segunda-feira, 18 de julho de 2011

Como é reconfortante saber que não estamos sós...


"Repara a ternura
tirei os espinhos das mãos
para tocar as suas"



Reparação

Repare na minha agrura.
Suprimi minha lágrima atroz
Para ver lacrimejar a tua

Repare na minha brandura.
Calei minha retumbante voz,
Para somente ouvir a tua.

Repare na minha loucura.
Num sopro apaguei o feroz
Sol... Para ver-te como lua.

Repare nesta verdade pura.
Eu não sou tão algoz,
Nem tua verdade é tão nua!

Vale - 16/7/2011 16:10
Carlos Kurare




Hoje depois do almoço dei uma "zapeada"  em alguns Blogs e ao reler a frase acima,
lá no Blog da Margoh pensei em postá-la aqui. Só que  no processo de copiar e colar bateu a inspiração e fiz a poesia acima.
Sou simples assim... mas não sou fácil!
(16/07/11)
Carlos Kurare

 




Me Deixas Louca -Elis Regina - Comp.Armando Manzanero Versão: Paulo Coelho


Elis Regina - Carinhoso - Composição: Pixinguinha e João de Barro

7 comentários:

C. disse...

Já vi que nao apareceu no meu blog, snif.
Bela inspiracao remota a sua.

Alê disse...

Estava inspirado?

Achei de uma ternura,


Bj

Silvana Bacana disse...

Belas palavras Carlos,gostei,que a inspiração nunca te abandone. Sucesso...

margoh werneck disse...

....que sensaçao deliciosa essa do sorriso brotar inesperadamente...nem imaginava que começaria a semana assim taao terna.

(to bobona)

elis me traduz sempre.



beijao

margoh werneck disse...

...pelos fios da ternura

http://margohwerneck.blogspot.com/2011/07/gesto-que-marca.html

beijo

Luna disse...

Carlos,

Suprimiu a lágrima, calou a voz, apagou o sol... e conseguiu iluminar tudo!!!

Anônimo disse...

Falei da poesia no lugar errado kkkk... de qualquer forma... encantou a todos(as) que gostam de arte (em qualquer form(ato). Bjim, Kátia.

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...