quarta-feira, 3 de abril de 2013

A cova ardia...


A cova ardia!

Desculpe-me a pressa e o atropelo.
Sei que é mais enrolado que novelo.
Mas...
Há quem mate um amor, ou deixa morrê-lo.
Pela covarde falta de coragem em mantê-lo.

Carlos Kurare

Sampa - 02/04/2013 04:37


Big Band Sessions - Projeto saravá - Atire a primeira pedra

3 comentários:

Anônimo disse...

Isso me serve porque "arde"...ainda arde...
Sempre preciso, em suas palavras...
Sempre preciso, dos seus conselhos!

Carlos Kurare disse...

Anonymous...

Procure alguém que sopre, que sopre delicadamente!

Arabel Albrecht disse...

Vish, é que as vezes dá muito trabalho mantê-lo!!!

Sou do tempo em que montar numa magrela: era só sair para pedalar!

Há três coisas que eu nunca esqueço na vida, mesmo que eu fique muito, muito tempo sem praticar: - Andar de bicicleta; - Nadar; ...