sexta-feira, 13 de julho de 2012

Problemas? Quem não os tem?

Tudo é simples, mas nada é fácil

Carlos Kurare 

 

Poeminho do Contra

Todos esses que aí estão
Atravancando meu caminho,
Eles passarão...
Eu passarinho!

Mario Quintana

(Prosa e Verso, 1978)

Enfrentando problemas – Dr. Lair Ribeiro

"Sabe como transformar seus problemas em probleminhas? — Com reflexão.
Com quem aprender a refletir? — Com o seu mestre interno, que é você mesmo.
Lá dentro de você existe muito conhecimento. O suficiente para ensiná-lo como romper barreiras intelectuais e livrar-se das amarras que o “protegem” contra mudanças, impedindo-o de construir um futuro melhor para si mesmo.
Gratidão
Você é daquelas pessoas que, quando ouvem falar em gratidão, vão logo dizendo: “Eu lá vou agradecer por uma desgraça que aconteceu na minha vida?”
Se for, permita-me dizer-lhe que você está falando bobagem. Agradeça sim, não a desgraça, mas a experiência que ela traz para a sua vida.
As coisas acontecem porque têm de acontecer. Ou você tira proveito delas ou tira prejuízo. O que você prefere? De acontecimentos tristes e dolorosos, o benefício é a experiência, e o prejuízo, é a dor. Com qual você prefere ficar?
Perdão
O perdão libera mágoas, solta amarras e alivia pesos. Quando perdoa, você manda uma mensagem positiva para a sua mente. No momento em que perdoa, você se sente bem e manifesta apreço por si mesmo.
Costumo dizer que o perdão, antes de ser um ato de amor, é um ato de inteligência, que faz mais bem a você do que à pessoa que foi perdoada. Se você não conseguir perdoar com o coração, comece perdoando com o cérebro. O sentimento vem em seguida, esteja certo disso.

Culpa e ansiedade
Culpa é um sentimento do passado e ansiedade é um sentimento do futuro. É natural, pois ninguém sente culpa em relação a alguma coisa que ainda não fez, nem sente ansiedade por algo que já tenha ocorrido.
Para dissolver esses sentimentos que só prejudicam o seu desempenho, é muito simples: viaje com eles. Nossa mente tem o poder de viajar para qualquer lugar. Se você imagina que está em Paris, não há fronteiras nem demora para essa viagem mental. Numa fração de segundo, lá está você passeando junto à Torre Eiffel ou ao Arco do Triunfo. E a mente também viaja para o futuro, mas nem sempre você tem consciência disso.
O presente, o passado e o futuro
O problema da ansiedade é resolvido viajando-se para o futuro, e o da culpa, para o passado. Mas, em ambos os casos, você não saiu do presente, do aqui e agora. Isso significa que o presente criou o futuro, no caso do medo de viajar de avião, e recriou o passado, no caso da culpa pelo atropelamento.
Mas não é só para resolver problemas que podemos usar esse recurso especial. Você pode criar o futuro viajando com as suas qualidades.
Exercite-se
Digamos que você teve uma reunião com a diretoria da empresa onde trabalha e nela, por algum motivo, o seu desempenho foi insatisfatório. Isso deixou em você uma lembrança que até hoje o incomoda. Para dissolver essa lembrança negativa, pergunte-se: “De que recursos pessoais eu precisaria, naquele momento, para mudar o impacto emocional daquele fato na minha vida?”.
Relacione, pelo menos, três desses recursos. Depois, pense em situações da sua vida em que essas qualidades se manifestaram, projete-as na sua mente e congele a imagem, em cores. Em seguida, coloque-se, mentalmente, alguns minutos antes da traumática reunião e veja-se confiante e fortalecido. Então, entre na reunião e pergunte-se: “ Quem sou eu? Uma pessoa capaz de ter aquelas qualidades ou uma que, por um momento, falhou? “.
Naturalmente, você é uma pessoa capaz das qualidades necessárias para sair-se muito bem na reunião."


 por  |  25 de maio, 2012 
 

Hoje dei muita risada com a genialidade da letra desta música. 
Se você pensa que tem problemas, imagine-se em campo! 
Seus problemas passarão!
Ou passarinho!
?:o)

Futebol no Inferno - Caju e castanha

Um comentário:

Lina Maria disse...

Coincidentemente, acabo de postar em meu facebook um pensamento de Augusto Cury,
acerca da temática: "lidar com problemas".
Aprecio a forma como este autor trata da vida e seus conflitos; ele escreveu:

"Os problemas nunca vão desaparecer, mesmo na mais bela existência. Problemas existem para serem resolvidos, e não para perturbar-nos."

Sempre pensei da seguinte forma: Problemas...ou você acaba com eles, ou eles acabam com você.

Desejo-lhe um bom final de semana.

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...