sábado, 2 de julho de 2011

Você é luz...







Amor de verdade não é o que nos cega a razão, isso é paixão! 

Amor de verdade advém da admiração pelo outro, cresce com o conhecimento dos valores do outro, independente de vicissitudes.
Só os maduros sabem, verdadeiramente, amar.
Carlos Kurare



Um filme mágico de paladar refinado, deguste-o com prazer!

Charlie Chaplin - City Lights Part 1/6


Charlie Chaplin - City Lights Part 2/6


Charlie Chaplin - City Lights Part 3/6


Charlie Chaplin - City Lights Part 4/6


Charlie Chaplin - City Lights Part 5/6


Charlie Chaplin - City Lights Part 6/6



Paixão é fogo né?!

Fogo e Paixão - Nando Reis & Os Infernais


Zeca Baleiro - Fogo e Paixão


E o original o qual gosto muito (Brega é a ...)!

Fogo e Paixão - fuego y pasion - Wando Legenda em español

4 comentários:

Luna disse...

Carlos,

Rindo muito aqui...

Teve uma época da minha vida que eu assisti 2 vezes o mesmo Show do Wando, época mais que brega... Na verdade nunca liguei para estes rótulos!

Posso explicar o motivo do bis: Achei o show muito divertido, se eu não me engano foi no Olímpia em 1989, comentei com a minha irmã e ela quis ver, então fui novamente.

Não tenho preconceitos, e você sabe o quanto sou eclética quando o assunto é música, mas hoje não iria a um show dele.

Acho que eu estou ficando brega...ôps velha! Rsss

Beijo!

Rê Liberato disse...

Bom dia!!! Agora é banquete para o final de semana inteiro...O vagabundo e a florista...Penso tanto na diferença entre inocência e ingenuidade...E eu sei que a Vida não perdoa ingenuidade...Mas a Inocência nos liga diretamente com uma criança que ainda mora em nós...É assim que me sinto quando penso nessa história...nessa expressão singela de Amor...Gostei da sua definição sobre Amor...e concordo que é preciso maturidade...Este mundo "Fast" pede emoções "Fast" intensas e rápidas...e assim vamos nos distanciando cada vez mais...o Amor é mesmo Bondade Pura...E depois do Chaplin eu vejo Nando Reis cantando My pledge of Love? Fla a verdade...Já cantei essa música embaixo do nariz desse ruivo....rsrsrs Beijos Kurare...final de semana em paz

Rê Liberato disse...

Lembrei...

"Amor maduro

O amor maduro não é menor em intensidade. Ele é apenas silencioso. Não é menor em extensão. É mais definido, colorido e poetizado. Não carece de demonstrações: presenteia com a verdade do sentimento. Não precisa de presenças exigidas: amplia-se com as ausências significantes.

O amor maduro tem e quer problemas, sim, como tudo. Mas vive dos problemas da felicidade. Problemas da felicidade são formas trabalhosas de construir o bem e o prazer. Problemas da infelicidade não interessam ao amor maduro.

Na felicidade está o encontro de peles, o ficar com o gosto da boca e do cheiro, está a compreensão antecipada, a adivinhação, o presente de valor interior, a emoção vivida em conjunto, os discursos silenciosos da percepção, o prazer de conviver, o equilibrio de carne e de espírito.

O amor maduro é a valorização do melhor do outro e a relação com a parte salva de cada pessoa. Ele vive do que não morreu mesmo tendo ficado para depois. Vive do que fermentou criando dimensões novas para sentimentos antigos, jardins abandonados, cheios de sementes.

Ele não pede... tem. Não reivindica... consegue. Não percebe... recebe. Não exige... dá. Não pergunta... adivinha. Existe para fazer feliz.

O amor maduro cresce na verdade e se esconde a cada auto-ilusão. Basta-se com o todo do pouco. Não precisa e nem quer nada do muito. Está relacionado com a vida e sua incompletude, por isso é pleno em cada ninharia por ele transformada em paraíso.

É feito de compreensão, música e mistério. É a forma sublime de ser adulto e a forma adulta de ser sublime e criança. É o sol de outono: nítido mas doce..., luminoso, sem ofuscar..., suave mas definido..., discreto mas certo.

Um Sol que aquece até queimar."

Artur da Távola

Anônimo disse...

Carlos, boa noite!

Adorei a sua definição de AMOR DE VERDADE, aliás você sempre deixa esse gostinho que me faz vê-lo sempre.
Um abraço,Dilvete/Ctba

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...