quinta-feira, 5 de abril de 2012

Por favor...abre o sinal!

Clique na imagem para maximilizá-la!

Há pessoas que querem invadir nossas vidas. 
Algumas querem só xeretar, outras querem danificar, há aquelas que "estão só" de passagem e há as que vêm para ficar! 
Essas são imprescindíveis.

Você já reparou que há pessoas que vivem a dizer: "precisamos nos encontrar", quando na verdade estão subliminarmente a dizer: “espero nunca mais lhe ver!" Precisamos tomar um café! Quem diz isso não irá tomar um café com você!
E a famosa frase: "Precisamos marcar para sairmos!" Quem quer sair com você não precisa marcar liga simplesmente e diz: to passando ai... se apronta!
Hoje um vizinho amigo convidou meu pai para uma pescaria amanhã. E eu tenho certeza que eles vão!
Meu pai, no momento, já tá procurando as tralhas das pescarias.
Outros tempos... outros dias!
Carlos Kurare



Paulinho da Viola Sinal Fechado


Sinal Fechado
Letra: Paulinho da Viola

- Olá! Como vai?

- Eu vou indo. E você, tudo bem?
- Tudo bem! Eu vou indo, correndo pegar meu lugar no futuro… E
você?
- Tudo bem! Eu vou indo, em busca de um sono tranquilo… Quem sabe?
- Quanto tempo!
- Pois é, quanto tempo!
- Me perdoe a pressa, é a alma dos nossos negócios!
- Qual, não tem de quê! Eu também só ando a cem!
- Quando é que você telefona? Precisamos nos ver por aí!
- Pra semana, prometo, talvez nos vejamos… Quem sabe?
- Quanto tempo!
- Pois é… Quanto tempo!
- Tanta coisa que eu tinha a dizer, mas eu sumi na poeira das
ruas...
- Eu também tenho algo a dizer, mas me foge à lembrança!
- Por favor, telefone! Eu preciso beber alguma coisa,
rapidamente…
- Pra semana…
- O sinal…
- Eu procuro você…
- Vai abrir, vai abrir…
- Eu prometo, não esqueço, não esqueço…
- Por favor, não esqueça, não esqueça…
- Adeus!
- Adeus!
- Adeus!

2 comentários:

ღα૨gѳђ ખ૯૨ท૯૮ઝܟ disse...

[contém 1 beijo autêntico]

Alê disse...

Emocionante,


Daqueles que nos fazem pensar,


Bjkas

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...