quinta-feira, 30 de junho de 2011

Amor de verdade

Em terra de reis quem tem um olho só... é cego!
Carlos Kurare


Minha filha quando tinha seus14/15 anos viu este vídeo dezenas de vezes e sempre ficava emocionada com ele. Achei-o por acaso em uma de minhas pesquisas. Como estou passando uns dias com ela não pude deixar de publicar. Se você é adolescente (tá fazendo o que aqui neste Blog menina??? Vá chamar a sua mãe que quero ter uma conversa séria com ela) ou romântica tenha uma caixa de lenços de papel à mão.

O vídeo é coreano, não... não é japonês! Como eu sei? Pelo tempero da comida!

Carlos Kurare

Amor de verdade



Pensei... Leia só após assistir o vídeo. Clique e segure o botão do mouse e arraste-o para a direita (no retangulo abaixo) para ler o texto  invisível.

Não teria sido melhor se cada um ficasse com um olho? Hello!!!!

A frase acima criei há décadas atrás e acaba de me inspirar para a postagem de amanhã.

Você assisitiu luzes da cidade com o Chaplin? Nãooooooooo? Asisita! É imperdível! Vou postá-lo inteiro às 00:00h de sábado. Não perca é um filmaço! Eu garanto! Ou não me chamo carlos-chaplin, digo carloschaplin...digo Carlos Kurare!

4 comentários:

margoh werneck disse...

Voce passando uns dias com a filhota e eu me
despedindo da minha que vai morar sozinha (sempre sonhou , vai sabendo que estou junto,sempre e do lado de dentro)mas......sou mãe e vc me deu a oportunidade de chorar mais um pouco e aqui...esse video é fogo! rs
Bom-Amor pra voces.
Beijao

L.Stein disse...

Carlos, deixei um selo exaltando seu blog la no meu! abração! ;)

Peônia disse...

Adorei seu bom humor e seu blog!
O MUNDO PRECISA DE MAIS PESSOAS ASSIM!
BjO!

Silvana Bacana disse...

Lógico que cada um deveria ficar com um olho bom,oras bolas... . Pois é,às vezes ficamos completamente cegos perante determinadas situações em nossas vidas e acabamos escolhendo as opções erradas!!! "É A VIDA." Agora,com licença que vou assoar o nariz e me recompor...

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...