quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Alguém sabe como me desligar?


Estou com 24 dias de postagens prontas -  Se eu morrer hoje querida e querido leitor você só vai saber daqui a 25 dias... Ou não!:0) - Eu tenho mais de 100 rascunhos no Blogger prontos para postar,  só faltando alguns ajustes, tipo fotos ou músicas ou acabamento final. Tenho centenas de idéias de textos para desenvolver, o conteúdo da stand-up comedy está pronto. Alguém ai sabe como me desligar. Preciso escrever um livro. Mas preciso respirar um cheiro de mato ou um cheiro de sódio.

To precisando de férias!!! Pelo menos uns 15 dias longe do computador. Não tenho onde cair morto, mas posso cair vivo em uma areia qualquer!

Eu levo minha comida, sobrou um bocado de sopa de pacotinho desde a minha última fracassada aventura exploratória. Aceito sugestões, favores e benevolências!


Não vendo meu corpo, não vendo a minha alma não vendo minha dignidade, mas negocio um escambo justo!
?:0)

Carlos Kurare







Quando as crianças sairem de férias - Roberto Carlos


Quando As Crianças Saírem de Férias
Roberto Carlos
Composição: Roberto Carlos - Erasmo Carlos



Quando chego em casa eu encontro
Minha turma esperando sorrindo
E lá vou eu
de xerife ou de homem do espaço
No seu mundo esquecer o cansaço
E o tempo vai.
Bem mais tarde o calor do seu beijo
Me envolve em amor e desejo
Mas o nosso amor
Não vai longe um deles lhe chama
Ele quer companhia e reclama
E você vai
E assim nosso tempo se passa
quando você retorna sem graça e eu me aborreço.

quando as crianças saírem de férias
Talvez a gente possa então se amar
Um pouco mais.

Novamente o calor do seu beijo
Nos envolve no mesmo desejo
Mas o nosso amor
Dura pouco um outro agora
Põe a boca no mundo e chora
E você vai
Outra vez você volta sem graça
E outra parte do tempo se passa
E eu me aborreço.

Quando as crianças saírem de férias
Talvez a gente possa então se amar
Um pouco mais.

Novamente o calor dos seus braços
Me acende e eu esqueço o cansaço
De esperar
a história é sempre assim
Já um outro chamando por mim
E lá vou eu
E assim outra noite se passa
quando eu volto e fico sem graça
Você já dormiu.

Quando as crianças saírem de férias
Talvez a gente possa então se amar
Um pouco mais.

Nenhum comentário:

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...