Recado...



Coisas de PP:
Mulheres são práticas, homens são poéticos!
Mulheres são patas, homens são patéticos!
Mulheres são princesas, homens são plebeus!
Mulheres são peças, homens são protótipos!
Mulheres são plêiades, homens são planetas!
Mulheres são putanas, homens são putos!
Mulheres e homens são pares perfeitos!

Carlos Kurare

Sampa - 09/01/2014


RENATO TEIXEIRA E JOANNA - RECADO (MEU NAMORADO) | AO VIVO


Putana
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre
Para outros usos, ver Putana (disambiguation) .


Krishna (o azul bebê) matando Putana.
Na mitologia hindu , Putana ( sânscrito : Putana, aceso "putrefação".) é um Matrika , que é morto pela criança-deus Krishna . Putana também é considerado como uma mãe adotiva de Krishna como ela amamentou-o, porém, foi com o motivo de matar Krishna por leite envenenado. Ao oferecer o seu leite, Putana tinha realizado "o supremo ato de devoção maternal", [ 1 ] na sombra de seus maus motivos. O mito é contada e recontada nas escrituras hindus e alguns livros indianos, que retratam sua vària como uma bruxa má, uma ogra ou um demônio que se rendeu-se a Krishna, embora inicialmente veio com maus motivos.

Putana é interpretada como uma doença infantil ou pássaro, simbolizando perigo para uma criança ou desejo respectivamente, e até mesmo como uma mãe ruim simbólico. Ela está incluído em um grupo de maléficos deusas hindus mãe chamou o Matrikas e também no grupo de Yoginis e Grahinis (seizers). Textos médicos antigos indianos prescrever sua adoração para proteger as crianças de doenças. Um grupo de múltipla Putanas é mencionado em textos indianos antigos.

Comentários

Postagens mais visitadas