quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Secos & Molhados


Eu tinha quatorze anos quando comprei o meu primeiro LP,  foi o vinil dos Secos & Molhados eu não tinha vitrola, eu não tinha aparelho de som, mas na contracapa do LP vinha as letras, vinha também as fotos exuberantes do grupo. Com sorte eu ouvia as músicas no rádio ou na TV. Tenho esse LP praticamente virgem, pois o meu primeiro aparelho de som foi um dois em um Sharp e... não tinha vitrola! Com vitrola era muito caro, na verdade não era assim tão caro... eu é que ganhava pouco! Naquela época eu com quatorze anos já possuía registro em carteira e trabalha oito horas por dia mais quatro aos sábados. Após o expediente no centro da cidade eu pegava uma condução e ia para o colégio. Puxa! ... eu sentia uma fome à noite, mas não comia o lanche da cantina, eu guardava o meu salário para os livros. E alguns discos... os quais eu não tinha onde tocar.    ?:0)

Eramos pobres... mas educados! Tempos bons... havia respeito no ar. Os motoristas de ônibus eram educados, nós até os cumprimentávamos, pois dirigiam de forma cortês. Não precisávamos de placas orientadoras de como tratar idosos, mulheres grávidas ou deficientes.  Éramos jovens naturalmente gentis. Ainda há jovens assim... mas não sei se são poucos ou se parecem poucos, frente aos muitos deseducados que perambulam à solta e sem focinheiras pelas ruas da cidade.

Carlos kurare
Sampa - 9/2/2011 18:35



"... Foi um espanto! O impacto inicial era visual: nunca se tinham visto aquelas roupas, aquelas maquiagens, aquelas cores e desenhos; e mais: a movimentação no palco, em especial a coreografia exótica e sensual de Ney Matogrosso era simplesmente desconcertante. O impacto seguinte era sonoro, o espanto também era auditivo. O som dos Secos & Molhados surpreendia não apenas pelo timbre e registro insólitos da voz de Ney mas também impressionava pela sua musicalidade exuberante, nas composições agudas e envolventes, nos arranjos modernos mas sutis e na qualidade contagiante das interpretações.

A fase áurea dos Secos & Molhados é um momento singular da história da música popular brasileira. E eles só tiveram fase áurea! Surgiram e acabaram logo, para dar lugar a carreiras solo de seus componentes, como se tivessem sido o brilho súbito de um quasar, uma suave explosão, um sonho irrepetível." - Luiz Carlos Maciel

Não: não digas nada ! - Secos & Molhados - poema de Fernando Pessoa


Secos e molhados - Fala


Secos e Molhados - Flores Astrais



Secos e Molhados (Ney Matogrosso) - O Vira


Secos & Molhados - Rosa de Hiroshima (1974)


Secos e Molhados - Sangue Latino

Secos e Molhados - Sangue Latino
Enviado por Lmartins. - Explore outros vídeos de música.

O Doce e o Amargo - Secos e Molhados

Um comentário:

Guará disse...

Revendo os vídeos dos Secos e Molhados percebi que uma coisa é ouvir, outra é ver. O Ney Matogrosso canta bem, mas a banda ao vivo é sinistra. Provavelmente, se fosse nos dias de hoje, e alguém me convidasse para assisti-los(sem os conhecer) eu passaria longe!
Não é?
lembra lá o KISS!

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...