sexta-feira, 15 de junho de 2012

TelegraNa...

O tempo passa tão rápido... que mal deixa passar o meu tempo

Hoje recebi um telegrama, telegrama é algo muito sério é algo que nos assusta pela imprevisibilidade do recebimento. É caro! E ninguém gasta dinheiro com ele, se não for absolutamente necessário enviá-lo. O que terá acontecido, o que me aguarda... o que saberei ao abrir este envelope pardo?
Por Tutatis! Há na modernidade espaço para telegramas?
Presinto que,  para más noticias, ainda há muito tempo!
Meu tempo se vai... e o seu, como fica?
Abrirei o meu telegrama.
Abra você também...
O céu!
Carlos Kurare
02/06/2012 - Sampa 

Tempus Fugit!


ECT refere-se a Empresa de Correios e Telégrafos, não sei o autor da letra, se você souber... me conte!

Cassia Eller - E.C.T. (acústico)


Letra aqui:http://letras.terra.com.br/cassia-eller/44918/

3 comentários:

Lina Maria disse...

A vida é a areia que escorre na ampulheta.
Amanhã seremos o pó que o tempo transformará.
Quanto ao conteúdo do telegrama, sei lá, entende? rs
Daí, resolvi abrir um bilhete, um recado de Quintana...

"O tempo"

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas...
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.
Mario Quintana

Bom final de semana, poeta!
Abraços!

Silvana Bacana disse...

Linda mensagem do dono do Blog e da internauta sempre escrevendo coisas lindíssimas,
Lina Maria. Parabéns a ambos merecidamente.

Lina Maria disse...

Que lindinho isso, Silvana Bacana!
Obrigada,minha querida!

Sou do tempo em que montar numa magrela: era só sair para pedalar!

Há três coisas que eu nunca esqueço na vida, mesmo que eu fique muito, muito tempo sem praticar: - Andar de bicicleta; - Nadar; ...