, vamos temperar 2011! E o tema será:
Amigos para sempre!

Carlos Kurare

Carlos Kurare disse...

Sheyla, menina também quem manda morar longe.
Você vai do Ceará para o Rio Grande do Norte. Só falta ficar em Portugal em Janeiro. Traga o Guilherme para o Brasil! Hein! Não fica lá não! Ele precisa deste nosso sol e de nossa ginga!

Um abraço carinhoso aos dois! Ih! Vocês vão perder o piquenique no ZOO!
Um beijão pro-ces Amigona!

Carls Kurare

Márcia disse...

Olá Carlos, você não está só no blog; com toda certeza aqui vc tem amigos e amigas que o admiram e certamente estaremos ao seu lado por toda uma amizade, que pode durar uma eternidade rsss
Somos pessoas de pensamentos bem próximos aos seus, que gostamos de compartilhar de suas reflexões e depois palpitá-las.
Pessoas como vc precisam de um amor especial que como vc mesmo diz vai muito além do toque ... eu acho que vc já tem muitas candidatas, um dia desses estaremos lendo um poema dedicado à ela rss
Quem sabe no próximo encontro seja filme ou no zoo eu poderei ir, alias vc nem sentiu minha falta :(
Bjs com admiração ao seu trabalho!!!!

Carlos Kurare disse...

Márcia,

Sua ausência não passou desapercebida, álias você e todas as demais pessoas que fizeram a gentileza de escrever e dizer o quanto lamentávam não poderem ir por já ter compromissos agendados. Essas atitudes bonitinhas a gente nunca esquece.

Espero tê-la conosco no piquenique no zoo.
Um beijo!

Carlos Kurare

Luna disse...

Carlos,

Fiquei triste sim de não ter visto as Pontes de Madison...tá, vou ser sincera, fiquei triste por não ter conseguido te ver...caramba, será que em 2011 a gente consegue? rsrs

Eu sabia que esse encontro seria tudo de bom, pois já te falei que admiro também o pessoal que visita o seu Blog.

Nossa...o papo rolou até meia noite? E teve pão com mortadela? Snifff... Eu querooooooooo!!!

Beijão!

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...