Ismália...

Entendo que coisas ruins acabem, mas quando as boas esvanecem-se
 diante dos meus olhos, sinto um aperto aqui dentro. 
Um aperto de partida! 

Carlos Kurare


Ismália na voz de Carlos Kurare - www.carloskurare.blogspot.com


Ismália

Alphonsus de Guimaraens

Quando Ismália enlouqueceu,
Pôs-se na torre a sonhar...
Viu uma lua no céu,
Viu outra lua no mar.

No sonho em que se perdeu,
Banhou-se toda em luar...
Queria subir ao céu,
Queria descer ao mar...

E, no desvario seu,
Na torre pôs-se a cantar...
Estava perto do céu,
Estava longe do mar...

E como um anjo pendeu
As asas para voar...
Queria a lua do céu,
Queria a lua do mar...

As asas que Deus lhe deu
Ruflaram de par em par...
Sua alma subiu ao céu,
Seu corpo desceu ao mar...


Comentários

brenda g disse…
gostei.....combinou com o tom do meu coração.

Postagens mais visitadas