quarta-feira, 11 de julho de 2012

Mentes de plástico... são recicláveis?

clique na imagem para ampliá-la (no navegador dê ctrl+ para ampliar mais ainda)

Plástico é reciclável! Só não temos é a vontade política de fazê-lo! É patético ver o discurso sobre “sacolinhas" plásticas de supermercado. Tem indústria importando garrafas PET da Argentina por falta de material no Brasil, não que não o tenhamos, mas somos incompetentes para coletá-lo. As prefeituras não têm coleta seletiva que atenda a oferta de recicláveis.
Mais uma vez o poder público varre o lixo pra debaixo do tapete. Não ataca o problema de frente, simplesmente o maquia.

Querem salvar o planeta? Canalizem recursos para a educação e a cultura! Querem resolver os problemas dos recursos naturais não renováveis? Controlem a explosão demográfica!

As soluções são simples, mas não são fáceis, pois mexem com os interesses de grupos econômicos poderosos, que precisam de mais consumidores vorazes, de grupos religiosos que não querem perder o controle sobre seus fieis e a multiplicação de seu rebanho e de grupos políticos que necessitam de ambos para sobreviverem.
Carlos Kurare
Sampa - 26/6/2012 06:42


George Carlin - Save the planet - portuguese subtitles

2 comentários:

Lina Maria disse...

Bom dia!
A postagem de hoje fez-me lembrar do meu querido escritor, José Saramago.
Quanta "lucidez" e perícia para lidar com temas complexos ele possuía.
Num de seus livros ele explora, brilhantemente, a questão dos reflexos
da incompetência dos governantes.
"Numas eleições regionais, surpreendentemente, e sem qualquer sinal prévio de que tal fenómeno pudesse acontecer, a esmagadora maioria da população vota em branco. Ainda não refeitos de tal acontecimento, o poder político convoca novas eleições e o fenómeno repete-se."
Isso mesmo, a população vota em branco e anula seu voto.
Sabe o que resultaria se isso ocorresse em nosso país?
De acordo com a nossa regulamentação eleitoral, todos os candidatos perderiam as suas candidaturas e deveriam ser substituídos por novos.
Caramba, isso não seria o máximo?!
Varreríamos com uma só tacada todos para o buraco e renovaríamos por completo
a classe política.
Além disso, os novos que ocupariam os cargos ficariam com receio de acontecer o mesmo
com eles e, com certeza, agiram com mais competência e transparência.
Uma utopia,ou um sonho capaz de ser real?
Será que Saramago anteviu uma nova era introduzida pelo movimento popular?
Bem, o livro é "Ensaio sobre a Lucidez" (José Saramago).
Parabéns por seu pensamento lúcido de hoje, poeta!
Abraços!

Lina Maria disse...

cont...
Esqueci de enviar o link com um resumo interessante
sobre o livro Ensaio sobre a Lucidez (José Saramago):
http://revoluosilenciosa.blogspot.com.br/2009/10/ensaio-sobre-lucidez-jose-saramago.html

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...