Origami...

Na quebrada da noite, eu quero desdobrar-me nas dobraduras do seu corpo, e em êxtase, revirar-me no seu avesso, e transformá-la num imenso Origami.

Poemicro de Carlos Kurare

Sampa 15/06/12


Banho de Espuma - Rita Lee comp:Rita Lee/Roberto de Carvalho

Comentários

Lina Maria disse…
Ui!!! Uma banheira com água quentinha, cheia de espuma e
com alguém que inebrie os nossos sentidos...ah, é tudo de bom!!!
Assim pode amassar, dobrar, virar do avesso...como diz a Rita Lee...
"Quem quiser que se habilite, o que não falta é apetite!" rs
O problema reside justamente na falta de quem se habilite...rsrsrsr
Enfim, eu fico com Bethânia...canta Maria e "explode o coração"!
http://www.youtube.com/watch?v=j2QSkXo-jiY
Um beijo e um queijo!
Lina Maria
Vanessa Freire disse…
Acho que a dificuldade nem tanto em quem se habilitar... mas que essa dobradura seja feta com o toque das mãos que desejemos que sejam feitas... eita que acho que andei viajando um pouco com o poema a imagem e o comentário... rsrs
serendipityid disse…
É a melhor de todas as dobraduras...
Carlos Kurare disse…
Nós que temos artrite, nos desdobramos para dobrar as dobras duras! rsrs
Um beijo carinhoso do Kurare

Postagens mais visitadas