segunda-feira, 5 de julho de 2010

Lembra do silêncio de ontem. Pois é! Este é o silêncio de hoje!
Carlos Kurare



Cosmos Episodio 11 parte 2/7

4 comentários:

Ângela disse...

Carlos Kurare respeito o teu silêncio porque algumas vezes dor, impotência, desolação e saudade se misturam num mar sem nome!Não há palavras para amenizar tal silêncio e até o som delas ferem os nossos ouvidos. Este é o silêncio aceitação do inevitável...Já sei reconhecer de tanto conviver com situações parecidas.Queria oferecer meu conforto,minha paz que são nada,então fica também com meu carinho,meu ombro,minhas mãos e meu coração.Como sempre digo "amigo e amor" nunca são demais...Bjs

Marttinha disse...

Carlos!!!!!!! ki pessoa maravilhosa ki vc é!!!

Pelas imagens !!!!por td que escreve!!!!


Parabéns!!!!

Anônimo disse...

O silêncio de hoje me contagiou, mas o de ontem, ah... o de ontem... provocou-me uma vontade "eu sei, meio invasiva" de compartilhar a lata, para talvez embebedar-me também e, quem sabe assim, chegar lá no fundo dos seus mais puros pensamentos.

Beijo,

Luna

Sheyla disse...

Interessante nossos similares estágios de ânimo...
Ando dêntica..SILENCIOSA...QUIETA..APREENSIVA..e por outro lado, a descobrir que o SILÊNCIO não existe..
O mesmo se configura num burburinho de PENSAMENTOS que insistem em instigar-me a CONTINUAR minha busca...
SILÊNCIO...minha mente não pára...e caminho mentalmente a passos lentos...porém tento que sejam seguros..procurando trajetos JAMAIS pisados por mim...novos percursos..
O SILÊNCIO Carlos, é bom..mas confesso..prefiro a presença de mim em momentos de JUNTAR, UNIR e PRENDER..Sei que me entendes..
Beijo no teu coração meu querido amigo...que recordo TODOS OS DIAS..
(a trabalhar ainda esta hora)..bjs..Sheyla

Muito além de um jardim!

Flor cuidada por mim Flor Amorosa Num belo dia desejei só para mim Mulher amorosa e decente E como jardineiro diligente Semeei a...